A decadência da industria alimentícia Brasileira

Continua após a publicidade

Բしᗋɱ૯ȠᎶᑌ¡ઽƬᗋ

Em busca das 10 virgens inexplicáveis
Registrado
Piraque-Biscoito-Recheado-Chocolate-160g.png
t e n e b r o s o
 

Continua após a publicidade

Guns

Doutrinade coloride, divertide e exclusive
Registrado
Nossa, que explicação mais completa. Nunca me atentei a questão da qualidade da gordura empregada. Seria por isso que o óleo de palma é amplamente utilizados nesses chocolates de melhor qualidade?

Essa questão da palabilidade me lembrou do ajinomoto (glutamato), que é algo bem presente na culinária asiática e foi demonizado no ocidente, supostamente por uma campanha de difamação contra o crescimento dos restaurantes asiáticos nos EUA lá pelos anos 80. O mais curioso é que eu sempre vejo o uso nos videos gringos de receitas orientais, fui procurar sobre os malefícios e a diferença entre dos resultados em português e inglês é bizarra.

Em português: Mata, causa câncer, dá diarreia, faz ficar inchado e afins, assim como pão, leite e trigo.

Em inglês: o tempero típico asiático foi demonizado nos EUA por campanhas de cunho racista que visavam prejudicar os estabelecimentos de culinária asiática. O americano comia dois quilos de noodles, passava mal e isso foi atribuído ao tempero.
Quanto ao óleo de palma, sim!

Mas entram também questões como a de ser "eco friendly". Começaram a reduzir as gorduras trans, o sabor piorou e tudo ficou mais caro para zero benefícios. E sabe o que é pior? Agora usam gordura interesterificada no lugar dela em alguns alimentos. Que é mais cara e igual :)

Existem algumas exceções como o caso da Hersheys que possui uma gordura própria (patenteada) utilizada em seus chocolates. Por quais tratamentos passa? Ninguém sabe. Mas a formula deles não é nem hidrogenada ou interesterificada (embora descrita como tal). É uma variante mais barata e com o mesmo sabor que eles inventaram.

Até alguém patrocinar os estudos que queimem ela, a fabricante faz a festa. E assim o mercado se renova, banindo o antigo e colocando um pior e mais caro no lugar. É foda.


Quanto ao glutamato, tudo que falam mal dele (bem não faz, mas...) é over exagerado. Tipo aquela má fama dos adoçantes porque um rato consumiu o equivalente ao que contém em 9999 litros de coca zero, mas ninguém toma isso de coca por dia. Tua observação faz sentido e eu não tinha noção desse cunho vs culinaria asiatica (e faz muito sentido, por mais absurdo que pareça).


edit:

Vale lembrar dos insumos.

A Ajinomoto (japão) é uma das maiores fabricantes de glutamato do mundo. Vende a matéria prima até para suas concorrentes. E não para por aí, ela é fortíssima até no ramo de suplementos (produtora colossal de glutamina).

O americano vendo o consumidor preferindo o produto oriental faz o que? Favorece o que é produzido em suas terras. Motivo pelo qual utilizam xarope milho ao invés de açucar comum em refrigerantes.

Suco de laranja, pasta de amendoim, etc... todas essas coisas "comuns" na culinária deles são amplamente produzidas por lá. É basicamente um incentivo ao consumo do que é produzido internamente... proteccionismo. E se você for ver a parte de incentivos, junk food é cada vez mais barato porque os incentivos são maiores para esses produtos do que para real food, daí também a inversão de valores. Antigamente comer lixo era caro e hoje comer comida se tornou caro.

Mas essas aberrações são provenientes do mercado. Ainda sobre os EUA: é o que acontece quando você dá margem para um ex-ceo da Pepsi fazer parte do FDA (anvisa deles) e cria selos de alimento "heart friendly" que pertencem as grandes companias e são estampados em alimentos deles mesmos.

Adivinha quem mais investe em comida "verde" hoje? Kellogs, Pepsico, etc... O papo é de que porque são mais saudáveis. Mas não são e nem muito menos compensam para o consumidor comum, é só um jeito de entuxar coisa nova, cara e monopolizada pro consumidor comum ficar a mercê de costumes impostos por empresas que detém do poder nas cadeias de produção.

É o mesmo caso do anti tabagismo, onde quem mais investe são as próprias fabricantes de cigarro e fornecedoras de tabaco que pertencem aos mesmos grupos. Tanto faz o que você consome, desde que vá para o bolso deles.


Engenharia de alimentos é uma bizarrice sem tamanho. As pessoas ficariam de queixo caído se descobrissem que essas marcas quase nada produzem, na verdade apenas requisitam fórmulas para desenhar alimentos que viciem a laboratorios que trabalham especificamente com isso. E não é brincadeira, até um mísero salgadinho não leva em consideração o sabor, e sim a proporção de macronutrientes que melhor te induzam ao vício. O "sabor" é só um disfarce para você consumir uma coisa achando que é outra. Veja sabores de salgadinhos (por exemplo) como aquele AD de cigarro para te induzir ao uso da nicotina. É literalmente isso.


Se quiser uma boa introdução a esse mundo, vou te recomendar um livro que é excelente:

61D9j9D8eEL.jpg


Esse livro tem uma leitura super simples, você lê do começo ao fim com uma sensação de "wtf, isso é sério?". Fala muito sobre os bastidores e de como as coisas realmente funcionam. E ele só abrange a ponta do iceberg. Cita algumas das coisas das quais a te falei, sobre como e porque os alimentos são feitos dessa forma, do fato que levam ingredientes exclusivos que induzem ao vício e etc..



Alguns parágrafos ficaram meio desconexos, mas é muita coisa pra falar de uma vez só e as coisas acabam descambando um pouco. Mas são informações que acho que valem a pena serem compartilhadas. Ninguém fala ou tem conhecimento disso. Ao menos nunca vi em território nacional.


--- Post duplo é unido automaticamente: ---

Kinder ovo é tão caro que nunca reparei nisso kkkkk
Mas já começa a fazer um pouco de sentido a folha de alumínio no Lindt.
Exatamente. :)

Entendeu direitinho.
 
Última edição:

c0m4nch3

New Member
Registrado
Centenas de marcas conhecidas de produtos alimentícios industrializados que encontramos nas prateleiras dos supermercados nas grandes cidades dão a impressão de que o nosso dinheiro vai para muitas empresas diferentes. No entanto, este não é o caso: a grande maioria dessas marcas registradas pertencem a apenas um punhado de APENAS dez grandes empresas com penetração quase total no mercado mundial.

O gráfico a seguir apresenta uma visão geral de para onde o nosso dinheiro realmente vai quando compramos alimentos industrializados em supermercados nas pequenas, médias e grandes cidades

10empresasrep619.jpg


Por que essa concentração é prejudicial ao consumidor?

Esta é uma pergunta legítima: o que faz do fato de que estas empresas são controlados por tão poucas companhias/conglomerados gigantes ser uma coisa ruim? Isso não é o resultado apenas funcional do nosso sistema econômico?

De fato, acreditamos que esta convergência e concentração é prejudicial por diversas razões, em vários níveis, que estão todos mais ou menos relacionados. Aqui estão cinco principais:

1 – Estas empresas são tão grandes que elas têm uma política própria e perigosa:

A razão é que, de alguma forma, engloba todas as outras. Os LUCROS dessas empresas são gigantescos: sozinha, a NESTLÉ gerou mais de US$ 37 bilhões de lucro em 2010. No entanto, esse dinheiro é rapidamente convertido em poder político. De fato, em nosso sistema político, os grupos de pressão estão constantemente fazendo esforços para passar ou bloquear a legislação não favorável aos seus interesses. Em geral, os grupos de pressão são mais bem financiados e organizados, além de terem os meios para ter uma grande influência sobre as decisões finais.



As grandes indústrias de alimentos realizam lobby constante em todos os níveis possíveis: os níveis internacional, nacional e local. Além disso, grandes somas de dinheiro são investidos por essas empresas nas campanhas para o referendo de vários candidatos políticos de todos os partidos, nos principais países.

Seria ingênuo acreditar que essas empresas investem todo esse dinheiro (em 2010, a Kraft gastou meio milhão de dólares em contribuições a candidatos políticos americanos, a Nestlé, sozinha doou cerca de US $ 300.000 para a campanha de Arnold Schwarzenegger se eleger governador na Califórnia), sem esperar nada em troca: eles querem ter uma palavra final sobre a legislação que vai ou não ser aprovada. Quando perguntado se a favor ou contra sobre os projetos que vai pressionar, o único critério que parece se aplicar na escolha é o lucro máximo possível.

Isso faz sentido e parece razoável, uma vez que são as empresas que, apesar de tudo, têm a missão de fazer lucro. No entanto, a pressão política para o lucro ESTA muitas vezes em conflito com o interesse do público, para que os políticos possam ser capazes de trabalhar sem pressões de compensação. É ruim para todas as empresas que o seu interesse venha antes que os interesses da população em geral, especialmente quando se trata de áreas importantes como a saúde pública.



A legislação do registro da rotulagem de produtos que contenham organismos geneticamente modificados (OGM) é um bom exemplo para o momento, é impossível ainda saber se os OGM têm um efeito perigoso para a saúde ou não. Apesar disso, a maioria dos produtos nas prateleiras dos supermercados já contêm OGM. O estado de Oregon EUA tentou ainda em 2002 introduzir legislação para obrigar as empresas a divulgar os produtos que contêm OGM.

Não estamos falando aqui de proibição dos OGM, ou até mesmo reduzir o seu uso, mas apenas INFORMAR na embalagem aos consumidores sobre a sua presença nos produtos adquiridos, e dando-lhes a opção de compra-los ou não. Um enorme lobby que representa as companhias gigantes da indústria de alimentos foi então formado, com cada empresa contribuindo para derramar dezenas de milhares de dólares contra a aprovação do projeto (a Pepsico investiu $ 127.000 dólares, a Procter & Gamble, $ 80.000). No final, o projeto de lei não foi aprovado .



Os políticos representantes eleitos pelo público, que, em princípio, deveriam proteger as pessoas que os elegeram, estão rapidamente se tornando impotentes, especialmente se a sua eleição depende de fundos adiantados por essas mesmas empresas. Esta é uma forma indireta de corrupção legal, e é fácil acreditar que, se fosse possível, estas corporações iriam usar meios muito mais diretos (de suborno).

A gigante UNILEVER também admitiu ao jornal New York Times, que dava subornos, propinas, ou “pagamentos fáceis” para membros de governos em alguns países do mundo em desenvolvimento. A Unilever disse que não incentiva esse tipo de prática, mas de vez em quando “tolera um costume local”. Em outras palavras, se os políticos são corruptíveis no local em que a empresa tenha interesses e já estão recebendo subornos, propinas!

 

jr.pardal

Geraldo Adrena 2022
Registrado
Não sei se é a mesma mas vi que eles produzem Milka aqui em Curitiba tbm, com destino ao México e outros países da América Latina. Ai pra consumo nacional trazem os produzidos na Polônia e Alemanha, não que eu vá reclamar. Hoje eu estava lendo o rótulo de um e o ingrediente principal é açúcar mas não é nem de longe tão doce quantos os brasileiros.

Quanto ao Specials, nunca vi nos mercados por aqui.
agora eu só to comprando chocolate em que o primeiro ingrediente é: massa de cacau
tem uns hersheys que experimentei, excelentes! pra mim os 2 melhores são esses abaixo

61oOMziDFfL._AC_SX425_.jpg
D_NQ_NP_805966-MLB46423669415_062021-O.jpg
 

c0m4nch3

New Member
Registrado
2 – Impactos na Saúde pública

Isso é lógico e natural: a nossa saúde é em grande parte afetada também pelos alimentos que ingerimos, é a partir deles que constituímos e mantemos o nosso corpo saudável. Na medida em que a grande maioria dos alimentos que compramos são fornecidos por um número muito pequeno de empresas, cada um dos quais passa a ter um papel enorme a desempenhar na nossa saúde, que de certo modo esta nas mãos destas mesmas empresas. No entanto, ao contrário do que eles bem possam dizer através de vários anúncios publicitários, a nossa saúde não faz parte das suas preocupações sinceras, muito pelo contrário.

Em 2005, quase todas as grandes empresas multinacionais de alimentos se uniram para pressionar o governo francês, que se preparava para aprovar uma lei proibindo venda de refrigerantes e lanches como “junk food” em escolas, assim como mudar o tipo de publicidade que envolve os alimentos não saudáveis. Uma grande parte do projeto teve que ser abandonado depois de muita pressão por parte da indústria de alimentos.



Pior, apesar dos estudos da Organização Mundial da Saúde e da UNICEF que mostram que o uso de LEITE EM PÓ como substituto para o leite materno para alimentar os bebês contribui para a morte de 1,5 milhões de crianças por ano nos países subdesenvolvidos. A Nestlé, é a maior fabricante de substitutos do leite materno no mundo, promove abertamente a escolha de usar alimentos substitutos, mesmo que a mãe SEJA capaz de amamentar. Eles vão financiar clínicas médicas em países subdesenvolvidos que estão dispostos a promover o seu leite em pó como substituto ao aleitamento materno.

Estas práticas são diretamente responsáveis pela morte ou problemas de saúde de milhões de crianças, existe um movimento de boicote internacional da Nestlé desde os anos 80 por causa desta controvérsia do leite infantil industrializado.

açucar=veneno
 

jr.pardal

Geraldo Adrena 2022
Registrado
Além da inflação nos supermercados, o consumidor tem enfrentado a redução do tamanho das embalagens dos produtos. Isso também é uma inflação disfarçada: o preço não sobe, mas você paga o mesmo valor por menos produto.
Consumidores reclamam nas redes sociais de que o fenômeno parece estar piorando e também afeta a qualidade dos produtos. Manteiga misturada com margarina, leite e leite condensado com composto lácteo em vez de leite puro são alguns exemplos citados.

O DQ verificou alguns estabelecimentos em Quixadá e constatou, por exemplo, sabão em pó, que deixou de pesar 1kg para ter apenas 800g; embalagens de molho de tomate que foram reduzidos de 150g para 120g; latas de ervilha que também estão menores.
A dona de casa Márcia Ribeiro Santana, 48, notou que as compras estão cada vez menores. "Antes eu saía com um carrinho quase cheio, e dava R$ 300, R$ 400. Hoje, com esse mesmo valor, eu não encho nem o fundo do carrinho", lamenta.

E não é só isso. Começaram a aparecer nas prateleiras vários produtos que "são, mas não são". Exemplo: um leite condensado, chamado Moça Pra Toda Família explica que, na verdade, é uma mistura láctea condensada de leite, soro de leite e amido — enquanto o Moça original é de leite condensado integral.
Consumidores também têm relatado que outros produtos feitos com leite também estão recebendo a "mistura láctea", composta por amido, soro de leite ou água.

PAÍS MAIS POBRE
Em um Brasil cada vez mais pobre e com inflação descontrolada, sem políticas públicas que viabilizem qualquer solução, as empresas estão optando mais e mais pela redução do tamanho das embalagens e diminuição da qualidade dos produtos para tentar vender. Para uma geração que experimentou o país como sexta potência econômica mundial e pleno emprego, este pode ser definido como o "fundo do poço".

287692353_1527364307683704_4373600896305466651_n.png
 

Irineu Gamer

New Member
Registrado
Alguém já tomou Caldo de Cana?
Sabe se pode tomar todo dia?
Porque dizem que o açúcar lá é "verdadeiro" diferente dos açúcar
dos alimentos industriais.
 

Walder Frey

Lacrador® Certificado
Registrado
Alguém já tomou Caldo de Cana?
Sabe se pode tomar todo dia?
Porque dizem que o açúcar lá é "verdadeiro" diferente dos açúcar
dos alimentos industriais.
:haa:

Caldo de cana é cana moída.

Açúcar, de uma forma bem resumida, é cana moída e posteriormente refinada. A indústria usa vários tipos de açúcares, é difícil falar como um todo.

Agora se tomar todo dia provavelmente vai desenvolver diabetes do mesmo jeito (a depende da dieta).
 

Guns

Doutrinade coloride, divertide e exclusive
Registrado
Alguém já tomou Caldo de Cana?
Sabe se pode tomar todo dia?
Porque dizem que o açúcar lá é "verdadeiro" diferente dos açúcar
dos alimentos industriais.
Açúcar é açúcar.

Inclusive quem compra açúcar mascavo, demerara e derivados só queima dinheiro. Os "nutrientes" (microquantias de vitaminas) lá contidos são negligiveis.
 

timrgt

Active Member
Registrado
agora eu só to comprando chocolate em que o primeiro ingrediente é: massa de cacau
tem uns hersheys que experimentei, excelentes! pra mim os 2 melhores são esses abaixo

61oOMziDFfL._AC_SX425_.jpg
D_NQ_NP_805966-MLB46423669415_062021-O.jpg

To usando essa tática também. Essa semana comparei o Hersheys normal com um Nestlé e Lacta, com Hersheys sendo o 'melhor'. Mas ainda tem açúcar em primeiro. Inclusive achei o meio amargo doce demais.

Mesma coisa com paçoca: tem várias marcas mais baratinhas, mas todas elas o primeiro ingrediente é açúcar. Só Paçoquita e uma outra marca chamada Da Colônia que trazem amendoim em primeiro lugar, consequentemente são menos enjoadas e mais caras.

O jeito é controlar a vontade e selecionar mais os doces
 

Guns

Doutrinade coloride, divertide e exclusive
Registrado
To usando essa tática também. Essa semana comparei o Hersheys normal com um Nestlé e Lacta, com Hersheys sendo o 'melhor'. Mas ainda tem açúcar em primeiro. Inclusive achei o meio amargo doce demais.

Mesma coisa com paçoca: tem várias marcas mais baratinhas, mas todas elas o primeiro ingrediente é açúcar. Só Paçoquita e uma outra marca chamada Da Colônia que trazem amendoim em primeiro lugar, consequentemente são menos enjoadas e mais caras.

O jeito é controlar a vontade e selecionar mais os doces
Um detalhe... Nem nessa ordem de ingredientes da pra confiar.

* As vezes o fabricante coloca 0.01% a mais de um para induzir o consumidor a acreditar de que a diferença é substancial

* A fabricante pode mentir.

* CItando a Da Colônia em específico, marca a qual eu adoro os produtos, vou te dar uma dica: pegue os pes-de-moleque e as mariolas deles... Pese o pacote completo lá na balança do supermercado mesmo e veja com o peso é discrepante do descritio na embalagem. O pes-de-moleque tamanho família que salvo engano alega ter 200 gramas, tem quase 300. Pode testar em casa sem a embalagem também.

Sim, melhor pro consumidor que em tese leva mais por menos. Mas hey, se nem o peso do produto é levado a sério, o que dizer do resto? A industria alimentícia é uma bagunça sem tamanho mesmo.

Sabe o preço da regularidade? Produtos inferiores, com insumos que não estragam e sabor inferior.

Daí você tem uma DaColonia tentando ser mais artesanal e que pode vir a sofrer no futuro por tentar atender a uma demanda e as grandes que fazem o produto tosco e barato e nao sofre com nada.



E nos chocolates subscrevo o que você disse. O Hersheys Extra cremoso é o melhor chocolate ao leite de supermercado. Ele e o Alpino... -desconsiderando chocolates caros

Gosto do Neugebauer também. Detalhe que esse leva gordura barata e nem esconde. Mas gosto do sabor. Não a toa o grupo da Coca-Cola arrematou eles.
 

timrgt

Active Member
Registrado
Um detalhe... Nem nessa ordem de ingredientes da pra confiar.

* As vezes o fabricante coloca 0.01% a mais de um para induzir o consumidor a acreditar de que a diferença é substancial

* A fabricante pode mentir.

* CItando a Da Colônia em específico, marca a qual eu adoro os produtos, vou te dar uma dica: pegue os pes-de-moleque e as mariolas deles... Pese o pacote completo lá na balança do supermercado mesmo e veja com o peso é discrepante do descritio na embalagem. O pes-de-moleque tamanho família que salvo engano alega ter 200 gramas, tem quase 300. Pode testar em casa sem a embalagem também.

Sim, melhor pro consumidor que em tese leva mais por menos. Mas hey, se nem o peso do produto é levado a sério, o que dizer do resto? A industria alimentícia é uma bagunça sem tamanho mesmo.

Sabe o preço da regularidade? Produtos inferiores, com insumos que não estragam e sabor inferior.

Daí você tem uma DaColonia tentando ser mais artesanal e que pode vir a sofrer no futuro por tentar atender a uma demanda e as grandes que fazem o produto tosco e barato e nao sofre com nada.



E nos chocolates subscrevo o que você disse. O Hersheys Extra cremoso é o melhor chocolate ao leite de supermercado. Ele e o Alpino... -desconsiderando chocolates caros

Gosto do Neugebauer também. Detalhe que esse leva gordura barata e nem esconde. Mas gosto do sabor. Não a toa o grupo da Coca-Cola arrematou eles.

Caraca bicho, ainda tem mais essa! Tamo ferrado mesmo :haha:
Os outros produtos deles nunca experimentei , mas vou dar uma chance. A paçoca gosto bastante. Paçoquita é boa mas é bem mais cara.

O chocolate Neugebauer gosto do sabor também, mas confesso que nunca reparei nos ingredientes (é mais raro comprar dele, não tem nos mercados que costumo fazer compras). Tanto que é mais barato que os outros.
 

jr.pardal

Geraldo Adrena 2022
Registrado
E nos chocolates subscrevo o que você disse. O Hersheys Extra cremoso é o melhor chocolate ao leite de supermercado. Ele e o Alpino... -desconsiderando chocolates caros
THIS
só pego hersheys e alpino... atualmente ainda só to pegando os que postei acima e o alpino amargo tbm

o hersheys ao leite extra cremoso vence todos os outros COM FOLGA (tirando os caros), considerando os da msm faixa de preço
--- Post duplo é unido automaticamente: ---

Gosto do Neugebauer também. Detalhe que esse leva gordura barata e nem esconde. Mas gosto do sabor.
gostei do meio amargo deles tbm, achei superior aos mais famosinhos... e mais barato
 

Guns

Doutrinade coloride, divertide e exclusive
Registrado
Caraca bicho, ainda tem mais essa! Tamo ferrado mesmo :haha:
Os outros produtos deles nunca experimentei , mas vou dar uma chance. A paçoca gosto bastante. Paçoquita é boa mas é bem mais cara.

O chocolate Neugebauer gosto do sabor também, mas confesso que nunca reparei nos ingredientes (é mais raro comprar dele, não tem nos mercados que costumo fazer compras). Tanto que é mais barato que os outros.
Da Colônia tem muita coisa boa...

O pe-de-moca deles é sensacional.

Quanto ao Neugebauer, tem gordura vegetal em boa quantidade. Aquele preto com branco é muito bom.

Mas aí que tá... Produto barato que julgo melhor do que outros mais caros. Chocolate Lacta tem gosto de barra de Nescau.
 
Última edição:

nando3d

Member
Registrado
Açúcar é açúcar.

Inclusive quem compra açúcar mascavo, demerara e derivados só queima dinheiro. Os "nutrientes" (microquantias de vitaminas) lá contidos são negligiveis.

Sério, estou pagando 16 reais no pacote de 1kg de açúcar mascavo a toa? :pepe:
 

Walder Frey

Lacrador® Certificado
Registrado
Eu uso mascavo para algumas receitas nada saudáveis (brownie, cookies e alguns bolos) pq ai a diferença é de sabor.
 

Alberth-OC

New Member
Registrado
Gosto do Neugebauer também. Detalhe que esse leva gordura barata e nem esconde. Mas gosto do sabor. Não a toa o grupo da Coca-Cola arrematou eles
Putz, e acho o meio amargo deles o melhor dentre os chocolates em barra. Só compro dele quando posso e no Extra felizmente tem ele.
 

Guns

Doutrinade coloride, divertide e exclusive
Registrado
Putz, e acho o meio amargo deles o melhor dentre os chocolates em barra. Só compro dele quando posso e no Extra felizmente tem ele.
Se o gosto agrada... Esse lance de ter massa de cacau ou não pode indicar se um produto é mais nobre, mas tem muito chocolate "mais puro" aí pior do que alguns baratos.

Se curtiu.. gg
 

Alberth-OC

New Member
Registrado
Se o gosto agrada... Esse lance de ter massa de cacau ou não pode indicar se um produto é mais nobre, mas tem muito chocolate "mais puro" aí pior do que alguns baratos.

Se curtiu.. gg
Não sou chocólatra então só compro esses chocolates em barra quando da vontade. Chocolate pra mim é ou bolo ou na cobertura de algum.
 

Walder Frey

Lacrador® Certificado
Registrado
Comprei aquele Milka Bubble, puro gosto de Kinder Ovo mas com custo-benefício melhor

:mr:
 

nando3d

Member
Registrado
Eu só compro mascavo, mas também é por causa do sabor. Um pacote dura meses e meses, quase não uso pra nada, só algumas receitas de doce.


Se o objetivo é ser "saudável", sim

O sabor é melhor mesmo. Achei que fosse um pouco mais saudável, porque não tão era processado, o açúcar refinado passa por um processo químico e isso em tese o deixaria pior.

Sei que ainda era açúcar, mas achei que era menos pior.

Ele meio que me faz usar menos quantidade do que o refinado, então por um lado talvez não seja tão ruim assim.
 

Arris

Conectividade é massificar internet que funcione
Registrado
Um alô pra quem toma café sem açúcar :aberto:
 

StalkerEnd

New Member
Registrado
Um alô pra quem toma café sem açúcar :aberto:
Comecei a tomar café sem açúcar depois que comprei um café bom, agora acostumei e tomo sem açúcar com qualquer café.
 

Usuários que está vendo este tópico

Topo