A vida depois dos 30 (seção do desabafo)

ProgramadorLoko

Member
Registrado
Na verdade o carro foi apenas um exemplo das pessoas que estão prosperando... quando vc diz investimento de renda passiva qual rendimento voce diz na verdade??

Muito boa sua visao na verdade acho q estou sem desafios na minha vida profissional e isso tem me deixado pra baixo..

Meu avô era funileiro e minha avó dona de casa, super humildes nunca deixaram faltar nada para os filhos, ambos estudaram em escola publica e fizeram faculdade, meu tio se tornou empresário e decolou (ja faz uns 15 anos que ta decolando rsrs) hoje é classe A+, meu pai tentou um negocio e não deu certo e voltou a ser empregado ..

Ele é contador e trabalha em uma grande empresa multinacional , é um homem sensacional e um profissional de tirar o chapéu, um verdadeiro executivo.. o salário dele esta por volta de uns 20 mil R$ fora a aposentadoria que já é aposentado e minha mãe é funcionária publica e ganha bem menos que ele ganha por volta de uns 5k.. as vezes fico desesperado em não chegar NEM PERTO da condição de vida que meu pai tem hoje, ele é muito sincero comigo e disse que ele me criou e pagou faculdade e colégios bastante caros por sinal para eu me tornar ainda MELHOR que ele ..

Bate esse medo..
 

EmersonSUB

Well-Known Member
Registrado
Na verdade o carro foi apenas um exemplo das pessoas que estão prosperando... quando vc diz investimento de renda passiva qual rendimento voce diz na verdade??

Muito boa sua visao na verdade acho q estou sem desafios na minha vida profissional e isso tem me deixado pra baixo..

Meu avô era funileiro e minha avó dona de casa, super humildes nunca deixaram faltar nada para os filhos, ambos estudaram em escola publica e fizeram faculdade, meu tio se tornou empresário e decolou (ja faz uns 15 anos que ta decolando rsrs) hoje é classe A+, meu pai tentou um negocio e não deu certo e voltou a ser empregado ..

Ele é contador e trabalha em uma grande empresa multinacional , é um homem sensacional e um profissional de tirar o chapéu, um verdadeiro executivo.. o salário dele esta por volta de uns 20 mil R$ fora a aposentadoria que já é aposentado e minha mãe é funcionária publica e ganha bem menos que ele ganha por volta de uns 5k.. as vezes fico desesperado em não chegar NEM PERTO da condição de vida que meu pai tem hoje, ele é muito sincero comigo e disse que ele me criou e pagou faculdade e colégios bastante caros por sinal para eu me tornar ainda MELHOR que ele ..

Bate esse medo..

Renda passiva é qualquer coisa que te gere dinheiro sem você precisar trabalhar naquilo. Daí é questão de estudar lá no tópico de investimentos, Não é coisa que se aprende lendo uma postagem por isso nem vou me estender neste assunto, até uma poupança é renda passiva.

Eu nunca me preocupei com salário, nunca ganhei muito meu maior salário da vida foi 2K. sempre foquei apenas em renda passiva e fazer trabalhos freelas, acabei virando apenas freela, tanto é que acabei abrindo até uma empresa, mas sou sozinho, não tenho funcionários.

Seu pai ganha 20K, mas a vida dele é boa? ele fez muitas viagens durante a vida, passou tempo com os filhos? se fez tudo isso realmente é uma pessoa de sucesso, mas ganhar dinheiro apenas por ganhar não é tudo. Jamais trabalhe por dinheiro, trabalhe por liberdade. Tente ser mais livre do que seu pai.

Vai te fazer bem. correr atrás somente de dinheiro a todo custo causa depressão. Eu leio muitos livros de finanças, e todos falam pra fazer coisas em vez de pensar em dinheiro. Dinheiro é apenas consequência. Eu foco em fazer meu trabalho da melhor forma possível para EU mesmo apreciar o resultado. Mesmo que eu atinja independencia financeira não gostaria de parar de trabalhar.
 

PCPR

Well-Known Member
Registrado
O que relata sobre o casamento novo?

Vejo muita gente casando nova,eu com 31 nem passa pela minha cabeça casar.

Tranquilo cara... eu, na época, estava me preparando para o Exame de Ordem... ela me deu total apoio e me ajudou muito!! O gostoso foi construir tudo junto com ela... tudo que temos hoje é NOSSO... não é meu, não é dela ... É NOSSO! E isso é impagável!!! Após qse 1 ano de casado, passei na OAB e comecei a advogar ... me aguentou e me aturou nessa fase dificil, pois advogar, e ainda "sem base" (padrinho), é complicado... passamos muitos perrengues juntos! E isso fez a gente ficar cada vez mais unido!! E eu ajudei muito ela no campo profissional dela (ela é arquiteta). Decidi largar a advocacia, e hoje sou Policial Civil aqui no Paraná, e estou completamente realizado!

A fase para constituir família é entre os 25 e 35 anos ... passou disso, acho que fica complicado, pois, como comentado acima, você perde o "pique". Filho, então ... esqueça ... hehehe!! Não sei da onde crianças tiram tanta energia! hehe

Mas, como eu nunca fui de baladas, sempre fui tranquilo, para mim foi muito melhor sair da casa dos pais e construir minha vida, minha família.
 

LuKInHaa

Member
Registrado
@LuKInHaa Situação complicada, até mesmo para opinar. Mas analisando por cima pelo pouco que comentasses eu diria que algo não está certo.

Você é novo, mora numa cidade cheia de mulheres maravilhosas e ótimas oportunidades de emprego, sem contar que uma das maiores e melhores festas do Brasil é sediada ai.
Aparentemente parece ser uma pessoa centrada e organizada financeiramente, não podes se deixar carregar pro fundo do poço por causa de terceiros, independente se for namorada, mãe, irmão ou o caralho a quatro. Por mais que seja complicado se desprender de tudo que construiram juntos, tens que pensar a longo prazo, você se vê ao lado dela futuramente?

Fala pessoal, desculpa a demora.

Nossa relação é tranquila, mas realmente estou me saturando ainda mais com esses problemas financeiros que acabo me ferrando por "tentar salvar" o nome dela e afim pois sempre penso no futuro.

Por exemplo, essa cagada fenomenal que "arrumei" agora foi pra não sujar o nome dela, pensando em um futuro da compra da casa/ap ou o que for não ser um agravante, mas realmente que se ferrou fui eu... Não adianta, terceira vez que tento arrumar essas cagadas e não tenho mais saco pra isso, e ninguem é criança pequena a ponto de não se tocar(diz ela que não "consegue" se ajudar, mesmo sabendo dos problemas dela que ela teve na infância mas não justifica e não tem nada a ver uma coisa relacionada a outra). Tenho que deixar cair e se ferrar assim como a mãe dela me fala, família dela é minha família, mas sinceramente estou bem "sobrevivendo" ou "existindo" a tais situações atualmente.

E isso está me afetando no geral, faculdade e até no trabalho, fico com a cabeça longe viajando literalmente pensando nessas coisas.

Até final do ano vai ter muita coisa pra rolar... ah se vai!

Quero muito focar em mim, fazer meu curso de idioma (ingles ou alemão), poder passar em tudo na facul sem me estressar, ser feliz talvez ou já sou?! Acho que não.

Vamos ver, a merda é que eles (ela + familia) é o unico chão que tenho, literalmente. Minha dependencia maior é o fato de eu ter alguem ali sabe, e foi nela também que larguei os remédios por causa da depressão e essas coisas, eu fico puto se eulargar tudo e voltar na porcaria que era antes..... é foda.

No mais atualmente estou tentando encaixar as contas e tentar existir pelo menos, pois o animo é zero ou negativo.
 

Carlos Irving

Active Member
Registrado
E eu que tenho 47 anos, solteiro, sem filhos, morando sozinho com minha mãe e querendo ter
uma mulher para fazer companhia, mas sem intenção de filhos?
Só tenho o tédio de não ter emprego agora, eu tinha, depois perdi e por aí vai....
O jeito é ir para Portugal no futuro, mas tenho que cuidar de minha mãe, é difícil!
Ela está com saúde boa, mas sei que nessa idade, a qualquer hora, ela pode morrer.

Tenho poucos amigos, 1 cara e uma amiga, gente fina, uma mulher de 57 anos solteira e um amigo solteiro
de 44 anos. E assim vou levando a vida, só com o preocupação de não ter emprego estável, era prof. da rede pública, larguei, não aguentava mais...porém não era efetivo.

Por enquanto estou um tanto feliz, mas triste por estar vivendo no Brasil, cada vez mais zoeiro!
 

snnp

Member
Registrado
E eu que tenho 47 anos, solteiro, sem filhos, morando sozinho com minha mãe e querendo ter
uma mulher para fazer companhia, mas sem intenção de filhos?
Só tenho o tédio de não ter emprego agora, eu tinha, depois perdi e por aí vai....
O jeito é ir para Portugal no futuro, mas tenho que cuidar de minha mãe, é difícil!
Ela está com saúde boa, mas sei que nessa idade, a qualquer hora, ela pode morrer.

Tenho poucos amigos, 1 cara e uma amiga, gente fina, uma mulher de 57 anos solteira e um amigo solteiro
de 44 anos. E assim vou levando a vida, só com o preocupação de não ter emprego estável, era prof. da rede pública, larguei, não aguentava mais...porém não era efetivo.

Por enquanto estou um tanto feliz, mas triste por estar vivendo no Brasil, cada vez mais zoeiro!

Esse país é só decepção, sou da galera que prefere lavar prato na Europa, ter qualidade e segurança, do que viver aqui com medo de morrer em qualquer esquina.
 

Stretch Dude

New Member é meu ovo
Banido
Kkkkkkkkk

31 aqui, me sinto com 70 anos, sou ranzinza e mal humorado de nascença, paciência zero pra socializar, não gosto mais de nada, sair, músicas, nada!

Sou atlético, malho 3x na semana, mas tô sem saco, nas minhas folgas é só deitado vendo TV, até pra jogar vídeo game tenho preguiça!

No trânsito a minha paciência é zero! Pqp peguei trauma de dirigir, mais de 10 anos encarando trânsito em horário do rush nessa merda de zona sul do Hell, ô lugarzinho mal planejado da porra! Acho que os engenheiros da época nem sonhavam que qualquer fudido teria carro, é tudo apertado, ruas com 2 faixas pra passar 500 mil carros, logística zero.

Sem contar os malandrões, ruins de roda e roda presa do trânsito , caralho a vontade é de tacar uma granada nesses desgraçados.
 
Última edição:

Meu Marido

Nobody Yes Door
Registrado
O que relata sobre o casamento novo?

Vejo muita gente casando nova,eu com 31 nem passa pela minha cabeça casar.

Com 31 anos eu estava completando 9 anos de casado. Esse ano completamos 11.
Tudo depende da pessoa. O que pode dar certo para um, não funciona para outro. Tenho amigos que não ficaram 6 meses casados, com filhos e tudo mais.
Só que uma coisa eu aprendi: Casamento é 1 só. Se não deu certo o primeiro, dificilmente outro dará certo. Se um dia eu me separar, não casarei novamente.
 

Joyce Carry Me

Em construção
Registrado
Com 31 anos eu estava completando 9 anos de casado. Esse ano completamos 11.
Tudo depende da pessoa. O que pode dar certo para um, não funciona para outro. Tenho amigos que não ficaram 6 meses casados, com filhos e tudo mais.
Só que uma coisa eu aprendi: Casamento é 1 só. Se não deu certo o primeiro, dificilmente outro dará certo. Se um dia eu me separar, não casarei novamente.

Concordo.
Casei aos 23 e hoje beirando meus 29 anos concordo com essa afirmação acima.

Casamento não é para todos. E realmente casamento é um só. Se um casamento termina 50 % tem haver com suas falhas. Consequentemente elas vão junto com você para o próximo relacionamento.
 
Com 31 anos eu estava completando 9 anos de casado. Esse ano completamos 11.
Tudo depende da pessoa. O que pode dar certo para um, não funciona para outro. Tenho amigos que não ficaram 6 meses casados, com filhos e tudo mais.
Só que uma coisa eu aprendi: Casamento é 1 só. Se não deu certo o primeiro, dificilmente outro dará certo. Se um dia eu me separar, não casarei novamente.

Concordo.
Casei aos 23 e hoje beirando meus 29 anos concordo com essa afirmação acima. ( 7 Anos de Namoro / 5.5 de Casado. ) O namoro nunca acaba =)

Casamento não é para todos. E realmente casamento é um só. Se um casamento termina 50 % tem haver com suas falhas. Consequentemente elas vão junto com você para o próximo relacionamento.
 

edyomar

Bonzinho só se ferra
Registrado
Com 31 anos eu estava completando 9 anos de casado. Esse ano completamos 11.
Tudo depende da pessoa. O que pode dar certo para um, não funciona para outro. Tenho amigos que não ficaram 6 meses casados, com filhos e tudo mais.
Só que uma coisa eu aprendi: Casamento é 1 só. Se não deu certo o primeiro, dificilmente outro dará certo. Se um dia eu me separar, não casarei novamente.


KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Por que fala isso de não casar novamente???

Explica aí,o estresse é muito grande?

Com a sua mentalidade hoje,se pudesse voltar no tempo vc teria casado?
 

Meu Marido

Nobody Yes Door
Registrado
KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Por que fala isso de não casar novamente???

Explica aí,o estresse é muito grande?

Com a sua mentalidade hoje,se pudesse voltar no tempo vc teria casado?

Não é a questão de stress, nessa questão sempre terá problemas.
Não casaria novamente simplesmente pelo fato de não ter saco de ter que recomeçar tudo do zero, novamente, construir uma vida que já tive todo o trabalho de construir um dia.
Até posso morder a língua e se um dia acontecer, fazer tudo de novo, mas tenho pra mim que não, dificilmente volto atrás de uma escolha.

E se pudesse voltar no tempo, teria feito tudo igual no quesito do casamento, só não teria feito umas cagadas que fiz, mas com elas aprendi muito.
 

leossauro

Old School
Registrado
Transito é fogo.
 
Última edição:

Gtx1050ti

😷
Registrado
Estou com 24 faço 25 esse ano e tá foda.
Faculdade apertou, aulas de segunda a sábado. Trabalhando mais de 8horas por dia para conseguir pagar a mesma, quando chego em casa nos finais de semana ligo meu pc e fico ali jogando, ouvindo música ou vendo futebol. Não tenho concentração para estudar. Não tenho paciência para sair, ultimamente parei de beber e estou muito anti social.
Tive que largar a acadêmia que frequentava a três anos, já perdi uns 5 kilos ou mais, e só poderei voltar após me formar, o que só deve acontecer no final do ano que vem. Me sint um robô, tenho uma rotina e isso está em looping, mas espero após estar formado conseguir sair dessa rotina.

Só uma dúvida na faculdade 5 entre 10 pessoas usam ritalina para estudar.
Não sou contra as drogas, mas nunca tive coragem de usar a ritalina, gostaria de saber se alguém aqui usa/usou e se os prós valem a pena ou os contras são piores.
Vamos dar uma upada.

Agora estou com 28, terminei a faculdade em 2020, ai veio a pandemia e ferrou tudo o que tinha planejado.
Em 2021 sai do emprego acima mencionado e fiquei desempregado por 3/4 meses, agora estou em um lugar novo e ainda me adaptando, estou aqui para ganhar experiência, mas olhando de fora meu antigo emprego não era ruim, mas não poderia desempenhar a função para qual me formei lá.

Então cada vez mais próximo dos 30 e a vida ainda tá uma porra.
Ainda não voltei para academia que era algo que eu queria muito, não voltei por conta desta pandemia. Mas comecei a andar de bike em 2020 e esse ano já andei quase mil kms, andando apenas nos fds.
 

Cavera0

BMXer!!
Registrado
Estou com 33, 1 filha de 2 anos e um menino em gestação (5 meses), fora as responsabilidades, o resto não mudou muito, no trampo é pc, em casa é pc, ando de bike pra rua que nem um louco varrido as vezes, e de velho mesmo mais as dores nas costas e os cabelo no toba.
 

Empreendedor89

New Member
Registrado
Vou fazer 29 anos esse mês e considero que sempre fui uma pessoa responsável e disciplinada, mesmo na adolescência. Mas no meu caso, o ponto negativo é que conforme o tempo vai passando estou me tornando um pouco menos "disciplinado" em algumas coisas, especialmente porque vejo que não tenho ficado mais motivado para fazer o que deve ser feito. Melhorei em questão de alimentação e bom senso, mas já em exercícios físicos, que antes praticava diariamente, hoje sou um sedentário. Então, pelo menos no meu caso acho que conforme a idade vai passando eu tenho ficado mais desmotivado para algumas coisas e até mesmo tenho tido menos "prazer" em algumas atividades, por exemplo, antes eu tinha muito prazer em cinema, viajar, agora não tenho tanto. Tenho ficado cada vez menos satisfeito com as coisas e perdido um pouco a gana por correr atrás dos sonhos. Acredito que fiquei preso pela "rotina" e acabei me acomodando, e apesar de querer buscar alguns objetivos da vida, não estou tão motivado assim para realmente pagar o preço para alcançá-los. Penso até mesmo em procurar um psicólogo, para lidar com essas questões de motivação e satisfação, porque realmente ando muito desmotivado e só na rotina mesmo.
Atualizando, hoje estou com 32 anos. Curiosamente aos 30 anos passei tanto pelo meu melhor momento na minha vida quanto pelo pior, isso porque ainda aos 29 anos vinha de uma insatisfação profissional e acomodação tremenda (sou servidor público, mas meu desejo sempre foi empreender), mas aí consegui mudar de setor no trabalho e meio que me achei nesse setor e em pouco tempo acabei sendo o Coordenador de lá, fazia uma trabalho bem relevante, porém detinha o poder de autorizar e descentralizar orçamento para realização ou não de licitações e como não sou uma pessoa que não abre mão de princípios (ética, honestidade etc.) negava muita coisa superfaturada, melhorei os instrumentos de controle e análise e economizei milhões para administração pública, estava mesmo muito feliz com o trabalho que vinha desenvolvendo, sentia-me bastante útil e competente, especialmente comparado a um ano antes. Porém, como vocês conhecem o nosso Brasil, acabei gerando insatisfação de políticos poderosos (que tinham esquemas com essas licitações), e resumindo acabei sendo queimado por pessoas indicadas por eles que estavam "infiltradas" por lá e comecei a ser perseguido (já que não podia ser demitido por ser servidor público). Não vou dar muitos detalhes, mas só para vocês terem noção, cheguei a ser notificado pelo Ministério Público Federal para dar explicações, entre outras pressões semelhantes (o sistema é cruel, favorece os desonestos que possuem promotores, juízes e outras cargos chaves comprados e subornados). Dessa forma, eu acabei saindo de lá como um bandido, um belo dia simplesmente fui colocado à disposição do RH pela autoridade competente, pessoas desonestas me caluniaram, relatei tudo para ouvidoria e corregedoria do órgão (mas não adiantou muita coisa, o que já sabia, mas era uma forma de me preservar).

Após isso, imaginem minha situação que estava frustrado anteriormente, mas que acaba se achando em um setor e se sente útil, feliz em poder contribuir de maneira positiva e relevante, mas depois isso é tirado de você da pior forma possível, de maneira injusta e cruel? E aí que comecei a passar pela pior fase da minha vida, entrei em depressão, fui obrigado a tirar licença psiquiátrica do trabalho (pois não havia a mínima condições naquele momento de trabalhar), terminei meu casamento com a minha primeira e única namorada em que eu havia compartilhado toda minha juventude, realmente não estava nada bem.

Mas e hoje passado 2 anos? Eu digo a vocês que nunca amadureci tanto na minha vida. Fiz terapia (algo que ajuda muito e que muitas vezes ignoramos) e como forma de reagir, até porque precisamos reagir decidir que iria passar a me alimentar melhor e praticar exercícios físicos (estava sedentário e comendo mal). E esse foi o melhor remédio, comecei a me dedicar a isso, via muitos vídeos no Youtube sobre nutrição e vida fitness (musculação, aeróbico), fui gostando e hoje falo sem sombra de dúvidas que esse combo: Alimentação Saudável + Prática de Exercícios físicos (tenho preferência pela musculação, que acaba deixando seu corpo mais estético e aumenta sua autoestima) é o que toda pessoa deveria fazer nessa vida, porque realmente passamos a viver bem melhor. E isso certamente me ajudou a reagir. Minha vida hoje não é perfeita, mas me sinto muito mais disposto e também pronto para exercer desafios. Parei de ficar focando o lado negativo e só me lamentando, e agora foco no futuro, na solução. Também busquei a viver a vida de maneira mais leve, dou-me o luxo de as vezes fazer coisas diferentes que eu não fazia antes (sempre fui muito regrado tanto financeiramente quanto em termos de saídas, diversão etc.), mas se nós nos restringimos muito, a vida acaba sendo um fardo, e hoje enxergo que devemos realmente nos permitir a certas coisas diferentes (digo isso principalmente para pessoas que normalmente já são bem regradas como eu era, e não para quem já é porra louca kkk).

Enfim, longe de mim dizer que estou com a vida perfeita, até porque profissionalmente eu estou em uma situação "pior" já que perdi meu cargo e fui boicotado no órgão. Mas certamente evolui em todas as outras áreas da vida, e fico impressionado como amadureci nesse dois anos, até as situações ruins (como o término do meu casamento) eu não busco ficar me lamentando e remoendo o passado, mas eu vejo o lado positivo, estou solteiro, livre para fazer diversas coisas que nós sabemos que casado não teria como ou seria mais complicado, enfim eu busco ver o que posso extrair de positivo com a situação atual. Hoje eu compreendo que determinadas pancadas na vida podem ser na verdade um grande impulsonador para mudarmos para melhor e no final das contas, sinto-me orgulhoso de ter resistido as pressões, mantido honesto, pois no final fui recompensado com uma mentalidade muito mais saudável e que me permite ser feliz mesmo diante de circunstâncias adversas (e isso não tem preço). E desejo a todos aqui que possam também alcançar essa mentalidade de mais gratidão, positividade e alegria.
 
Última edição:

Hsouza1981

New Member
Registrado
Incrivel mesmo como a vida nos prega cada peça, quando eu abri esse tópico, minha vida era completamente diferente, e hoje com todas as mudanças e aprendizados que nós vamos conquistando ao longo do tempo, parece que temos e ao mesmo tempo nao temos controle algum sobre nosso destino.

Hoje 3 anos e meio depois, mudei de emprego (mesma empresa mas funções diferentes), tive minha segunda filha (hj com 2 anos e 3 meses), estou morando numa cidade/estado diferente, e recentemente comprei nessa cidade minha casa própria.

Se alguém em 2018 falasse pra mim que eu faria tudo isso acima eu certamente iria rir desta pessoa.

Mas como nem tudo são flores, me canso mais facilmente e o cabelo caindo cada vez mais. Foi só fazer 40 que a chave virou hahaha.
 

Walder Frey

Viadinho Comunista
Registrado
Lendo o tópico aqui dos meus recens 29 anos hehehe.

Eu estou basicamente vivendo momentos da "crise dos 30". Estava/estou insatisfeito com o trabalho e queria mudar mas tinha muito medo por já me achar velho. Depois de muita motivação dos amigos (tenho alguns maravilhosos), comecei outra graduação numa área bem diferente da minha inicial (de adm para TI) e descobri que curto muito isso.

Recentemente consegui trocar de departamento na mesma função e o trabalho ganhou um ar novo, que deve durar alguns meses pois é bem diferente do anterior. Ainda tenho crises de confiança e a auto-estima ainda não é lá essas coisas.

Voltei a cuidar mais da saúde, depois de ter engordado 12kg durante o auge da peste.

Daqui uns 5 anos eu volto pra ver o que mudou (se o mundo e o adrena ainda existirem)
 

Fox666

New Member
Registrado
O pessoal aqui só reclama, é trabalho, é stress, é filho...

Com o tempo a minha vida só melhora

Aos 15 anos:

0ekygEn.png


Aos 20 anos:

FCMVWTP.png


Aos 25 anos:

FCMVWTP.png


Aos 30 anos:

FCMVWTP.png
 

leandroO_TM

Active Member
Registrado
Não cheguei aos 30 ainda, mas estou bem perto. Fiz 28 anos agora e estou vivendo a melhor fase da minha vida em termos profissionais/financeiros devido ao fato de no início do ano ter sido chamado em outro concurso melhor que estava aguardando nomeação desde 2018, o que aumentou minha renda líquida em mais de 50%.

Como nem tudo são flores, desde 2019 venho focado no objetivo de juntar grana para comprar meu imóvel em uma localização mais próxima do meu trabalho no início de 2022 e com uma renda maior agora em 2021 conseguiria juntar um valor maior mensalmente, porém a pandemia estragou parte desse planejamento.

Em Agosto de 2019 decidi me livrar do meu carro (Celta 1.0 13/13) para focar nesse sonho (compra do meu imóvel) primeiro porque me estressava demais no trânsito e segundo porque estava gastando muito com o carro (mais de 1000 reais por mês somando todos os gastos (combustível, IPVA, licenciamento anual, seguro, manutenções, lavagens etc.)). Daí passei a alocar essa grana que gastava com o carro nesse projeto de comprar o meu imóvel mais próximo do meu local de trabalho, assim me livraria de ter que passar 2h40min em um ônibus lotado ou 1 hora dirigindo para ir e voltar do trabalho todo dia.

Apesar de vir desde 2019 focado, juntando um valor considerável todo mês, cortando gastos ao máximo, com a pandemia os preços dos imóveis dispararam absurdamente. Uns imóveis que estava olhando em Janeiro de 2020 que estavam na faixa dos 240 ~ 250 mil agora estão na faixa dos 300 ~ 330 mil.

O planejamento inicial era dar uma boa entrada e comprar agora em Janeiro/Fevereiro de 2022, mas com esses aumentos absurdos nos valores dos imóveis serei obrigado a adiar um pouco mais esse sonho e continuar juntando grana por mais um tempo.

Outra mudança recente na vida foi que, depois de muito procrastinar, em Dezembro do ano passado consegui me libertar do sedentarismo e comecei a praticar atividades físicas (caminhada e ciclismo), além de começar a me policiar um pouco mais em termos de alimentação, pois comia besteiras (pizzas, sanduiches, lasanhas, salgados etc) com bastante frequência. A saúde já não estava lá essas coisas (colesterol e glicemia altos e sobrepeso), por isso não dava mais pra esperar. Resultado: de Dezembro/2020 até agora consegui perder 7,5 kg (de 72.9 kg passei para 65.4 kg).
 
Última edição:

RoLukeSky

New Member
Registrado
Não cheguei aos 30 ainda, mas estou bem perto. Fiz 28 anos agora e estou vivendo a melhor fase da minha vida em termos profissionais/financeiros devido ao fato de no início do ano ter sido chamado em outro concurso melhor que estava aguardando nomeação desde 2018, o que aumentou minha renda líquida em mais de 50%.

Como nem tudo são flores, desde 2019 venho focado no objetivo de juntar grana para comprar meu imóvel em uma localização mais próxima do meu trabalho no início de 2022 e com uma renda maior agora em 2021 conseguiria juntar um valor maior mensalmente, porém a pandemia estragou parte desse planejamento.

Em Agosto de 2019 decidi me livrar do meu carro (Celta 1.0 13/13) para focar nesse sonho (compra do meu imóvel) primeiro porque me estressava demais no trânsito e segundo porque estava gastando muito com o carro (mais de 1000 reais por mês somando todos os gastos (combustível, IPVA, licenciamento anual, seguro, manutenções, lavagens etc.)). Daí passei a alocar essa grana que gastava com o carro nesse projeto de comprar o meu imóvel mais próximo do meu local de trabalho, assim me livraria de ter que passar 2h40min em um ônibus lotado ou 1 hora dirigindo para ir e voltar do trabalho todo dia.

Apesar de vir desde 2019 focado, juntando um valor considerável todo mês, cortando gastos ao máximo, com a pandemia os preços dos imóveis dispararam absurdamente. Uns imóveis que estava olhando em Janeiro de 2020 que estavam na faixa dos 240 ~ 250 mil agora estão na faixa dos 300 ~ 330 mil.

O planejamento inicial era dar uma boa entrada e comprar agora em Janeiro/Fevereiro de 2022, mas com esses aumentos absurdos nos valores dos imóveis serei obrigado a adiar um pouco mais esse sonho e continuar juntando grana por mais um tempo.

Outra mudança recente na vida foi que, depois de muito procrastinar, em Dezembro do ano passado consegui me libertar do sedentarismo e comecei a praticar atividades físicas (caminhada e ciclismo), além de começar a me policiar um pouco mais em termos de alimentação, pois comia besteiras (pizzas, sanduiches, lasanhas, salgados etc) com bastante frequência. A saúde já não estava lá essas coisas (colesterol e glicemia altos e sobrepeso), por isso não dava mais pra esperar. Resultado: de Dezembro/2020 até agora consegui perder 7,5 kg (de 72.9 kg passei para 65.4 kg).
Você quer comprar a vista?
 

leandroO_TM

Active Member
Registrado
Você quer comprar a vista?

Seria o cenário ideal para evitar pagar os juros absurdos de financiamento, mas demoraria demais para ter o valor todo junto.

Então minha ideia é juntar entre 50 e 70% do valor do imóvel para dar de entrada e financiar o restante para pagar menos juros e financiar no menor tempo possível.
 
Última edição:

danillofc

New Member
Registrado
Fiz 30 em março, por um lado estou com a vida materialmente quase "feita", já casado, sem filho, morando em casa enorme de herança, quase toda equipada já. Concursado, ganhando mais ou menos pra realidade de são Paulo, mas sempre tem concurso interno no trabalho. Renda familiar boa pra viver com conforto. Nós dois já temos carro quitado. Provavelmente teremos filho daqui uns anos.
Por outro lado,mentalmente não estou bem. Muita preguiça, procrastinação, como besteira demais por ansiedade, passo o dia aqui ou no YouTube, meio que estou com falta de propósito na vida. Às vezes me acho fracassado porque muito do que tenho foi pago pelos pais ou sogros, porque fiz gastarem muito numa faculdade que não segui, fiz ate intercambio de quase 1 ano grátis pelo ciencia sem fronteiras, mas nem assim deu certo.
Antes de casar e morar junto, a esposa sugeriu planejar morar no Canadá, porque ela ficou uns 6 meses lá e se apaixonou, eu recusei pelo emprego estável e por não me achar qualificado pra nada, hoje estamos bem mas vivo pensando se estaria melhor, pagando aluguel lá talvez não,mas tem os fatores externos também né.
Sei que o que eu passo é um "first world issues" mas é aquilo, ta cheio de jovem e adulto bem.de vida mas mentalmente ferrado. Coisas do ser humano. Tem gente aqui que vive apertado, que financia tudo mas está mais motivada e feliz que eu.
 

stti

New Member
Registrado
Fiz 30 em março, por um lado estou com a vida materialmente quase "feita", já casado, sem filho, morando em casa enorme de herança, quase toda equipada já. Concursado, ganhando mais ou menos pra realidade de são Paulo, mas sempre tem concurso interno no trabalho. Renda familiar boa pra viver com conforto. Nós dois já temos carro quitado. Provavelmente teremos filho daqui uns anos.
Por outro lado,mentalmente não estou bem. Muita preguiça, procrastinação, como besteira demais por ansiedade, passo o dia aqui ou no YouTube, meio que estou com falta de propósito na vida. Às vezes me acho fracassado porque muito do que tenho foi pago pelos pais ou sogros, porque fiz gastarem muito numa faculdade que não segui, fiz ate intercambio de quase 1 ano grátis pelo ciencia sem fronteiras, mas nem assim deu certo.
Antes de casar e morar junto, a esposa sugeriu planejar morar no Canadá, porque ela ficou uns 6 meses lá e se apaixonou, eu recusei pelo emprego estável e por não me achar qualificado pra nada, hoje estamos bem mas vivo pensando se estaria melhor, pagando aluguel lá talvez não,mas tem os fatores externos também né.
Sei que o que eu passo é um "first world issues" mas é aquilo, ta cheio de jovem e adulto bem.de vida mas mentalmente ferrado. Coisas do ser humano. Tem gente aqui que vive apertado, que financia tudo mas está mais motivada e feliz que eu.
Dá uma lida em livros de filosofia, entra em uma academia, já resolve todos os seus problemas, não tem como a mente ficar boa quando o corpo tá só ingerindo besteira. A sua ideia de ficar no Brasil é difícil de falar, quem procura muita segurança acaba ficando na zona de conforto, ócio, por outro lado, ir lá fora sem planejamento é furada.
 

Usuários que está vendo este tópico

Topo