• Assim como acontece todos os anos, abrimos a seção Black Friday: ACESSE CLICANDO AQUI. Portanto o For Sale ficará fechado durante a Black Friday e Cyber Monday.

AMD - Porquê deixei a plataforma!

Status
Não esta aberto para novas mensagens.

Electric Squall

Will is everything !
Registrado
Olá a todos.

Antes de me aprofundar, segue uma breve introdução sobre o que pretendo discorrer.

Em Agosto de 2020, após 15 anos de uso contínuo de plataformas Intel, resolvi (devido aos feedbacks de reviewers e usuários em geral) experimentar AMD, na ocasião, ZEN 2+ (3900x) e posteriomente, ZEN 3 (5900x e 5950x) Devido a alguns problemas com o ZEN 3 (X570 + 5900x/5950x) em Maio de 2021, voltei para o time Azul (Z590 + 10900k) Os motivos serão apresentados abaixo.

Detalhes técnicos:

Sistemas utilizados no período (08/2020 a 05/2021)


Asus x570 Rog Crosshair VIII Hero + 3900x
DDR4 - Hyper X Savage 64GB(4x16) - HX426C15SBK4/64 | DDR4 - Dominator Platinum 32GB(4x8) - CMT32GX4M4C3200C16
2080 Super

Asus x570 Rog Crosshair VIII Hero + 5900x
DDR4 - Hyper X Savage 64GB(4x16) - HX426C15SBK4/64 | DDR4 - Dominator Platinum 32GB(4x8) - CMT32GX4M4C3200C16
2080 Super | 6800xt | 6900xt

Asus x570 Rog Crosshair VIII Hero + 5950x
DDR4 - Dominator Platinum 32GB(4x8) - CMT32GX4M4C3200C16
6900xt

Asus x570 Rog Crosshair VIII Formula + 5950x
DDR4 - Dominator Platinum 32GB(4x8) - CMT32GX4M4C3200C16
6900xt

Problemas Primários:

USB: Desconectividade e falhas funcionais:
Dois dos meus dispositivos USB/Storage, deixaram de funcionar.

Gaveta para HD SATA 2.5 - 2139U3 - https://www.oricobr.com/storage/cas...HLdOT7k6KtQkD3S6eySr-Fq_og6FCeusaAjhKEALw_wcB
Passou a não ser possível utilizar essa enclousure em todas as plataformas AMD que testei. Funcionava antes com meu i7 extreme 6950x e voltou a funcionar com meu 10900k.

Pen Drive HP X750W 64GB, USB 3.1 - HPFD750W-64 - https://www.kabum.com.br/cgi-local/...0ifLFSOwCAMhilUlKueeE_gXUSKuDH6AaAuH-EALw_wcB
Passou a não ser possível utilizar este Pen Drive em todas as plataformas AMD que testei. Funcionava antes com meu i7 extreme 6950x e voltou a funcionar com meu 10900k.

Assim que me deparei com a situação, iniciei uma busca na internet e percebi que existe um problema crônico entre a AMD/Agesa e dispositivos USB em geral. Durante todo o período, 4 BIOS (Fevereiro a Maio 2021) para minhas placas mãe (tanto para a Hero quanto para a Formula) traziam em seu release notes, a informação de que os problemas com dispositivos USB estavam solucionados, infelizmente, as issues persistiram.

Aos interessados existem diversos threads em diversos fóruns, mencionando não apenas problemas como os acima, mas diversos outros, basta fazer uma busca por: amd usb connectivity issues.

==============================================================================================================================

WHEA Logger Event ID 18: Meu principal pesadelo e incômodo. Existe uma falha no algoritmo de Boost da AMD (Core Performance Boost/Precision Boost e Precision Boost Overdrive) Quando em idle, devido a redução no uso dos núcleos, os clocks dos processadores ZEN 3 em uso recebem um boost além do especificado como boost máximo na caixa e na ocasião, reiniciam o sistema, as vezes com BSOD a vezes sem, mas sempre trazendo o evento 18 no gerenciador de logs do sistema.



Alguns usuários reportaram também o ocorrido com CPU's Zen 2/Zen 2+. Nunca foi meu caso, o 3900x que utilizei, funcionou com os recursos mencionados, porém, nunca passava de 4.6, boost máximo especificado na caixa. Já os CPU's Zen 3, 5900x e 5950x, sempre iam além do clock máximo especificado (4.8 e 4.9 respectivamente) nessas ocasiões, clocks de 5.0~5.1 foram observados em ambos os processadores.

O que ocorre aqui, é que os processadores Zen2 contam apenas com o Precision Boost e não com a versão overdrive, e seu comportamento raramente chega no boost máximo especificado, ao contrário do Zen3, que vai além e talvez por isso venha a ficar instável.

Bom, uma vez com o problema a única solução é o uso de clock fixo, sim, ÚNICA, diversos consumidores recorreram ao RMA e mesmo assim seguiram com a instabilidade, infelizmente, é inerente a arquitetura do Zen3. O Uso de clock fixo implica no fato de que não haverá redução na frequência quando o sistema estiver em idle, e não haverá a vantagem de contar com o boost dos cores ativos quando o sistema estiver em load (jogos por exemplo)

O principal ônus do clock fixo, é a perda de desempenho, quando o PBO está ativo (5900x e 5950x) os cores em uso nos jogos, sobem muito bem, indo a frequências bem altas e trazendo desempenho superior (4.7~5.0) O Clock fixo, implica em uma frequência consideravelmente menor (por volta de 4.5~4.6) para todos os cores, ou cores escolhidos. Essa medida, traz benefício para as tarefas multi-thread, mas, prejudica jogos e aplicações que fazem uso de poucos núcleos. E, o que na minha opinião, é inaceitável, é que a AMD não se pronuncia sobre o caso. Ela concede RMA a todos que solicitam informando o problema, mas, segue vendendo um produto com um recurso comprometido. E, sinceramente, isso não se distancia de um crime.

É possível utilizar clock fixo, sim, claro! - Mas o ponto é ... no preço do processador, o custo do recurso está imbutido e a AMD o vende, fazendo também marketing em cima.

O erro em questão além de grave acomete um número altíssimo de consumidores de Zen3, eu acredito que TODOS os chips estão comprometidos, porém, muitos usuários apenas não sabem que passam pelo problema ou, utilizam clock fixo em seus setups.

Da mesma forma que sobre o caso dos dispositivos USB, o problema dos reboots espontâneos também é absurdamente comentado em diversos fóruns incluindo o da AMD. Esta que por sua vez, mesmo após diversas queixas e RMA's por conta disso, jamais veio a se pronunciar.

Até que, no dia 17/05 a AMD anunciou uma segunda revisão para a Família Zen 3, alegando que esta revisão, trará apenas benefícios associados a logística e produção. Bom, não é de hoje que a AMD tem a postura que tem, então, eu prontamente alertei no fórum AMD que se trata possivelmente de uma correção para o problema, mas logicamente, sem que a AMD declare isso evitando assim uma ação judicial coletiva.

Matéria: https://videocardz.com/newz/amd-con...-no-functionality-or-performance-improvements
Meu post no fórum AMD: https://community.amd.com/t5/proces...-get-a-quot-silent-fix-quot/m-p/471392#M41142

Os resultados de busca no Google, por Whea Event ID 18, são alarmantes. Deixo alguns dos principais tópicos sobre o problema e toda a saga que afeta os prejudicados. A busca por tópicos com WHEA, no fórum AMD, também traz resultados igualmente preocupantes.



==============================================================================================================================

Minhas considerações:

Imaginem-se com um 5900x/5950x e uma placa mãe topo de linha lidando com um sistema que NÃO fica estável em idle, te impedindo de fazer o BÁSICO em um computador, que é o uso convencional. Não há desempenho que compense isso. E sendo bem sincero, mas não querendo tratar este assunto aqui, os processadores das gerações 10 e 11 da Intel dão um BANHO em maturidade de Chipset e tecnologias de Boost, o nível de controle é impecável.

Sendo prático e objetivo, obviamente, a principal culpada aqui, é a AMD, especialmente por não se pronunciar diante de tal situação. Intel e Nvidia em situações equivalentes, vieram a público prontamente. Nvidia sobre o problema da GTX 970 e Intel sobre as falhas de segurança encontradas em 2017.

Porém, o que quero trazer com esse tópico, é uma reflexão sobre o mercado de hardware como um todo e uma fraqueza inquestionável denominada "Review". Migrei cegamente para AMD pois apenas vi reviews dos Ryzen 5000, não aguardando um tempo após seu lançamento e nem mesmo consultando fóruns. Sendo assim, fui me deparar com os problemas assim que recebi meu processador.

E sim, se QUALQUER review, abordasse ESTABILIDADE e uso diário, teríamos este problema relatado em algum momento, mas não é o caso, apenas vemos e ouvimos abordagens voltadas ao desempenho.

Se considerarmos os últimos 12 anos (2009 a 2021) a Intel lançou inúmeros processadores, sockets/chipsets e TODOS, eram estáveis no uso de periféricos e recursos de boost. Acredito eu, que após tanto tempo tendo como única diferença a ser mensurada, o desempenho, os reviewers tenham definido como premissa que essa estabilidade, está presente também em CPU's AMD, o que com certeza, não é o caso aqui.

Então sim, devido a um perfil de review datado, não temos informações claras sobre um produto, e se tratando dos processadores AMD, o único tópico abordado, é o desempenho, sendo assim, MUITO CUIDADO ao considerar uma migração para AMD, pois estes e outros problemas, não foram mencionados em nenhum review.

Alerto também para a qualidade mediana dos reviewers BR, que, nos últimos anos tem se multiplicado, porém, sem acrescentar qualidade ao cenário, apenas fazendo o bom e velho "mais do mesmo". Não vem ao caso mencionar, mas um reviewer BR chamou o 5900x de "Perfeito" e outro reviewer, avaliando uma 6800xt da Sapphire, simplesmente NÃO FALOU, sobre o principal recurso da placa, recurso este, ESTAMPADO na página principal do produto, o TriXXX Boost.

Posturas assim, criam um cenário pobre em termos de conteúdo, fazendo com que muitos consumidores, venham a dar passos errados ou até mesmo, não saber o que um produto tem a oferecer e/ou quais problemas pode trazer. Fiquem atentos.

Eu poderia me prolongar aqui, mas, não vem ao caso, acredito que meu alerta, tenha sido dado. Fiquem a vontade para qualquer esclarecimento.

Abraços!


Relato de primeira mão de quem montou, teve e usou plataformas AMD para +10 horas de uso direto diário – tanto profissional, para desenvolvimento de software e afins, quanto cotidiano – e operação 24/7 em segundo plano – para servir mídia e similares -- em 9 dos últimos 12 anos.

Primeiro, uma breve recapitulação sobre problemas relativamente recentes de estabilidade em plataformas Intel. Vamos lá:


Intel
  1. Deterioração de portas SATA 3Gbps no chipset Z68: problema no nível de hardware que causava uma perda gradual de performance até possível eventual “morte” das portas após um período de cerca de 3 anos. Foi amplamente admitido e comunicado pela Intel, com RMA para usuários afetados que quisessem participar do processo. Reviewers abordaram em escala.​
  2. Performance inconsistente com HPET (High Precision Event Timer) ativado em gerações de CPU baseadas em Skylake (pelo menos até Gen 8): provável combinação de hardware com firmware que fazia com que aplicações sensíveis (ex.: jogos) pudesse performar até ~38% menos caso HPET estivesse ligado forçadamente ou fosse o timer selecionado pelo SO/aplicação. Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram.​
  3. Instabilidade com recurso de HT (Hyper-Threading) ligado em gerações de CPU Skylake: problema corrigível em nível de microcode que causava segfaults intermitentes dependendo da sequência de instruções executadas. Foi corrigido cerca de 1 ano após o lançamento da Gen 6. Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram.​
  4. Instabilidade em adaptadores de rede 2.5Gb i225-V (Foxville) usados a partir do chipset Z490 e também em mobos AMD: inicialmente, a Intel proveu uma errata sobre o mau funcionamento da stepping B1 do adaptador quando operado em links com velocidade superior a 1Gb, com o problema estando corrigido na stepping B2 (que foi a usada efetivamente para lançamento de produtos finais). Todavia, inúmeros relatos existiram e ainda existem de problemas de desconexão intermitente e instabilidade geral mesmo com stepping B2 e firmware/drivers recentes. Conforme cobertura do website wccftech.com, mesmo na época de lançamento do adaptador com stepping B2, já estava previsto o B3 – que foi lançado e finalmente corrigiu as instabilidades. Experimentei esse em primeira mão. Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram.​
  5. Desabilitação e remoção dos recursos TSX (Transactional Synchronization Extensions) e SGX (Software Guard Extensions) em CPUs do segmento cliente após acúmulo de problemas e falta de eficácia: progressivamente, esses recursos foram sendo desabilitados (em alguns períodos, foram reativados, mas, depois, desabilitados novamente) até serem removidos completamente das CPUs do segmento cliente a partir da microarquitetura Ice Lake. Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram.​
  6. Instabilidade nas primeiras levas de microcode para correção de bugs de execução especulativa (classe Spectre) e perda permanente não desprezível de performance até gerações anteriores a Comet Lake: houve diversos tipos de instabilidade relacionados às primeiras levas de updates de BIOS/UEFI, e a degradação de performance das CPUs afetadas especificamente pela variante Meltdown é notória. Reviewers abordaram em escala.​
Certamente, não é uma lista exaustiva, mas, como pessoa que se interessa e acompanha exaustivamente changelogs, relatos e discussões em fóruns e demais mídias sociais de hardware/software, acredito que nenhum major ou widespread issue haja ficado de fora.

Pois bem; façamos agora uma recapitulação de problemas relativamente recentes (somente socket AM4) de estabilidade em plataformas AMD.


AMD
  1. Provável problema de hardware em CPUs Ryzen 1K (Zen1) que causam segfaults/BSODs intermitentes: inicialmente, nos fóruns e mídias sociais, acreditava-se ser um problema limitado a batches de produção até a semana ~24 de fabricação, com o sintoma de segfault/BSOD intermitente em Linux e Windows. Posteriormente, a AMD chegou a admitir o problema como sendo um “Linux Performance Marginality Problem” a ser corrigido via firmware/AGESA, o que já começou como diagnóstico/comentário errado já que também ocorria em Windows. Muitos usuários relataram e relatam problemas mesmo depois de todas as atualizações de AGESA para Ryzen 1K. Eu experimentei o problema em primeira mão com um 1800X, precisando passar por RMA (“no questions asked” com a descrição exaustiva que fiz). Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram.​
  2. Tecnologia de boost essencialmente quebrada/ineficaz em Ryzen 1K (Zen1): o Precision Boost da primeira geração Ryzen era notório por raramente ser ativado ou observável com comportamento esperado, só sendo efetivamente corrigido com as mudanças de hardware que chegaram com Ryzen 2K/Zen+. Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram.​
  3. Problema de compatibilidade e estabilidade de memórias (em todas as gerações, de Zen1 a Zen3): principalmente nas duas primeiras gerações Ryzen (1K e 2K), era notório como era quase impossível atingir com estabilidade sequer as frequências de memória dentro das specs stock das CPUs. Eu experimentei o problema em primeira mão nas 4 gerações Ryzen, com chipsets X470, B550 e X570, nunca conseguindo operar com estabilidade dentro dos timings XMP, com frequência dentro das specs stock das CPUs, mesmo com um kit Samsung B-die (era impossível passar >=6 passos completos de Passmark memtest sem falhar no teste #7). Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram.​
  4. Instabilidade ampla e geral nos ~6 primeiros meses após o lançamento de uma nova branch/major version de AGESA para suportar novas gerações de CPUs: a cada nova série AGESA para contemplar novas gerações Ryzen, os primeiros ~6 meses sempre foram um pesadelo de estabilidade, tanto para CPUs antigas quanto para as recém-lançadas. Funcionalidades consertadas em AGESAs recentes paravam de funcionar novamente e surgiam diversos problemas novos. Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram.​
  5. Instrução RDRAND, Ryzen Master, IOMMU e diversas funcionalidades UEFI quebradas nos primeiros meses de AGESA para Ryzen 3K (Zen2): a primeira série AGESA para contemplar as CPUs Ryzen 3K/Zen2 foi um verdadeiro show de horrores nos primeiros ~4-6 meses; a instrução RDRAND estava quebrada e Destiny 2, que dependia dela, ficou sem poder ser aberto até chegar o fix; o Ryzen Master não funcionava; grupos IOMMU (uma funcionalidade muito importante para quem lida com virtualização) ficaram amplamente quebrados; e outros problemas de diversas naturezas também se manifestaram. Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram, exceto pela questão do RDRAND, a qual foi mais amplamente comentada.​
  6. Problema intermitente de clock que não sobe acima de ~800MHz em alguns boots de CPUs Ryzen 3K (Zen2) e 5k (Zen3), necessitando reboot: em algumas ocasiões, as CPUs Ryzen ficavam fixadas com todos os núcleos rodando a 800MHz, sendo necessário um reboot para reestabelecer as frequências normais. Eu experimentei o problema em primeira mão diversas vezes com Ryzen 3K (Zen2) e 5K (Zen3), e conheço usuários que ainda tem o problema mesmo com as AGESAs atuais. Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram.​
  7. Problemas de clocks baixos e segfaults em APUs Raven Ridge (Zen+) e Renoir (Zen2): em fóruns e mídias sociais, bem como na mailing list do kernel do Linux, é notória a quantidade de usuários que frequentemente enfrenta segfaults/BSODs e clocks de GPU que deixam de subir acima da frequência mínima de idle até hoje. Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram.​
  8. Boost não confiável desde Ryzen 3K (Zen2), presente até o momento em Ryzen 5K (Zen3): a variabilidade de boost entre diferentes CPUs e mobos é notória, bem como a variabilidade entre diferentes execuções de um mesmo workload. Além disso, a frequência máxima de boost listada na caixa/specs é, em grande parte, uma piada, sendo raramente atingida – se atingida at all – em muitas CPUs; e quando o é, frequentemente se trata de um spike observado quando em idle, e não em load 1T ou 2T. Como se não bastasse isso, a “garantia” de atingir essa frequência máxima diz respeito a somente um dos núcleos, e a partir da geração Ryzen 3K/Zen2 não é mais possível saber out-of-the-box qual frequência de boost é um denominador comum entre todos os núcleos. Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram.​
  9. Problemas de desconexão/mau funcionamento USB em chipsets AMD e ASMedia (presente desde a primeira geração de CPUs e chipsets AM4, e mais graves a partir de Ryzen 3K/Zen2 e presentes até o momento mesmo em B550/X570 e Ryzen 5K/Zen3): esse é mais conhecido do público em geral e afeta todas as gerações Ryzen e chipsets AM4, mas é mais pronunciado de Ryzen 3K/Zen2 em diante. Ganhou reconhecimento oficial da AMD somente após anos de relatos de usuários e uma piora vertiginosa na situação com Zen3/X570/B550. Mesmo em suas comunicações oficiais a respeito, a AMD nunca especificou a natureza do que identificou como causa-raiz ou como tentou consertar o problema via AGESA. Nas mídias sociais, alguns usuários relatam que a solução foi eficaz, muitos tiveram alguma melhora, mas ainda enfrentam problemas, e outros muitos não obtiveram melhora significativa ou at all. Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram (houve cobertura extensa sobre os comunicados da AMD, mas não sobre identificação e/ou testes de correção do problema em si etc.). Problema histórico com chipsets/CPUs AMD.​
  10. Problemas de compatibilidade e performance inconsistente com alguns drives SATA e NVMe em X570: presente em muitos relatos e mídias sociais. Alguns poucos reviewers identificaram e/ou abordaram. Problema histórico com chipsets/CPUs AMD.​
  11. Problemas de estabilidade e performance inconsistente com algumas GPUs em Ryzen 3K (Zen2) e 5K (Zen3): experimentei em primeira mão alguns crashes com GPUs NVIDIA Ampere que sumiram completamente ao migrar para Rocket Lake/Z590, e um amigo próximo também deixou de ter diversos tipos de crashes em jogos, momentos de black screen intermitentes e outros problemas com uma 6900 XT quando também migrou para Z590. Desconheço cobertura de reviewers.​
  12. Problemas de estabilidade com WHEA 18 em CPUs Ryzen 5K (Zen3): esse é um verdadeiro pandemônio que assombra inúmeras pessoas em Reddit, fóruns da AMD etc. Experimentei em primeira mão com um 5950X/X570 e jamais foi possível resolver – a máquina podia demorar menos de um dia ou algumas semanas para tomar BSOD com WHEA 18, mas sempre tomava de novo e de novo. Foi meu basta à horrorosa experiência de 4 anos com o amaldiçoado socket AM4 e com os ~9 anos de precariedade geral com AMD; foi a prova cabal de que jamais se tratou de “aguardar o socket novo amadurecer”, mas, sim, de a AMD ser absolutamente incompetente para conceber e implementar plataformas estáveis para o segmento client.​


Nem todos os problemas são iguais – e para falar de estabilidade/confiabilidade de plataformas, é preciso analisar e comparar não apenas a quantidade de problemas, mas, também, seus impactos aos usuários, a natureza dos problemas (hardware ou software) e as tratativas por parte do fabricante, por exemplo. Dizer que “todos os fabricantes apresentam alguns problemas em seus produtos” é um truísmo completamente nocivo para qualquer discussão séria e prática, erguendo uma deplorável cortina de fumaça que nos desvia de qualquer análise objetiva e útil.

Notem que, para encontrar 6 problemas de alto impacto com Intel num passado “recente”, precisei ir até 2011 para buscar a falha de portas SATA com Z68 (problema esse que foi publicamente admitido e tratado) e incluir o problema do adaptador i225 (que é contornável ao optar-se por uma mobo mais recente ou que use outro adaptador ou ao adicionar um adaptador de rede discreto). Do contrário, a lista teria apenas 4 itens, dos quais um (Hyper-threading) foi solucionado completamente com atualizações de microcode, dois tiveram o aspecto de estabilidade completamente solucionado apesar de alguma redução permanente de performance/funcionalidade (Meltdown e SGX/TSX) e o último restante pode também haver sido efetivamente solucionado via microcode (HPET). Enquanto isso, a AMD tem 12 grandes problemas em AM4 com apenas 2 deles havendo sido solucionados ou sendo mais provavelmente solucionáveis (péssima branch de microcode inicial para Ryzen 3K/Zen2 e instabilidade geral de novas branches AGESA nos primeiros 6 meses).

(Houve um compatriota na thread que, para contrapor problemas sérios com AMD, comentou sobre um "problema" que enfrentou com Intel: a recusa da CPU/plataforma em operar bem com 6GB de memória, isto é, com pentes de capacidades diferentes. Olha...)


Conclusão

Em qualquer análise ou argumento digno do nome, é preciso estabelecer a conclusão com base nas premissas e seu desenvolvimento, sem ceder ao medo de desviar do “politicamente correto” ou chatear um ou outro grupo de pessoas (seja ele de usuários, reviewers, fabricantes e/ou quaisquer outros). Pois bem; havendo eu estabelecido as premissas que estabeleci, a conclusão é nítida e inescapável: a AMD é uma espécie de Multilaser das CPUs e plataformas, mas tem a vantagem de contar com uma boa dose de fanatismo por parte dos ALUCINADOS de mídias sociais e outra boa dose de análise tendenciosa e/ou incompetente de reviewers no Brasil e afora. Sinceramente, não dá para esperar muito do que temos em território tupiniquim; mas, tratando-se de uma nação tão precária quanto a nossa, qualquer reviewer minimamente ético e profissional teria justamente de fazer um esforço ordens de magnitude maior do que alguém do primeiro mundo para não recomendar PORCARIA a seus seguidores e prejudicá-los severamente. A AMD *NUNCA* soube fazer um chipset client MINIMAMENTE funcional e estável. Se eu tivesse de incluir e comentar mais detalhadamente sobre o pesadelo que foi conviver com SB600, SB700, SB710 e SB750, os quais nunca prestaram sequer para operar corretamente em AHCI e já apresentavam todo esse mau funcionamento com USB/SATA, trar-me-ia VERTIGEM e nojo – sem hipérbole nem sensacionalismo. E já passo mal ao sequer ouvir falar da BOMBA DE CALOR X570... É preciso passar muito álcool gel, sabão, cloro e cloroquina na boca antes de vir pagar de zoeiro “Intel 14nm huehuebr”.

Em casa, com dinheiro do meu bolso, AMD *não* entra mais de 2021 em diante – nem como peso de papel ou estampa de pano de chão. E para qualquer pessoa que venha me solicitar conselhos e direção sobre o que adquirir, farei *tudo* ao meu alcance para enterrar completamente a ideia de que AMD sequer merece figurar como opção. A experiência do inferno acabou, depois de 4 anos com AM4, com a migração para Intel Rocket Lake/Z590, lado esse que eu jamais deveria haver abandonado após os 3 anos com 3770K/Z77 que haviam me mostrado o que era uma plataforma confiável e funcional depois de tantas nojeiras com Athlon X2, Phenom, e por aí vai.

Para os eleitos que puderem ver a luz, sigam-na. Para os demais, meus pêsames. Mas saibam que existe computação confiável e de qualidade em cantos mais azuis. Um abraço! E parabéns ao autor do post original.​
 
Última edição:

Mesel

New Member
Registrado
Olá a todos.

Antes de me aprofundar, segue uma breve introdução sobre o que pretendo discorrer.

Em Agosto de 2020, após 15 anos de uso contínuo de plataformas Intel, resolvi (devido aos feedbacks de reviewers e usuários em geral) experimentar AMD, na ocasião, ZEN 2+ (3900x) e posteriomente, ZEN 3 (5900x e 5950x) Devido a alguns problemas com o ZEN 3 (X570 + 5900x/5950x) em Maio de 2021, voltei para o time Azul (Z590 + 10900k) Os motivos, serão detalhados nas seções abaixo.

Detalhes técnicos:

Sistemas utilizados no período (08/2020 a 05/2021)

Asus x570 Rog Crosshair VIII Hero + 3900x
DDR4 - Hyper X Savage 64GB(4x16) - HX426C15SBK4/64 | DDR4 - Dominator Platinum 32GB(4x8) - CMT32GX4M4C3200C16
2080 Super

Asus x570 Rog Crosshair VIII Hero + 5900x
DDR4 - Hyper X Savage 64GB(4x16) - HX426C15SBK4/64 | DDR4 - Dominator Platinum 32GB(4x8) - CMT32GX4M4C3200C16
2080 Super | 6800xt | 6900xt

Asus x570 Rog Crosshair VIII Hero + 5950x
DDR4 - Dominator Platinum 32GB(4x8) - CMT32GX4M4C3200C16
6900xt

Asus x570 Rog Crosshair VIII Formula + 5950x
DDR4 - Dominator Platinum 32GB(4x8) - CMT32GX4M4C3200C16
6900xt

Problemas Primários:

USB: Desconectividade e falhas funcionais:
Dois dos meus dos meus dispositivos USB/Storage, deixaram de funcionar.

Gaveta para HD SATA 2.5 - 2139U3 - https://www.oricobr.com/storage/cas...HLdOT7k6KtQkD3S6eySr-Fq_og6FCeusaAjhKEALw_wcB
Passou a não ser possível utilizar essa enclousure em todas as plataformas AMD que testei. Funcionava antes, com meu i7 extreme 6950x e voltou a funcionar com meu 10900k.

Pen Drive HP X750W 64GB, USB 3.1 - HPFD750W-64 - https://www.kabum.com.br/cgi-local/...0ifLFSOwCAMhilUlKueeE_gXUSKuDH6AaAuH-EALw_wcB
Passou a não ser possível utilizar este Pen Drive em todas as plataformas AMD que testei. Funcionava antes, com meu i7 extreme 6950x e voltou a funcionar com meu 10900k.

Assim que me deparei com os problemas, iniciei uma busca na internet e percebi que existe um problema crônico entre a AMD/Agesa e dispositivos USB em geral. Durante todo o período, 4 BIOS (Fevereiro a Maio 2021) para minhas placas mãe (tanto para a Hero quanto para a Formula) traziam em seu release notes, a informação de que os problemas com dispositivos USB, estavam solucionados, infelizmente, não foi o caso.

Aos interessados, existem diversas threads em diversos forúns, mencionando não apenas problemas como os acima, mas diversos outros, basta fazer uma busca por: amd usb connectivity issue.

==============================================================================================================================

WHEA Logger Event ID 18: Meu principal pesadelo e incômodo. Existe uma falha no algoritmo de Boost da AMD (Core Performance Boost/Precision Boost e Precision Boost Overdrive) Quando em idle, devido a redução térmica e consumo, os clocks dos processadores ZEN 3 em uso, recebem um boost além do especificado como boost máximo na caixa e na ocasião, reiniciam o sistema, as vezes com BSOD a vezes sem, mas sempre trazendo o evento 18, no gerenciador de logs do sistema.



Alguns usuários reportaram também o ocorrido, com CPU's Zen 2/Zen 2+. Nunca foi o meu caso, o 3900x funcionava com os recursos mencionados, sem problemas, porém, nunca passava de 4.6, boost máximo especificado na caixa. Já os CPU's Zen 3, 5900x e 5950x, sempre iam além do clock máximo da caixa (4.8 e 4.9 respectivamente) nessas ocasiões, clocks de 5.0~5.1 foram observados em ambos os processadores.

O que ocorre aqui, é que os processadores Zen2, contam apenas com o Precision Boost e não com a versão overdrive, e seu comportamento, raramente chega, no boost máximo especificado, ao contrário do Zen3, que vai além, e talvez por isso, venha a ficar instável.

Bom, uma vez com o problema, a única solução é o uso de clock fixo, sim, ÚNICA, diversos consumidores recorreram ao RMA e mesmo assim, seguiram com o problema, infelizmente, é inerente a arquitetura do Zen3. O Uso de clock fixo implica no fato de que não haverá redução na frequência quando o sistema estiver em idle, e não haverá a vantagem de contar com o boost dos cores ativos, quando o sistema estiver em load (jogos por exemplo)

O principal ônus do clock fixo, é a redução de performance, quando o PBO está ativo (5900x e 5950x) os cores em uso nos jogos, sobem muito bem, indo a frequências bem altas e trazendo desempenho superior (4.7~5.0) O Clock fixo, implica em uma frequência consideravelmente menor (por volta de 4.5~4.6) para todos os cores, ou cores escolhidos. Essa medida, traz benefício para as tarefas multi-thread, mas, prejudica jogos e aplicações que fazem uso de poucos núcleos. E, o que na minha opinião, é inaceitável, é que a AMD não se pronuncia sobre o caso. Ela concede RMA a todos que solicitam informando o problema, mas, segue vendendo um produto com um recurso comprometido. E, sinceramente, isso não se distancia de um crime.

É possível utilizar clock fixo, sim, claro, mas o ponto é, no preço do processador, o custo do recurso, está imbutido e a AMD o vende e faz marketing em cima.

O erro em questão, além de grave, acomete um número altíssimo de consumidores dos Zen3, eu acredito, que TODOS os chips estão comprometidos, porém, muitos usuários apenas não sabem que passam pelo problema, ou, utilizam clock fixo em seus setups.

Da mesma forma que sobre o problema dos dispositivos USB, o problema dos reboots espontâneos também é absurdamente comentado em diversos fóruns, incluindo o da AMD. Esta que por sua vez, mesmo após diversas queixas e RMA's por conta disso, jamais veio a se pronunciar.

Até que, no dia 17/05 a AMD anuncio uma segunda revisão para a Família Zen 3, alegando que esta revisão, trará apenas benefícios associados a logística e produção. Bom, não é de hoje que a AMD tem a postura que tem, então, eu prontamente alertei no fórum AMD, que se trata possivelmente de uma correção para o problema, mas logicamente, sem que a AMD declare isso, evitando assim, uma ação judicial coletiva.

Matéria: https://videocardz.com/newz/amd-con...-no-functionality-or-performance-improvements
Meu post no fórum AMD: https://community.amd.com/t5/proces...-get-a-quot-silent-fix-quot/m-p/471392#M41142

Os resultados de busca no Google, por Whea Event ID 18, são alarmantes. Deixo alguns dos principais tópicos sobre o problema e toda a saga que afeta os prejudicados. A busca por tópicos com WHEA, no fórum AMD, também traz resultados alarmantes.



==============================================================================================================================

Minhas considerações:

Imaginem-se com um 5900x/5950x e uma placa mãe topo de linha lidando com um sistema que NÃO fica estável em idle, te impedindo de fazer o BÁSICO em um computador, que é o uso convencional. Não há desempenho que compense isso. E, sendo bem sincero, mas não querendo tratar este assunto aqui, os processadores das gerações 10 e 11 da Intel, dão um BANHO em maturidade de Chipset e tecnologias de Boost, o nível de controle, é impecável.

Sendo prático e objetivo, obviamente, a principal culpada aqui, é a AMD, especialmente por não se pronunciar diante de tal situação. Intel e Nvidia em situações equivalentes, vieram a público prontamente. Nvidia sobre o problema da GTX 970 e Intel sobre as falhas de segurança encontradas em 2017.

Porém, o que quero trazer com esse tópico, é uma reflexão sobre o mercado de hardware como um todo e uma fraqueza inquestionável, denominada "Review". Migrei cegamente para AMD pois apenas vi reviews dos Ryzen 5000, não aguardando um tempo após seu lançamento e nem mesmo consultando fóruns. Sendo assim, fui me deparar com os problemas assim que recebi meu processador.

E sim, se QUALQUER review, abordasse ESTABILIDADE e uso diário, teríamos este problema relatado em algum momento, mas não é o caso, apenas vemos e ouvimos abordagens voltadas ao desempenho.

Se considerarmos os últimos 12 anos (2009 a 2021) a Intel lançou inúmeros processadores, sockets/chipsets e TODOS, eram estáveis no uso de periféricos e recursos de boost. Acredito eu, que após tanto tempo tendo como única diferença a ser mensurada, o desempenho, os reviewers tenham definido como premissa que essa estabilidade, está presente também em CPU's AMD, o que com certeza, não é o caso aqui.

Então sim, devido a um perfil de review datado, não temos informações claras sobre um produto, e se tratando dos processadores AMD, o único tópico abordado, é o desempenho, sendo assim, MUITO CUIDADO ao considerar uma migração para AMD, pois estes e outros problemas, não foram mencionados em nenhum review.

Alerto também para a qualidade mediana dos reviewers BR, que, nos últimos anos tem se multiplicado, porém, sem acrescentar qualidade ao cenário, apenas fazendo o bom e velho "mais do mesmo". Não vem ao caso mencionar, mas um reviewer BR chamou o 5900x de "Perfeito" e outro reviewer, avaliando uma 6800xt da Sapphire, simplesmente NÃO FALOU, sobre o principal recurso da placa, recurso este, ESTAMPADO na página principal do produto, o TriXXX Boost.

Posturas assim, criam um cenário pobre em termos de conteúdo, fazendo com que muitos consumidores, venham a dar passos errados ou até mesmo, não saber o que um produto tem a oferecer e/ou quais problemas pode trazer. Fiquem atentos.

Eu poderia me prolongar aqui, mas, não vem ao caso, acredito que meu alerta, tenha sido dado. Fiquem a vontade para qualquer esclarecimento.

Abraços!
Cara eu concordo contigo, sou ex usuário Intel e dá um banho grande na AMD na parte de soft, o problema é que dão bola demais pra AMD a tornando a queridinha do mercado fazendo com que lancem produtos não lapidados e sem falar na parte de soft mal acabada, sendo necessário agesa sobre agesa pra corrigir os problema.

Usava um 9700k , sinto saudade no aspecto ajuste, era 1+1 = 2 e acabou tudo girava redondo, nesse 5800x cada agesa que sai é um ajuste novo entre outras mazelas, reparam uma coisa quebram outra.

te entendo perfeitamente parabens pela qualidade do texto, vc saiu da potencia que dizem ter, pelo conforto.
 

Electric Squall

Will is everything !
Registrado
Cara eu concordo contigo, sou ex usuário Intel e dá um banho grande na AMD na parte de soft, o problema é que dão bola demais pra AMD a tornando a queridinha do mercado fazendo com que lancem produtos não lapidados e sem falar na parte de soft mal acabada, sendo necessário agesa sobre agesa pra corrigir os problema.

Usava um 9700k , sinto saudade no aspecto ajuste, era 1+1 = 2 e acabou tudo girava redondo, nesse 5800x cada agesa que sai é um ajuste novo entre outras mazelas, reparam uma coisa quebram outra.

te entendo perfeitamente parabens pela qualidade do texto, vc saiu da potencia que dizem ter, pelo conforto.
Obrigado!

De fato.

Acabei não incluindo no texto, esses "por menores" comentados por você, mas sim, não se compara. Entretanto, mesmo em relação a desempenho, com exceção do Multi Thread, não existe diferença significativa e inclusive, meu 10900k se comporta melhor em jogos, do que meus antigos 5900x/5950x. Mas, dada a péssima qualidade exposta pelos reviews, essa percepção, é observada somente na prática.
 
Última edição:

Carlim Garcia

New Member
Registrado
De fato.

Acabei não incluindo no texto, esses "por menores" comentados por você, mas sim, não se compara. Entretanto, mesmo em relação a desempenho, com exceção do Multi Thread, não existe diferença significativa e inclusive, meu 10900k se comporta melhor em jogos, do que meus antigos 5900x/5950x. Mas, dada a péssima qualidade exposta pelos reviews, essa percepção, é observada somente na prática.
Também sou ex usuário de Intel após abandonar a 10ªGen, fui pra um 5900x e felizmente n sofri grande parte dos problemas que a comunidade reportou com esses Ryzen, alguns q até inviabilizaram o uso. Posso dizer que sou um pupilo do Mesel após ele ter me ajudado DEMAIS pra configurar o processador, sinto muito a falta do conforto e da extrema facilidade pra ajustar que a Intel oferece. O lado azul pode ter um pequeno problema com temperatura, mas depois de resolvido é sossego; Lado vermelho é dor de cabeça demais pra ajustar até resolver e ficar lapidado pro modo que vc quer utilizar o processador (e como o Mesel falou, as vezes precisa reconfigurar por causa de updates)
 

m6kill

...
Registrado
AMD é pra quem curte fortes emoções e dores de cabeça. Intel pode ser o que for(empresa mercenária, que joga sujo etc como muitos dizem) mas ao menos seu processadores funcionam em 99% dos casos sem problemas e instabilidades.
 

snapdragon888

New Member
Registrado
Também tem mais uma: CPUs que é só encaixar e gg

AMD mantém o mesmo socket desde 2017? Sim, mas agora você tem que ver uma extensa lista de compatibilidade pra saber se a CPU vai funcionar ou não com determinado chipset, se pode funcionar com atualização de BIOS pra sua placa mãe específica, se for comprar placa mãe tem que ver se a BIOS já vem atualizada pra tal CPU...

Ah, e por falar em encaixe, o encaixe dos Intel é muito superior ao mecanismo dos AMD, que tem a chance de mudar isso agora com um novo soquete AM5. Já vi incontáveis relatos de gente que entortou pino do processador porque a pasta térmica tinha colado o IHS no dissipador, puxou com força e veio com tudo. Eu quase fui um desses, mas por sorte saiu ilesa a CPU :haha:
 
Última edição:

maur0

Active Member
Registrado
sera que com win 11 a amd vai da melhorada nos driver usb dela e deixa sistema mais estavel? @Electric Squall @atakeon ou vai continuar mesma coisa oque vcs acham? em outubro sai win11 RTM
 
Última edição:

atakeon

Since 2007
Registrado
Em primeiríssimo lugar. Obrigado, obrigado, obrigado e obrigado!!! Seu relato é uma contribuição imensurável, para toda a comunidade que como nós, adoramos hardware, setups, configs, e afins. Pois exatamente como mencionou, ninguém, ou não tem conhecimento do problema ou não tem a coragem de tecer um relato como o seu. Parabéns!!!
Eu mesmo, troquei meu setup há poucos dias por assim dizer, e quase, digo quase mesmo, fui para a plataforma AMD depois de mais de uma década utilizando somente plataforma INTEL. Só não fui porque meio que sem querer acabei iniciando a troca do setup, rumo à plataforma Intel mais uma vez, hehehehe. E pelo visto, ainda bem, não é mesmo?!?
Bom para ser muitíssimo breve, pois se eu for contar toda a história, tenho que lançar um livro, hehehehehe, iniciou-se em 2000 com um tal de Athlon Tunderbird, isso mesmo ano 2000 (dois mil), ou seja há 21 (vinte e um) anos atrás. Mas o que me fez definitivamente concluir que AMD só se for ganhado absolutamente de graça sem absolutamente nenhum custo, R$0,00 ou então nada feito, foi o que vou resumir em uma palavra, "SPIDER", para os que são do meio há pelos menos de uns 15 (quinze) anos pra cá (no meu caso, sou do meio desde 1984), sabem muitíssimo bem do que estou falando. Resumindo se você tivesse, processador AMD, chipset AMD e GPU AMD, então você teria um conjunto denominado "o fantástico e maravilhoso SPIDER", que prometia mundos e fundos em desempenho e etc. Na ocasião, gastei o que eu tinha e o que eu não tinha pra comprar um SPIDER esperando que o desempenho no meu então Need For Speed ProStreet 2007 fosse às alturas. Mas pra minha enorme infelicidade, ao terminar de montar, instalar o jogo e jogar, só não joguei todo o setup na parede porque como eu disse, gastei o que eu tinha e o que eu não tinha pra montar, e tinha que vender o mais rápido que fosse possível pra tentar recuperar pelo menos uma parte do que havia gasto.
Desde então, como já mencionei, jurei de pé junto que nunca mais teria um AMD, a não que me fosse dado, e não só o processador, pra eu usar AMD novamente na minha vida, tenho que ganhar absolutamente de graça, R$0,00 o setup todo, se não nada feito. Não sou capaz de gastar um único centavo R$0,01 num setup AMD.
E também como mencionei no início desse post, dessa vez eu quase, mas quase mesmo fui pra AMD principalmente por conta dos, como muito bem citou nosso amigo @Electric Squall, "maravilhosos" reviews espalhados internet à fora.

É isso, tá aí meu resumidíssimo relato a respeito, que se soma ao do amigo e que pra mim, só me fez ainda mais ter certeza de que AMD realmente nunca mais, e mais ainda que INTEL é INTEL!!!

Abs.
 
Última edição:

Raijinshuu

Oi
Registrado
Eu utilizo AMD faz alguns anos (3600 e hoje 5800X) e não tive nenhum problema relatado, além do 5800X esquentar horrores, mas faz parte.

Hoje minha decisão de utilizar somente AMD se resume à um único motivo: socket.

Enquanto a AMD valoriza o socket, a Intel decide mudar o socket a cada ciclo lunar. Antes de utilizar AMD, eu tinha um i5 6400 e pretendia trocar na sétima geração por um i7. Até a Intel aparecer com um socket novo e limitar o suporte, meu plano foi agua abaixo e fiquei por anos com o 6400, me recusei a trocar a placa mãe por conta disso.

Irei "banir" a Intel da minha vida? Não, se o custo x beneficio foi melhor, chuto o balde e troco o kit para um que dure anos.

Seu relato faz sentido, mas com uma concorrência saudável quem sai ganhando é o consumidor.
 

maur0

Active Member
Registrado
parece q ajeitaram os amd
podem volta a usa AMD agora hauhauaha
 

blb91

Under the lights we stand tall
Registrado
Olá a todos.

Antes de me aprofundar, segue uma breve introdução sobre o que pretendo discorrer.

Em Agosto de 2020, após 15 anos de uso contínuo de plataformas Intel, resolvi (devido aos feedbacks de reviewers e usuários em geral) experimentar AMD, na ocasião, ZEN 2+ (3900x) e posteriomente, ZEN 3 (5900x e 5950x) Devido a alguns problemas com o ZEN 3 (X570 + 5900x/5950x) em Maio de 2021, voltei para o time Azul (Z590 + 10900k) Os motivos, serão detalhados nas seções abaixo.

Detalhes técnicos:

Sistemas utilizados no período (08/2020 a 05/2021)

Asus x570 Rog Crosshair VIII Hero + 3900x
DDR4 - Hyper X Savage 64GB(4x16) - HX426C15SBK4/64 | DDR4 - Dominator Platinum 32GB(4x8) - CMT32GX4M4C3200C16
2080 Super

Asus x570 Rog Crosshair VIII Hero + 5900x
DDR4 - Hyper X Savage 64GB(4x16) - HX426C15SBK4/64 | DDR4 - Dominator Platinum 32GB(4x8) - CMT32GX4M4C3200C16
2080 Super | 6800xt | 6900xt

Asus x570 Rog Crosshair VIII Hero + 5950x
DDR4 - Dominator Platinum 32GB(4x8) - CMT32GX4M4C3200C16
6900xt

Asus x570 Rog Crosshair VIII Formula + 5950x
DDR4 - Dominator Platinum 32GB(4x8) - CMT32GX4M4C3200C16
6900xt

Problemas Primários:

USB: Desconectividade e falhas funcionais:
Dois dos meus dos meus dispositivos USB/Storage, deixaram de funcionar.

Gaveta para HD SATA 2.5 - 2139U3 - https://www.oricobr.com/storage/cas...HLdOT7k6KtQkD3S6eySr-Fq_og6FCeusaAjhKEALw_wcB
Passou a não ser possível utilizar essa enclousure em todas as plataformas AMD que testei. Funcionava antes, com meu i7 extreme 6950x e voltou a funcionar com meu 10900k.

Pen Drive HP X750W 64GB, USB 3.1 - HPFD750W-64 - https://www.kabum.com.br/cgi-local/...0ifLFSOwCAMhilUlKueeE_gXUSKuDH6AaAuH-EALw_wcB
Passou a não ser possível utilizar este Pen Drive em todas as plataformas AMD que testei. Funcionava antes, com meu i7 extreme 6950x e voltou a funcionar com meu 10900k.

Assim que me deparei com os problemas, iniciei uma busca na internet e percebi que existe um problema crônico entre a AMD/Agesa e dispositivos USB em geral. Durante todo o período, 4 BIOS (Fevereiro a Maio 2021) para minhas placas mãe (tanto para a Hero quanto para a Formula) traziam em seu release notes, a informação de que os problemas com dispositivos USB, estavam solucionados, infelizmente, não foi o caso.

Aos interessados, existem diversas threads em diversos forúns, mencionando não apenas problemas como os acima, mas diversos outros, basta fazer uma busca por: amd usb connectivity issue.

==============================================================================================================================

WHEA Logger Event ID 18: Meu principal pesadelo e incômodo. Existe uma falha no algoritmo de Boost da AMD (Core Performance Boost/Precision Boost e Precision Boost Overdrive) Quando em idle, devido a redução térmica e consumo, os clocks dos processadores ZEN 3 em uso, recebem um boost além do especificado como boost máximo na caixa e na ocasião, reiniciam o sistema, as vezes com BSOD a vezes sem, mas sempre trazendo o evento 18, no gerenciador de logs do sistema.



Alguns usuários reportaram também o ocorrido, com CPU's Zen 2/Zen 2+. Nunca foi o meu caso, o 3900x funcionava com os recursos mencionados, sem problemas, porém, nunca passava de 4.6, boost máximo especificado na caixa. Já os CPU's Zen 3, 5900x e 5950x, sempre iam além do clock máximo da caixa (4.8 e 4.9 respectivamente) nessas ocasiões, clocks de 5.0~5.1 foram observados em ambos os processadores.

O que ocorre aqui, é que os processadores Zen2, contam apenas com o Precision Boost e não com a versão overdrive, e seu comportamento, raramente chega, no boost máximo especificado, ao contrário do Zen3, que vai além, e talvez por isso, venha a ficar instável.

Bom, uma vez com o problema, a única solução é o uso de clock fixo, sim, ÚNICA, diversos consumidores recorreram ao RMA e mesmo assim, seguiram com o problema, infelizmente, é inerente a arquitetura do Zen3. O Uso de clock fixo implica no fato de que não haverá redução na frequência quando o sistema estiver em idle, e não haverá a vantagem de contar com o boost dos cores ativos, quando o sistema estiver em load (jogos por exemplo)

O principal ônus do clock fixo, é a redução de performance, quando o PBO está ativo (5900x e 5950x) os cores em uso nos jogos, sobem muito bem, indo a frequências bem altas e trazendo desempenho superior (4.7~5.0) O Clock fixo, implica em uma frequência consideravelmente menor (por volta de 4.5~4.6) para todos os cores, ou cores escolhidos. Essa medida, traz benefício para as tarefas multi-thread, mas, prejudica jogos e aplicações que fazem uso de poucos núcleos. E, o que na minha opinião, é inaceitável, é que a AMD não se pronuncia sobre o caso. Ela concede RMA a todos que solicitam informando o problema, mas, segue vendendo um produto com um recurso comprometido. E, sinceramente, isso não se distancia de um crime.

É possível utilizar clock fixo, sim, claro, mas o ponto é, no preço do processador, o custo do recurso, está imbutido e a AMD o vende e faz marketing em cima.

O erro em questão, além de grave, acomete um número altíssimo de consumidores dos Zen3, eu acredito, que TODOS os chips estão comprometidos, porém, muitos usuários apenas não sabem que passam pelo problema, ou, utilizam clock fixo em seus setups.

Da mesma forma que sobre o problema dos dispositivos USB, o problema dos reboots espontâneos também é absurdamente comentado em diversos fóruns, incluindo o da AMD. Esta que por sua vez, mesmo após diversas queixas e RMA's por conta disso, jamais veio a se pronunciar.

Até que, no dia 17/05 a AMD anuncio uma segunda revisão para a Família Zen 3, alegando que esta revisão, trará apenas benefícios associados a logística e produção. Bom, não é de hoje que a AMD tem a postura que tem, então, eu prontamente alertei no fórum AMD, que se trata possivelmente de uma correção para o problema, mas logicamente, sem que a AMD declare isso, evitando assim, uma ação judicial coletiva.

Matéria: https://videocardz.com/newz/amd-con...-no-functionality-or-performance-improvements
Meu post no fórum AMD: https://community.amd.com/t5/proces...-get-a-quot-silent-fix-quot/m-p/471392#M41142

Os resultados de busca no Google, por Whea Event ID 18, são alarmantes. Deixo alguns dos principais tópicos sobre o problema e toda a saga que afeta os prejudicados. A busca por tópicos com WHEA, no fórum AMD, também traz resultados alarmantes.



==============================================================================================================================

Minhas considerações:

Imaginem-se com um 5900x/5950x e uma placa mãe topo de linha lidando com um sistema que NÃO fica estável em idle, te impedindo de fazer o BÁSICO em um computador, que é o uso convencional. Não há desempenho que compense isso. E, sendo bem sincero, mas não querendo tratar este assunto aqui, os processadores das gerações 10 e 11 da Intel, dão um BANHO em maturidade de Chipset e tecnologias de Boost, o nível de controle, é impecável.

Sendo prático e objetivo, obviamente, a principal culpada aqui, é a AMD, especialmente por não se pronunciar diante de tal situação. Intel e Nvidia em situações equivalentes, vieram a público prontamente. Nvidia sobre o problema da GTX 970 e Intel sobre as falhas de segurança encontradas em 2017.

Porém, o que quero trazer com esse tópico, é uma reflexão sobre o mercado de hardware como um todo e uma fraqueza inquestionável, denominada "Review". Migrei cegamente para AMD pois apenas vi reviews dos Ryzen 5000, não aguardando um tempo após seu lançamento e nem mesmo consultando fóruns. Sendo assim, fui me deparar com os problemas assim que recebi meu processador.

E sim, se QUALQUER review, abordasse ESTABILIDADE e uso diário, teríamos este problema relatado em algum momento, mas não é o caso, apenas vemos e ouvimos abordagens voltadas ao desempenho.

Se considerarmos os últimos 12 anos (2009 a 2021) a Intel lançou inúmeros processadores, sockets/chipsets e TODOS, eram estáveis no uso de periféricos e recursos de boost. Acredito eu, que após tanto tempo tendo como única diferença a ser mensurada, o desempenho, os reviewers tenham definido como premissa que essa estabilidade, está presente também em CPU's AMD, o que com certeza, não é o caso aqui.

Então sim, devido a um perfil de review datado, não temos informações claras sobre um produto, e se tratando dos processadores AMD, o único tópico abordado, é o desempenho, sendo assim, MUITO CUIDADO ao considerar uma migração para AMD, pois estes e outros problemas, não foram mencionados em nenhum review.

Alerto também para a qualidade mediana dos reviewers BR, que, nos últimos anos tem se multiplicado, porém, sem acrescentar qualidade ao cenário, apenas fazendo o bom e velho "mais do mesmo". Não vem ao caso mencionar, mas um reviewer BR chamou o 5900x de "Perfeito" e outro reviewer, avaliando uma 6800xt da Sapphire, simplesmente NÃO FALOU, sobre o principal recurso da placa, recurso este, ESTAMPADO na página principal do produto, o TriXXX Boost.

Posturas assim, criam um cenário pobre em termos de conteúdo, fazendo com que muitos consumidores, venham a dar passos errados ou até mesmo, não saber o que um produto tem a oferecer e/ou quais problemas pode trazer. Fiquem atentos.

Eu poderia me prolongar aqui, mas, não vem ao caso, acredito que meu alerta, tenha sido dado. Fiquem a vontade para qualquer esclarecimento.

Abraços!
Eu gosto da AMD.
Eles tem um bug no driver de usb 3.1, só não instalar ele que é vitória.
 

Electric Squall

Will is everything !
Registrado
Em primeiríssimo lugar. Obrigado, obrigado, obrigado e obrigado!!! Seu relato é uma contribuição imensurável, para toda a comunidade que como nós, adoramos hardware, setups, configs, e afins. Pois exatamente como mencionou, ninguém, ou não tem conhecimento do problema ou não tem a coragem de tecer um relato como o seu. Parabéns!!!
Eu mesmo, troquei meu setup há poucos dias por assim dizer, e quase, digo quase mesmo, fui para a plataforma AMD depois de mais de uma década utilizando somente plataforma INTEL. Só não fui porque meio que sem querer acabei iniciando a troca do setup, rumo à plataforma Intel mais uma vez, hehehehe. E pelo visto, ainda bem, não é mesmo?!?
Bom para ser muitíssimo breve, pois se eu for contar toda a história, tenho que lançar um livro, hehehehehe, iniciou-se em 2000 com um tal de Athlon Tunderbird, isso mesmo ano 2000 (dois mil), ou seja há 21 (vinte e um) anos atrás. Mas o que me fez definitivamente concluir que AMD só se for ganhado absolutamente de graça sem absolutamente nenhum custo, R$0,00 ou então nada feito, foi o que vou resumir em uma palavra, "SPIDER", para os que são do meio há pelos menos de uns 15 (quinze) anos pra cá (no meu caso, sou do meio desde 1984), sabem muitíssimo bem do que estou falando. Resumindo se você tivesse, processador AMD, chipset AMD e GPU AMD, então você teria um conjunto denominado "o fantástico e maravilhoso SPIDER", que prometia mundos e fundos em desempenho e etc. Na ocasião, gastei o que eu tinha e o que eu não tinha pra comprar um SPIDER esperando que o desempenho no meu então Need For Speed ProStreet 2007 fosse às alturas. Mas pra minha enorme infelicidade, ao terminar de montar, instalar o jogo e jogar, só não joguei todo o setup na parede porque como eu disse, gastei o que eu tinha e o que eu não tinha pra montar, e tinha que vender o mais rápido que fosse possível pra tentar recuperar pelo menos uma parte do que havia gasto.
Desde então, como já mencionei, jurei de pé junto que nunca mais teria um AMD, a não que me fosse dado, e não só o processador, pra eu usar AMD novamente na minha vida, tenho que ganhar absolutamente de graça, R$0,00 o setup todo, se não nada feito. Não sou capaz de gastar um único centavo R$0,01 num setup AMD.
E também como mencionei no início desse post, dessa vez eu quase, mas quase mesmo fui pra AMD principalmente por conta dos, como muito bem citou nosso amigo @Electric Squall, "maravilhosos" reviews espalhados internet à fora.

É isso, tá aí meu resumidíssimo relato a respeito, que se soma ao do amigo e que pra mim, só me fez ainda mais ter certeza de que AMD realmente nunca mais, e mais ainda que INTEL é INTEL!!!

Abs.

Magina meu caro. Me senti no dever de compartilhar essa experiência. E como mencionado, o foco é alertar sobre o nível de informação que corre entre os reviewers, muito diferente dos relatos pós compra, dentro dos fóruns.

Eu não diria NÃO, a AMD, apenas por conta do problema em si, mas a postura totalmente omissa, é um problema. A Empresa sabe da falha e nada diz, nada faz. Não há como se sentir confortável com produtos de uma empresa assim.
 

stti

New Member
Registrado
Desde os primeiros Ryzen é assim, plataforma que simplesmente não funciona, tem que ficar pesquisando e fazendo pesquisa pra funcionar e olhe lá ou ter sorte. A AMD sempre foi uma lástima em software, até mesmo as gpu's é uma canseira apesar de terem melhorado.
 
Última edição:

zVilela

Oreia de Aprendiz
Registrado
Minha unica insatisfação com a AMD até o momento, se chama XMP
Cara, vai toma no ..., comprar memorias e ter que ficar ajustando manual, dor de cabeça do barai, mas enfim, talvez ai com os 5xxx isso ja tenha sido resolvido
Nem pesquisei mais sobre, porque ja fiquei 1 ano tentando acertar as memorias de forma satisfatoria, então se resolveram, felicidades a quem tem nova geração, que meu dinheiro vai demorar ser gasto em setup novamente :bem:
 

Leandro

Safra 2004
Registrado
Eu usei Intel de 2013 até 2020.

Antes disso usei AMD. Voltei para AMD.

Não tive problemas. Só o bug do USB desconectando que, em algum momento, simplesmente parou.
 

geangustavo

New Member
Registrado
Sempre tive intel desde 2002, e confesso que fiquei com medo de pegar AMD, mas graças a Deus, até agora não tive qualquer problema ou bug, mas não é porque eu não tive problema que outras pessoas não está tendo.
 

fabriciobarcelos

Boomer
Registrado
Só o fato de muita gente atualizar CPU sem precisar trocar a placa mão já da a AMD uma grande vantagem na decisão de um setup
Tive o FX6300 que chegou um momento que comia poeira, migrei para o intel sétima geração e fui desde i5 até um i7 7700 para estagnar em um 4C... veio a oitava geração que era 1151 mas não poderia fazer upgrade pois a dona Intel avacalha com a nossa cara...
Então fui para um 3700X feliz e contente sabendo que quando eu quiser posso fazer upgrade para um 5950X sem precisar trocar a placa mãe

Claro que percebemos que a intel tem mudado um pouco as coisas, a concorrência bateu na porta e que fica parado perde venda. Mas ainda continua a palhaçada de uma geração um socket e isso cansa
 

yusuque

Member
Registrado
Eu usei um i5 3570 por uns 7 anos e fiquei com medo de ir para AMD ryzen 5 3600. Realmente eu tive a sensação que a intel algumas coisinhas são mais ajustadas e tal, mas no meu caso pelo menos não tive problemas com essa nova plataforma e hoje com drivers mais atuais estou achando que tudo funciona muito bem. Eu gostei desses 10400 e 11400 mas creio que hoje não valha a pena trocar. Mas daqui 1 ou 2 anos penso em voltar a Intel, claro, se tiver custo benefício como estão hoje esses que citei.
 

fabriciobarcelos

Boomer
Registrado
Eu usei um i5 3570 por uns 7 anos e fiquei com medo de ir para AMD ryzen 5 3600. Realmente eu tive a sensação que a intel algumas coisinhas são mais ajustadas e tal, mas no meu caso pelo menos não tive problemas com essa nova plataforma e hoje com drivers mais atuais estou achando que tudo funciona muito bem. Eu gostei desses 10400 e 11400 mas creio que hoje não valha a pena trocar. Mas daqui 1 ou 2 anos penso em voltar a Intel, claro, se tiver custo benefício como estão hoje esses que citei.

Quem sabe até lá a Intel muda essa historia de uma geração um socket...
 

marcelocruz

R52600+5600XT
Registrado
AMD ainda não resolveu todos os problemas muito específicos que ocorrem. A microarquitetura foi lançada em 2017 e acho que problemas como estes já não deveriam mesmo acontecer mais. E os relatos não param todos os dias pela internet. Eu tive 3 Ryzens e nenhum problema nesse sentido, mas sei que eles existem.
 

-Kbça-

Engenheiro de Software
Registrado
Quanta asneira...
Todo mundo está passivel de ter problemas, isso seria algo a se considerar se todos os usuários que comprassem as cpus o tivessem, como não ocorre, já Elvis.
- Ain mais meu cpu não funciona direito.

E daí? O meu funciona e isso que importa.

Não tá satisfeito muda de marca, agora esse chororó para chamar a atenção é patético.
 

ViTosS1

RAM Overclocker
Banido
A Fanboiada da Intel tá tomando tanto da AMD que agora cria tópicos inúteis e ainda coloca na assinatura : "Porque deixei a plataforma!" Oque ocorre é que o trem vermelho da performance passou por cima das frigideiras ultra high performance 22nm do lado azul em todos os quesitos, aí sobrou chorar na internet.
Até parece, vc fala de uma forma como se AMD ganhasse em todos jogos da Intel, meu amigo de 5800x, memória BDie e 3080 roda Warzone com uso de GPU menor que o meu e perde em outros benchmarks de jogos que Intel ainda tem vantagem, quando comparei aqui com pessoal de 5900x em 1440p no HZD com a msm placa que a minha no mesmo clock eu fiz o mesmo fps, já cansei de ver nego no OCnet falando que teve pior fps do que o 10900k quando migrou deste para um 5900x ou 5950x, enfim, adicionando esse desempenho pior em alguns jogos mais os problemas citados, eu prefiro Intel.
 

Electric Squall

Will is everything !
Registrado
Topico de ista - Mas respeito quem tem intel a vida toda, nos modelos de médio/alto desempenho. É uma poota maquina pronta pra queimar lenha e rodar tudo que inventarem (com o investimento certo na build), mesmo, independente de comunidade de overclockers criando tools pra desempenho melhor nas CPUs medianas como tá sendo com a AMD a uns bons 3-4 anos

Eu sempre vou ver o lado financeiro a curto prazo, por isso já usei builds com intel e amd em casa

Sim, de fato é um tópico "ista" pois é um tópico REALista. HÁ ... rsrsrs

Bom, deixo claro que sou agnóstico a marcas, busco sempre, o que me atende melhor.

E, pensando assim, optei ano passado, por experimentar AMD e entendam, não houve qualquer resistência gratuita a marca. Eu inicialmente não tive os problemas de reinicialização espontânea, apenas desconexões USB, e "Ok" até aquele momento, parecia algo transitório e, com a chegada do Zen 3, acreditava-se que o X570 seria significativamente melhorado.

Bom, eis que meu 5900x chegou e fiquei maravilhado com o desempenho, especialmente em MT. A eficiência também me agradou bastante. Após alguns meses utilizando-o com clock fixo (4.5) vi que eu poderia alavancar o desempenho, se utilizasse o PBO. Nesse momento, os problemas com USB já me incomodavam bastante, afinal, eu tinha que formatar alguns pen drives em meu notebook e não via solução para o problema.

Mas, ainda era possível tolerar a situação, eis que com os testes utilizando PBO, me deparei com o benefício no desempenho em jogos e aplicações que não se beneficiavam de muitos núcleos, então, seria um cenário positivo, mesmo com a contra parte relacionado ao USB.

Não muitos dias após habilitar o recurso, tomei meu primeiro reboot espontâneo e, ao descobrir a causa, fiquei beeemmm incomodado, uma vez que não havia solução, se não abrir mão do PBO.

Nesse momento eu me incomodei muito, afinal, eu estava me privando de dispositivos USB's de uso diário e também, do algoritmo de boost do processador, então de modo prático, eu tinha uma boa performance, mas não podia navegar tranquilamente na internet e copiar arquivos de/ou para meus dispostivos USB.

Então vamos lá, o que eu tinha em mãos? 12 cores/24 threads mas sem poder navegar na internet e utilizar usb? Sinceramente, não é algo que se abre mão. Testei o PBO por mais um mês e na ocasião, eu havia trocado o 5900 pelo 5950 e a Hero pela Formula. O que estava ruim, ficou pior, quanto mais núcleos, maior a chance de WHEA (Reboot espontâneo) e era isso que ocorria. A noite, bastava LIGAR o PC, sem fazer NADA, que a possibilidade de reboot era alto, ou seja, quanto menor o uso, maior a chance de reboot.

Quando vc reflete que, vc tem em mãos o melhor processador possível e ele AUMENTA as chances de apresentar problema, vc simplesmente deixa de se importar com desempenho. Foi então que fiz o RMA do 5950x. Após informar a AMD sobre o problema, ela prontamente autorizou o RMA e me devolveu o dinheiro (parabéns a Sir Company, empresa brasileira, responsável pelos RMA's da AMD no país) excelente trabalho, respondem prontamente, menos de 15 minutos para cada email enviado após confirmação do aceite de RMA por parte da AMD.

Vou inserir uma imagem pertinente a uma pool feita no overclocker.net, sobre quais processadores ZEN 3 apresentam mais problemas, e o resultado é o comentado por mim, quanto mais núcelos, maiores os relatos. O PBO claramente não consegue gerenciar muitos cores.


Obs: Thread oficial, linkada no primeiro post.

Atento aos fóruns a partir daí, eu me dei conta do FURO ABSURDO nos reviews, NENHUM deles trazia testes FUNCIONAIS, apenas testes voltados ao desempenho. Cara, quem tem PC, quer o PC pra tudo, pra uso geral, não pra deixar o proc em load contínuo para evitar travamento.

Além destes também tive dores de cabeça com os timings da memória, não era raro perder ou não aplicar, as configurações do XMP. Sabe Deus pq, mas eu já não me importava mais.

Em resumo, fiz a troca e reforço novamente o alerta antes de comprarem um produto, busquem testes FUNCIONAIS. Não dá pra comprar produtos AMD sem a comprovação de que funcionam, é necessário validar.

E uma das coisas que mais me deixa triste, é a abordagem contínua dos "experts" do hardware, que não mencionam NADA, além de benchmarks.

Deu-se assim o fim da minha estadia com AMD, 16 Cores, 32 Threads, mas sem algoritmo de boost e JAMAIS a paz interior de abrir um chrome na madruga, navegar de boa e copiar algo para meu SSD externo, haha ... É, era exatamente isso, eu não ficava em paz com o PBO ativo. Ainda hoje, acompanho fóruns, reddit e NÃO há solução, exceto uso de clock fixo.

Não posso dar detalhes, mas faço parte do grupo de Beta Testers dos drivers de GPU AMD, e, em seções internas, falamos sobre os CPU's Ryzen e é sim um problema ainda pertinente, sem solução, o problema de USB é bem mais pontual, apesar de presente, mas o uso de PBO, sem exceções, ainda prejudica a todo proprietário de um Ryzen 5000.

--- Post duplo é unido automaticamente: ---

Até parece, vc fala de uma forma como se AMD ganhasse em todos jogos da Intel, meu amigo de 5800x, memória BDie e 3080 roda Warzone com uso de GPU menor que o meu e perde em outros benchmarks de jogos que Intel ainda tem vantagem, quando comparei aqui com pessoal de 5900x em 1440p no HZD com a msm placa que a minha no mesmo clock eu fiz o mesmo fps, já cansei de ver nego no OCnet falando que teve pior fps do que o 10900k quando migrou deste para um 5900x ou 5950x, enfim, adicionando esse desempenho pior em alguns jogos mais os problemas citados, eu prefiro Intel.
Ele não sabe o que diz, claramente é um mais um fanboy, apenas.

E reforçando o que vc diz, sim, o 10900k superou tanto o 5900 quanto o 5950x em todos os games que tenho aqui. Curioso que seguindo os reviews, vc pensa que a gen 10 da Intel, não passa de um pedaço de [email protected]#$%¨& ... Algo que DEFINITIVAMENTE não é.

[email protected] + 6900xt


[email protected] + 6900xt


[email protected] + 6900xt


Com exceção de CS Go e Valorant, todos os outros games, quem levou, foi o 10900k.

--- Post duplo é unido automaticamente: ---

Quanta asneira...
Todo mundo está passivel de ter problemas, isso seria algo a se considerar se todos os usuários que comprassem as cpus o tivessem, como não ocorre, já Elvis.
- Ain mais meu cpu não funciona direito.

E daí? O meu funciona e isso que importa.

Não tá satisfeito muda de marca, agora esse chororó para chamar a atenção é patético.
Bom, talvez os FATOS não estejam claros para você. O Cenário de erro, ocorre no uso do recurso de Boost. E, eu testei o que a AMD tem de melhor, durante 5 meses com diferentes chips e mobos ... e você? Além de espernear por aqui, qual é a sua contribuição PRÁTICA?

Se você trouxer alguma evidência de estabilidade de um 5900x e/ou 5950x durante 30 dias, no uso do PBO + Curve optimizer, eu apago o tópico e transfiro + R$ 1.000,00 pra você. E aí, topa? Eu sei o que estou dizendo e você?

Bom, mas sem deméritos, caso consiga, será um herói para muitos, afinal, nenhuma solução foi encontrada, apenas medidas de contorno.

Abraços!
 
Última edição:

leandroO_TM

Active Member
Registrado
Pessoal aqui é engraçado. O cara compra um produto, paga caríssimo, recebe um produto com diversos problemas como relatado, mas não tem o direito de se indignar porque a galera cai matando em cima chamando de fanboy da Intel.

Quem será os verdadeiros fanboys? O cara que posta um tópico se indignando com diversos problemas que teve, descrevendo claramente todos os transtornos pelos quais passou ou a galera que vem defender a qualquer custo a empresa e chamar o cara de fanboy da Intel?

Eu já tive Intel e agora estou com AMD sem ter problemas, mas o fato de eu não ter tido problemas não significa que o produto não possa apresentar problemas com outros usuários e o cara tem toda razão em se indignar por ter enfrentado os problemas que relatou.
 
Status
Não esta aberto para novas mensagens.

Usuários que está vendo este tópico

Topo