• Assim como acontece todos os anos, abrimos a seção Black Friday: ACESSE CLICANDO AQUI. Portanto o For Sale ficará fechado durante a Black Friday e Cyber Monday.

Argumento de teles sobre WiMax é "contra-senso", diz especialista

revolts

New Member
Registrado
Argumento de teles sobre WiMax é "contra-senso", diz especialista

Da Redação
Em São Paulo


Os pequenos empreendedores que participam do leilão de WiMax, a Internet rápida sem fio, têm muito mais capacidade de democratizar o acesso à rede e a outros serviços de telecomunicações que as grandes empresas do mercado de telefonia.

"Não consigo entender que três grandes monopólios deste país falem que precisa haver competição e ao mesmo tempo que precisam participar do leilão [de WiMax]. É um contra-senso", diz Carlos Afonso, diretor de Planejamento da Rits (Rede de Informações para o Terceiro Setor) e representante da sociedade civil no Comitê Gestor da Internet no Brasil. Para ele, a participação das teles fixas no leilão de WiMax é um "desastre" e vai contra a inclusão digital.

Afonso cita como exemplo a oferta de banda larga em países europeus, como a França. Por lá, o processo de "unbundling" -possibilidade de que várias empresas possam prestar serviços pelo mesmo cabo de telefonia local- fez com que, por um mesmo cabo, diversas empresas oferecessem o serviço de ADSL (Assymmetric Digital Subscriber Line).

Essa política, segundo ele, ajudou a popularizar o acesso à banda larga em território francês e também baixou o custo das conexões. Ao contrário do que acontece no Brasil, que, diz Afonso, passou por "experiências tristes" no âmbito das telecomunicações. "Exatamente 2.451 municípios brasileiros não têm torres locais de telefonia celular. Eles têm que usar sinal de torres de cidades vizinhas simplesmente porque não dão lucro", diz. O que não aconteceu com a telefonia fixa por causa da universalização.

Para Afonso, sem uma política pública de inclusão digital para o WiMax, milhares de cidades brasileiras podem ser condenadas à "desconexão eterna". Uma alternativa, segundo ele, seria a reserva de espectro para projetos de inclusão digital de redes comunitárias nos municípios e nas zonas rurais.

Outro lado (MENSAGEM MINHA = MENTIRAS)

A Abrafix (Associação Brasileira de Concessionárias de Serviço Telefônico Fixo Comutado) refuta a acusação de monopólio. "A regulamentação brasileira oferece medidas de incentivo ao estabelecimento e manutenção da competição na prestação dos serviços de telecomunicações. Hoje, qualquer empresa pode investir e competir com as telefônicas existentes, tanto que dezenas de operadoras já oferecem serviços telefônicos variados", disse a assessoria da Abrafix.

Segundo a entidade, a concorrência não é maior porque, no cenário atual, o baixo retorno financeiro torna pouco interessante o investimento em mais de 95% do território nacional. A culpada: a mesma universalização, que, segundo Afonso, teria ajudado a difundir a telefonia fixa pelo país.

Quanto à participação no leilão de WiMax, a Abrafix considera que a restrição às teles poderia resultar na outorga de freqüências a empresas incapazes de fazer uso efetivo da tecnologia, como ocorreu no último leilão. "As limitações previstas no edital já são suficientes para impedir a concentração econômica", diz a entidade.

Em comunicado publicado nesta terça-feira (05) em jornais de grande circulação, a Abrafix disse considerar "reserva de mercado" o impedimento imposto às teles fixas de participarem do leilão de freqüências nas faixas de 3,5 GHz e 10,5 GHz nas áreas onde atuam como concessionárias.

O leilão das cerca de 20 faixas de freqüência para a Internet rápida sem fio WiMax foi suspenso nesta segunda-feira (04) após assinatura de medida cautelar pelo ministro Ubiratan Aguiar, do TCU (Tribunal de Contas da União). O plenário do órgão aprovou ontem (05), por unanimidade, manter a suspensão.

LINKS INTERRESANTES:

Anatel: 163 empresas retiraram edital para o leilão de WiMax

163 empresas retiraram, quanto isso ira nos custar a longo prazo??? agora só temos 100 empresas interresadas entre elas as teles e suas companheiras.

Suspensão da licitação para WiMAX afeta competição, diz Telcomp

Costa insiste em mudar regras de edital WiMAX


Mais uma vez o ministrinho de mentira finge estar nós ajudando, seu verdadeiro interrese é no super-mensalão arrecadado das teles.

WiMax: professor da FGV critica suspensão da licitação pelo TCU


Abrafix acusa TVs por Assinatura em informe sobre Leilão da banda larga sem fio

que dó das teles elas querem tanto a competição. mesmo não deixando seus cabos para uso de outras empresas por preços irrisorios, elas cobram um preço absurdo e tem a cara de pau de falar em monopolio,
reservas de mercado, universalização.

Concessionárias e operadoras de celular disputam leilão de banda larga com pequenos provedores

http://www.convergenciadigital.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=4313&sid=8 Prestadoras de serviços ainda tentam salvar leilão da banda larga sem fio

PARA MAIS NOTICIAS USE O GOOGLE NOTICIAS UMA EXCELENTE BUSCA =
[SIZE=-1]Pesquise e navegue por 200 fontes de notícias atualizadas continuamente.[/SIZE]
 

revolts

New Member
Registrado
é internet banda larga sem fio igual WIFI com algumas vantagens em relação a ela, como suporta distancias de ate 50km e velocidades de 75mbps funciona muito bem em regiões de dificil acesso.
 

Shinkirou

TOKYO 2016
Registrado
Vão todos pro inferno, o governo, as malditas operadoras e esse organizações ridiculas como anatel e abrafix, eles nos fazem de idiotas a seculos so se preocupam com o $$$$ e quando tem um camera na frente deles a palavra mais pronunciada é cliente e povo brasileiros, vão se *****
 

Usuários que está vendo este tópico

Topo