BNDES libera 2,1 bilhões de reais para Brasil Telecom

Alexbezerra

Active Member
Registrado
BNDES libera 2,1 bilhões de reais para Brasil Telecom

Por Redação do Computerworld
Publicada em 06 de outubro de 2006 às 18h15
Atualizada em 06 de outubro de 2006 às 19h08
São Paulo - Financiamento mais alto já concedido pelo banco para o setor TI será usado na expansão da infra-estrutura de rede da BrT.

Durante o triênio 2006 e 2008, a Brasil Telecom receberá financiamento de 2,1 bilhões de reais do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Os recursos estão entre os cinco maiores já aprovados pelo banco e serão usados para a expansão da rede – voz, dados e imagem – e de tecnologia da informação da companhia.

Até o final deste ano, serão investidos 1,8 bilhão de reais. A primeira parcela desse montante (38%) será liberada pelo Banco do Brasil por meio de um consórcio de agentes financeiros. A verba também será usada para o cumprimento de metas de universalização e qualidade estabelecidas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

As regiões Centro-oeste e Sul se destacarão no projeto com investimentos em telefonia pública em localidades a partir de 100 habitantes e em telefonia individual em locais com mais de 300 habitantes, além da aquisição de equipamentos com tecnologia nacional.

Para atender a todas as iniciativas, o Banco aprovou subcrédito no valor de 100 milhões de reais destinados à aquisição de bens de tecnologia nacional e serviços associados, no âmbito da Linha de Concorrência Internacional.

Essa linha ganhou, recentemente, novas condições que ampliam sua esfera de ação, com objetivo de incentivar a venda desses equipamentos de tecnologia nacional. Com isso, as empresas fabricantes de produtos desenvolvidos no País, ao participarem de concorrências no mercado interno, passam a contar com crédito diferenciado do BNDES, em condições competitivas às apresentadas por grupos estrangeiros.

Nos últimos dois anos, o Banco aprovou 3,7 bilhões de reais para as empresas do setor de TI, que representaram investimentos totais de 9,4 bilhões de reais, voltados para expansão da rede de telefonia em cumprimento e transmissão de dados.

Fonte: http://idgnow.uol.com.br


--------------------------------------------------------------------------------
 

revolts

New Member
Registrado
o perigo mora aqui: cumprimento de metas de universalização se ela quiser cumprir é bem simples ela instala varias linhas para dados em locais centrais elas nem precisam estar sendo usadas e esta cumprido, isso foi como outra telefonica fez, a anatel finge não saber desta brecha.
 

_rau_

New Member
Registrado
meta de universalização... tá sobrando não sei quantas mil linhas telefonicas por aí...
 

Usuários que está vendo este tópico

Topo