Guia do Teclado Mecânico v3 - Pergunte aqui antes de criar um novo tópico *3G Warning

Status
Não esta aberto para novas mensagens.

wetto

Dissecador de Periféricos
Registrado
Introdução

Nos últimos anos, qualquer um que acompanhou um pouco o ramo de periféricos já deve ter ouvido falar nos supostos "Teclados Mecânicos", estes que tem uma construção e funcionamento diferente dos teclados comuns de membrana o qual maioria está acostumado. Também, outro ponto que chama a atenção é o seu preço, que tende a variar entre valores como R$ 300,00 até teclados de R$ 1.200,00.

Para muitos, estes valores podem parecer um exagero (e em vários casos infelizmente é, culpem o marketing das marcas), mas um bom teclado mecânico é capaz de entregar ao seu usuário um conforto, precisão e robustez que nenhum teclado de membrana consegue, sendo que um dos principais pontos positivos destes é que muitos teclados podem ser encontrados em switches diferentes, assim satisfazendo o gosto de quem tem preferência por teclas mais suaves, mais resistentes, mais silenciosas, com retorno auditivo, com retorno tátil, sem retorno tátil... Enfim, teclados mecânicos podem ser comprados ao seu gosto.

O intuito do Guia do Teclado Mecânico é justamente auxiliar leitores a entenderem o que há de diferente nestes teclados, como escolher o seu switch ou teclado, desmascarar e expor problemas de construção, erros de projeto, mentiras criadas por marketing e auxiliar este pequeno, mas crescente mercado, a crescer cada vez mais e mais.

Gostaria também de deixar os meus agradecimentos:

Primeiro de tudo, gostaria de agradecer a todos aqueles que acompanharam o Guia Do Teclado Mecânico nestes dois anos de existência. Foram mais de 800 páginas de perguntas, respostas, conteúdos, fotos, curiosidades, mini-análises, notícias, críticas, problemas e soluções (contabilizando o tópico original do Criminalcafe, v1 do Adrenaline e v2 do Adrenaline), quase 800 mil visitas e muito, mas muito tempo investido pelos participantes do mesmo.

Gostaria de agradecer a todos aqueles que me apoiaram na criação, manutenção e atualização do Guia do Teclado Mecânico, sejam eles membros dos dois fóruns onde o Guia está publicado que sempre me apoiaram, a moderação, pessoal de empresas que me enviaram produtos para análise (Cooler Master, Corsair, Matias, Tesoro, Thermaltake) e também usuários do próprio fórum que também me enviaram produtos para análise (DaftTheDoctor e Greengineer).

Agradeço também a minha família que me acompanhou neste tempo, que teve que aguentar as diversas trocas de teclados que eu já fiz aqui em casa, as compras no cartão de crédito para "simples teclados", as vezes que o teclado simplesmente sumiu do computador quando queriam usar, as vezes que forcei a usarem teclados que não gostaram... Muito obrigado também ao meu cunhado Vagner por ter feito um ótimo trabalho envelopando o meu Das Keyboard:
http://imagizer.imageshack.us/a/img515/7361/dsc03702uu.jpg

Meu muito obrigado a todos que nos apoiaram nessa jornada!

O tipo de Tecla do Teclado Importa!

Como você já deve ter adivinhado pelo termo "Mecânico", os teclados com este nome são diferentes dos teclados normais. Mas, como?

Tudo depende de algo conhecido como key switch (uma tradução seria, botão da tecla). Este termo é utilizado para descrever tanto o mecanismo que pelo qual a tecla se move, como também o mecanismo pelo qual a tecla é registrada.

169ep1k.jpg

Em um teclado moderno comum, as teclas são suportadas por uma membrana de plástico e gomas de borracha que ficam embaixo das teclas. Estas gomas de borracha naturalmente resiste qualquer tentativa de apertar ela, o que faz com que as teclas voltem à posição original quando você soltar a tecla após apertar.

Quando uma tecla é pressionada o suficiente, você acaba esmagando a borracha e dois contatos se encontram, o que registra a tecla e faz o nosso computador reconhecer ela.

post-131390-1369017150.gif

Teclados mecânicos, em funcionalidade, são muito similares. Eles também registram a tecla, retornam à posição original depois de soltar a tecla e na maioria também é usado contatos para registrar uma tecla.

animation_cherry_mx_red.gif

animation_cherry_mx_blue.gif

Porém, ao invés de gomas de borracha, molas ou mecanismos mecânicos são utilizados. Isto cria uma sensação mais agradável, com um retorno mais rápido para a posição original e em vários casos menor necessidade de força aplicada para ativar a tecla, teclas mais macias (principalmente os modelos lineares) e retorno auditivo em certos modelos.

Também, ao invés de uma camada de plástico flexível com condutores, uma placa eletrônica de resina plástica recoberta com material condutor (cobre) é utilizada, conhecida também por PCB (do inglês Printed Circuit Board), o que na maior parte dos teclados mecânicos, principalmente os de renome e melhor qualidade, possibilita que todas as teclas do teclado sejam pressionadas e todas respondam simultaneamente (tecnologia conhecida como NKRO (do inglês Full N-Key Rollover), vendida comercialmente como um tipo de anti-ghosting). Além disso, teclados construídos sob um PCB, fora apresentarem maior peso, tendem a proporcionar uma sensação de maior robustez devido à mesma.

Outro ponto também, é que teclados mecânicos costumam utilizar componentes externos de maior qualidade que seus concorrentes de membrana, principalmente no que diz à construção externa (a case do teclado) e keycaps (utilizando tanto plásticos como também métodos de pintura de maior qualidade).

Escolha a sua tecla!

Embora teclados mecânicos sejam muitas vezes propagados como um tipo único e uniforme de produtos, eles na verdade são apenas uma categoria. Existem diversos tipos de teclas mecânicas que usam designs ou molas completamente diferentes, tendo-se assim resultados diferentes. Há switches para diversos públicos diferentes, desde quem prefira que as teclas tenha o mínimo de resistência possível, para quem prefere teclas com retorno sonoro (o famoso click nas teclas) e até para quem prefere teclas o mais silenciosas o possível.

2v9oevo.jpg

A linha mais popular de teclas no Mercado de hoje é feito por uma empresa chamada “Cherry”, embora também existam concorrentes, desde a ALPS e seus derivados (incluindo os switches Matias) e também uma gama de cópias chinesas dos switches Cherry MX produzidos por empresas como a Kailh e a Gaote/OTM.

Todas estas teclas usam uma pequena mola no fundo da tecla para criar a resistência necessária para a tecla voltar ao normal e também utilizam contatos, que normalmente ficam em um ponto intermediário do switch, para registrar quando a tecla é pressionada.

O que é interessante sobre switches mecânicos em geral, é que estes oferecem várias opções de teclas que usam diferentes designs e molas para criar uma sensação diferente na tecla. Algumas, tem um “obstaculo” com objetivo de informar ao usuário o momento que a tecla foi registrada, já outras tem isto removido propositalmente.

Enfim, vamos então analisar alguns dos principais fabricantes e modelos de switches disponíveis no mercado.


vlgi.png

A Cherry (que em 2008 foi comprada pela ZF Electronics, que mesmo assim manteve o nome da empresa) é uma das empresas mais antigas do ramo de componentes eletrônicos, atuando desde 1953 tendo origem em "Highland Park, Illinois, EUA", mas desde 1979 mudou a sua sede para a cidade de "Auerbach in der Oberpfalz, Alemanha", local onde são fabricados os seus produtos.

gq9v.jpg

Sendo bem honesto, a parte de switches para teclados mecânicos não é nem 1% do que a empresa realmente é. A ZF Electronics, dona da Cherry, é uma empresa especializada em componentes eletrônicos, mecânicos, sensores de diversos tipos e estão presentes na produção desde simples teclados, leitores de cartão e leitores biométricos, até mecanismos de transmissão presentes em carros de corrida da BMW e peças em geral para carros de inúmeras marcas diferentes. Sem brincadeira, a empresa é ridiculamente gigante e há até produção de equipamento para uso militar.

yfca.jpg

Vocês podem conferir alguns dos parceiros da área de Motor-esportes dela aqui, o que inclui a BMW, Toyota, Volkswagen e Porsche:
http://www.zf.com/corporate/en/products/motorsports/partner/index.html

E é exatamente devido ao seu tamanho e por trazer um altíssimo nível de controle de qualidade que se espera de uma gigantesca empresa Alemã que não brinca no serviço, que os switches Cherry são os principais switches utilizados do mercado de teclados mecânicos.

Também, a empresa esteve presente no ramo de teclados mecânicos desde a década de 80, sendo uma das únicas empresas que sobreviveu a "morte" do mercado de teclados mecânicos que ocorreu nos anos 80 e 90, tendo uma grande gama de modelos diferentes de switches Cherry MX para públicos diferentes, desde modelos lineares (Red, Black, Red RGB, Grey), tácteis sem click (Brown, Clear, Tactile Gray) e tácteis com click (Blue, Green, White).

xqmz.jpg

Porém, nem tudo são flores. A ZF Electronics também enfrenta problemas por ser lenta, burocrática e ter políticas que oprimem seus clientes, principalmente devido ao fato de ter um monopólio sobre o ramo de teclados mecânicos, além de realizar práticas que podem ser consideradas antitruste e ilegais, tal como forçar seus clientes a assinarem um contrato de exclusividade.

Agora, alie isso ao fato de uma encomenda de switches levar 8-12 meses para ser entregue devido à fila de espera e ao processo de importação dos switches da Alemanha para o local onde está sendo produzido o teclado (normalmente China) e agora vocês entendem as principais razões porquê várias marcas pequenas (ex: Noppoo, Keycool, Plum...) estão infelizmente trocando a sua produção para modelos de concorrentes, tal como a Kailh, mesmo os modelos da Kailh tendo qualidade bem inferior, a Gaote/OTM e algumas até mesmo a Matias.

Os principais switches Cherry MX para teclados mecânicos são:

Cherry MX Black

Tipo: Linear (Sem retorno)
Distância para ativação: 2mm
Distância até o final da tecla: 4mm
Clique auditivo? Não
Força necessária: 60 cN (pode ser afetado pela keycap utilizada)

animation_cherry_mx_black.gif

A Cherry MX Black foi o primeiro switch produzido pela Cherry em 1984 e é conhecida por ser a que tem a maior "resistência" entre os quatro principais modelos da Cherry, o que infelizmente faz algumas pessoas se enganarem e achar que ela é "dura", o que ela não é."Duro" seria uma tecla com um feedback táctil muito acentuada e resistência forte demais (Olá Cherry MX Grey!), mas este não é o seu caso.

Para entender a Cherry MX Black, eu quero que você pense numa mola para que eu possa lhe explicar como ela funciona:

mola_traseira.jpg

A Cherry MX Black ativa logo quando você começa empurrar ela para baixo, bem antes de chegar no seu ponto final (onde você bate a keycap contra a carcaça do switch) e assim como numa mola, ela vai aumentando a resistência conforme você vai empurrando a tecla para baixo. Conforme você vai empurrando mais e mais para baixo, maior fica a resistência e mais força ela faz para você soltar ela (mas não se assuste, a força é pouca) e você acaba usando essa mesma força que ela aplica para tirar o seu dedo da tecla. Desta forma, ela realmente acaba agindo como uma mola, fazendo o seu dedo "saltar" dela quando você parar de fazer força. E isso, para digitar é simplesmente excelente.

Mas aí que está um dos principais pontos positivos dos teclados mecânicos. Ao contrário dos teclados de membrana, onde o contato está no final da tecla, você não tem razão alguma para chegar até o fim da tecla. E a Cherry MX Black dos quatro principais switches da Cherry é justamente a tecla mais fácil para se adaptar a não chegar ao fundo, justamente devido à maior resistência que ela tem no fundo e por fazer o seu dedo "saltar" dela assim que você parar de aplicar força.

A resistência que ela tem vai aumentando conforme você vai empurrando a tecla para baixo, o que acaba diminuindo o impacto contra a placa ou então fazendo com que não haja impacto nenhum (caso você esteja acostumado com ela), o que de certa forma acaba fazendo ela o switch mais silencioso dos quatro principais modelos Cherry MX, embora isso possa ser contestado, pois se você aplicar MUITA força em qualquer uma das três teclas sem feedback auditivo (Black, Brown e Red), o ruido acaba sendo o mesmo. E se você se acostumar com a força necessária da Red ou Brown, pode fazer elas também ficarem mais quietas, mas é muito mais fácil fazer isto com a MX Black do que com os outros modelos.

Muitos acabam se enganando e achando que este é o melhor switch para jogos porquê é um dos mais utilizado por várias marcas gamer (Thermaltake, Steelseries, Ozone, Mionix), mas na verdade o maior motivo para isso é porquê a MX Black costuma ser o switch é o mais barato dos quatro principais.

O único contra dela, é que jogadores de FPS normalmente mantem a tecla W e SHIFT pressionada por longos períodos e a resistência não é necessária para eles, pois eles não querem tirar o dedo da tecla. Para muitos isso pode até cansar ou fazer estes evitarem tal switch, mas mesmo assim, há muitas pessoas que acabam se acostumando com a resistência dela e usando teclados com Cherry MX Black para jogos de FPS.

Recomendada para: Programadores, jornalistas, jogadores de MMORPG, jogadores de RTS, pessoas que tem problemas de digitação.

Deve ser evitado por: Jogadores de FPS (teclas com menos resistência são melhores para estes, mas não é impossível usar)

Cherry MX Red

Tipo: Linear (Sem retorno)
Distância para ativação: 2mm
Distância até o final da tecla: 4mm
Clique auditivo? Não
Força necessária: 45 cN (pode ser afetado pela keycap utilizada)

animation_cherry_mx_red.gif

Embora seja a caçula dos quatro principais switches Cherry MX (lançada em 2011), a Cherry MX Red nada mais é do que uma Cherry MX Black com uma mola com menor resistência, visto que o projeto é o mesmo. Assim como a Cherry MX Black, ela também ativa bem antes de chegar no final da tecla e isso aliado à sua baixa resistência a faz uma tecla extremamente suave e rápida.

A Cherry MX Red é uma tecla ótima para "deslizar" os dedos entre as teclas e fazer estas ativar, além de possuir uma baixa resistência e por isto, é considerada como sendo um dos melhores switches para jogadores de FPS.

Mas, justamente por ter tão pouca resistência, a Cherry MX Red não é o melhor switch para digitação, pois normalmente acaba induzindo a erros de digitação devido à menor resistência. Não se enganem, ela é sim um bom switch para digitar, é leve, rápida e responde muito bem, mas realmente não é tão boa para isto quanto alguns outros modelos.

Também, devido ao controle por parte da fabricante, a Cherry MX Red infelizmente dos quatro principais modelos Cherry MX, é o switch mais caro para se adquirir, aumentando em vários casos 3 até 8 dólares no custo de produção de um teclado (e acreditem, isso é bastante), mesmo sendo internamente quase idêntica à Cherry MX Black, que tende a ser a mais barata. Mesmo assim, devido à demanda do mercado, às vezes teclados com outros switches (em especial MX Brown) acabam sendo mais caros que teclados com ela.

Recomendado principalmente para: Jogadores de FPS, pessoas que querem um teclas com mínima resistência.

Deve ser evitado por: Jogadores de MMORPG (teclas que auxiliam a não cometer erros são melhores para estes tipos de jogadores, mas não é impossível usar Red), programadores, jornalistas, pessoas que tem problemas de digitação.

Cherry MX Brown

Tipo: Táctil (Com retorno)
Distância para ativação: 2mm
Distância até o final da tecla: 4mm
Clique auditivo? Não
Força necessária: 50 cN (pode ser afetado pela keycap utilizada)

animation_cherry_mx_brown.gif

"Boa em tudo, excelente em nada", seria o melhor termo para definir a Cherry MX Brown. Este, é o principal switch recomendado para novatos do ramo de teclados mecânicos, pois normalmente tende a agradar todos, mas não é considerado nem o melhor switch para jogos de FPS e nem o melhor switch para digitação, mas é boa tanto para digitar como para jogar.

O switch Cherry MX Brown possui um sistema de "bump", que nada mais é do que um pequeno e leve "obstáculo" que você sente ao pressionar a tecla. Quando você chegar ao obstáculo, que pode ser sentido pelo seu dedo, basta apenas um pouco mais de força para ela ativar, o que permite deixar até mesmo teclas "armadas".

Mas, normalmente o "bump" da Cherry MX Brown é tão leve que acaba apenas sendo observado nas teclas maiores, como Espaço ou SHIFT.

Enfim, em termos de resistência a Cherry MX Brown é apenas um pouco mais resistente que a MX Red, agindo como um "meio termo" e sendo apropriada para aqueles que querem uma tecla leve, mas não leve demais.

Recomendado principalmente para: Iniciantes no ramo de teclados mecânicos, jogadores de MMORPG, RTS, FPS, jornalistas, programadores.

Deve ser evitado por: Pessoas que querem teclas com maior resistência ou teclas pesadas.

Cherry MX Blue

Tipo: Táctil (Com retorno)
Distância para ativação: 2mm
Distância até o final da tecla: 4mm
Clique auditivo? Sim
Força necessária: 55 cN (pode ser afetado pela keycap utilizada)

animation_cherry_mx_blue.gif

Combinando uma resistência apenas um pouco menor à da Cherry MX Black, junto com um sistema de "click" (similar ao barulho que seu mouse faz para indicar quando você pressionou algum botão dele) para indicar a ativação da tecla e um leve "bump" (obstaculo) para indicar quando a tecla é ativada, a Cherry MX Blue é a mais clássica de todos os switches mecânicos e talvez a mais conhecida, por bem ou por mal.

Aclamada por afficionados do mundo todo, a Cherry MX Blue é por muitos considerada a melhor das quatro para digitação, principalmente devido ao seu barulho especifico (click), o que é segundo os seus usuários extremamente satisfatório, isso aliado à resistência dela, faz com que seja quase tão fácil remover o dedo dela quanto na MX Black.

Porém, infelizmente o mesmo "click" pode ser razão para algumas pessoas odiarem ela. Ao contrário da Cherry MX Black, a MX Blue é longe de ser a mais silenciosa, pelo contrário, o nível de ruído da Cherry MX Blue pode ser extremamente irritante para pessoas que estão ao redor do seu computador. A Das Keyboard até brinca e vende tampão de ouvido juntamente com teclados, justamente para estas pessoas que se sentirem incomodadas:
http://shop.daskeyboard.com/products/earplugs

Mas infelizmente, a Cherry MX Blue não é um switch muito recomendado para jogos por duas razões:

1. Dentre todos os switches produzidos pela Cherry, a Cherry MX Blue é um dos mais complicados para produzir, visto que possui um maior número de componentes e portanto um maior número de "pontos de falha", o que infelizmente a faz apresentar também a maior taxa de defeitos entre os quatro principais switches Cherry MX, o que realmente faz com que casos como "duplo-click" seja mais comum com este modelo.

2. Ela pode falhar caso o sistema de click não voltar corretamente depois de pressionada múltiplas vezes a mesma tecla, fazendo com que a tecla acabe não sendo registrada.

Outra razão para não recomendar esta, é que muitos jogadores jogam de madrugada e infelizmente um teclado com este switch pode acabar sendo um problema em vários casos.

Recomendada principalmente para: Programadores, jornalistas, pessoas que tem problemas de digitação.

Pode ser usada, mas não é muito recomendada para: Jogadores de MMORPG, FPS, RTS.

Não recomendada para: Pessoas que não querem um teclado muito barulhento, pessoas que usam o teclado de madrugada ou em um ambiente onde outros não gostam de barulho.






3dyv.png

Kailh Electronics Co. Ltd

A Kailh Electronics (inicialmente conhecida como Kaihua Electronics) é uma empresa chinesa especializada na produção de switches, codificadores, sensores e outros componentes para mouses, teclados e equipamentos eletrônicos em geral que iniciou suas atividades no ano de 1990. Ela entrou no ramo de switches mecânicos oficialmente em 2012, sendo que em 2014 conseguiu ter uma boa participação no mercado, principalmente devido a parcerias com outras empresas e ao seu novo e maior cliente atualmente: a Razer.

Kailh+0001.jpg

Switches de um Razer Blackwidow Ultimate 2014

Porém, a Kailh é bem controversa, pois quase todos os produtos que ela fabrica nada mais são do que cópias de produtos de outras marcas, possuindo tanto um preço inferior, quanto infelizmente também uma qualidade inferior, esta que infelizmente em certos casos chega ao ponto de se tornar inaceitável, tanto que a marca não é bem vista nos ramos de componentes nem de mouses e nem de teclados.

O principal problema atual dos seus switches mecânicos é a falta de controle de qualidade da empresa, sendo que não faltam relatos de defeitos relacionados aos seus switches, sejam devido a problemas de teclas com resposta diferentes umas das outras no mesmo teclado e até problemas relacionados ao uso de plástico de baixa qualidade, causando isto:

1108251341e9c4c22c0f404d44.jpg

Por outro lado, a Kailh além de ser bem mais barata, é capaz de entregar switches num prazo muito menor que a Cherry, sem contar que a sua fábrica fica localizada na China, sendo muito mais próxima às OEMs (fabricantes). Outro ponto positivo, é que a Kailh tem uma liberdade muito maior para modificar os seus designs e isso permitiu que ela lançasse um modelo de switch mecânico RGB logo no início de 2014, este estando presente no Tesoro Lobera G5NFL Supreme.

ymz8.jpg

Basicamente, o seu portfólio de produtos consiste em cópias bem descaradas dos principais modelos Cherry MX, estes buscando ter um feedback similar ao dos mesmos, embora hajam variações entre elas (ex: Kailh Black é um pouco mais resistente que Cherry MX Black).

dpms.jpg

PS: O modelo "amarelo" já foi descontinuado e era uma cópia da Cherry MX Red.

A única menção especial, que eu realmente preciso fazer, são para os seus famosos "switches Razer", mais especificamente o Razer Green e Razer Orange, cópias da Cherry MX Blue e Cherry MX Brown:

0r6yy.jpg

Estes switches são bem controversos, principalmente devido a afirmações bastante agressivas que a Razer fez sobre estes, afirmando que estes são superiores aos modelos usados por concorrentes (incluindo ironicamente a Cherry que criou o design e a Kailh que é a fabricante deles), seja em termos de feedback e até durabilidade, sendo estes os "primeiros switches mecânicos produzidos para jogos" e apresentando uma vida útil de até "60 milhões de pressionamentos", contra "20 milhões de pressionamentos" de seus concorrentes:

37nk.jpg

Isto é o que está impresso na caixa do Razer Blackwidow Ultimate 2014

Todavia, além de não existir o tal do "Standard Mechanical Switch" (a Razer evitou mencionar Cherry MX Blue para não ter problemas com a ZF Electronics) e switches mecânicos ter resistências diferentes, o switch a qual ela quer se referir possui durabilidade de 50 milhões de pressionamentos e não 20 milhões.

Mas felizmente este "erro" foi posteriormente corrigido na sua página após uma chuva de críticas à marca:

nyri.jpg

Será que o "asterisco" da imagem anterior significava "Baseado no erro do estagiário" ou a mentira foi proposital?

Porém, sinceramente os "50 milhões" ou "60 milhões" (que ninguém garante) pouco importam, principalmente quando os switches da Kailh tendem a apresentar defeitos muito, mas muito antes de chegar perto dessa suposta expectativa de vida, o que torna a afirmação dos switches Razer serem "superiores" nada mais do que simples lorota.

A Kailh sinceramente não é tão ruim quanto parece quando o assunto são switches lineares (Red e Black), até porquê estes foram os primeiros a serem copiados e também os mais fáceis para produzir, mas ela não é uma empresa confiável quando o assunto são switches tácteis (Brown, Blue, Razer Orange, Razer Green), principalmente nos switches Blue e Razer Green, onde o índice de falhas aumenta, assim como também acontece com a Cherry, mas infelizmente numa escala ainda maior.

Por esta razão, o Guia do Teclado Mecânico não recomenda teclados com switches Kailh Blue ou Razer Green para qualquer aplicação.


ihzm.png
Matias Corporation

A Matias Corporation é uma empresa que iniciou no ramo de teclados no ano 2000, sendo que os teclados mecânicos da Matias começaram a ser vendidos em 2002, estes sendo baseados no então já descontinuado Apple Extended Keyboard, um teclado mecânico da Apple que utilizava o Switch mecânico "Cream ALPS" e que era e ainda é considerado por vários entusiastas do ramo de teclados mecânicos e fãs da Apple como sendo o melhor teclado que ela já lançou. A Matias era e ainda é uma empresa muito focada no mercado Apple e mostra isso em vários detalhes de seus produtos, até porquê os teclados mecânicos só vieram a se popularizar com PCs a partir de 2006~2009 com os lançamentos dos teclados mecânicos gamer de marcas como Steelseries, Razer, Gigabyte e Thermaltake.

8qdx.jpg

Os dois switches "Matias Quiet" e "Matias Clicky" foram baseados respectivamente nos switches "Cream ALPS" e "White ALPS", mas ambos foram retrabalhados para permitir melhoras e modificações e uma "cópia" que fosse superior à original.

Mas então, porquê tão pouca gente ouviu falar nos switches ALPS e porquê quase nenhum teclado usa hoje em dia? Simples, a ALPS propriamente dita havia desistido do mercado de teclados mecânicos na metade da década de 90, devido à popularização de PCs baratos e a ascensão de teclados de membrana devido aos menores custos. O mercado de teclados mecânicos simplesmente deixou de ser rentável para eles, a ALPS estava ganhando mais dinheiro com outras aplicações, fazendo mecânismos de ativação para carros, eletrônicos e até mesmo consoles (o botão RESET do Super-Nintendo era da ALPS). Enfim, tanto para a ALPS como também para a Cherry, o mercado de teclados mecânicos é apenas o "topo" do Iceberg.

8k6ym.jpg

E por esta razão, a ALPS então vendeu os direitos sobre a produção e comercialização do switch para a fábrica que produzia eles, que era chamada de "FUHUA" e embora os teclados de membrana e a necessidade de PCs mais baratos fossem uma das razões para os switches ALPS saírem do mercado, a venda para a FUHUA foi a principal razão porquê estes switches pararam de ser utilizados.

A Matias foi uma das poucas clientes da FUHUA, usando o switch White ALPS nos teclados da linha Matias Tactile Pro, vendidos desde 2003 até 2012, ano na qual a FUHUA parou de produzir completamente os switches da ALPS.

Porém, após anos e mais anos vendendo teclados mecânicos e após algumas variações do Matias Tactile Pro, a Matias em 2010 decidiu apostar em algo novo e levou 2 anos para isto. Ela criou dois novos switches baseando-se nos switches "Cream ALPS" e "White ALPS", mas modificando estes para melhorar vários aspectos do feedback tátil, possibilitar a iluminação (que não era possível antes em switches da ALPS), melhorar a estrutura em termos de durabilidade e até criar mecanismos para silenciar o switch, o que aconteceu com no "Matias Quiet", atual switch mecânico mais silencioso do mercado, baseado no Cream ALPS.

g1w1l.jpg

Enfim, a Matias é uma das poucas escolhas para quem quer concorrentes de qualidade contra os modelos Cherry MX. Os switches da mesma possuem um custo bem mais elevado que os modelos da Kailh, mesmo sendo também produzidos na China, e quase o mesmo custo que a Cherry MX Red por usar materiais de alta qualidade e um processo de produção que envolve dezenas de empresas. Porém, infelizmente por possuir um encaixe diferente dos modelos de switches Cherry MX, a oferta de keycaps para estes switches é extremamente limitada, além existir uma falta de escolhas, visto que possui apenas dois switches, Quiet e Clicky, sendo que a única diferença entre estes é apenas a ausência/presença de um "click" auditivo.

Estas duas limitações são as principais razões porquê o uso de switches Matias ainda está limitado para teclados da própria marca ou teclados "custom" sul-coreanos tal como o Duck v2 (não confunda com Ducky, a empresa é diferente), que infelizmente custam um rim:

2in6.jpg

Porém, em breve deveremos ver mais modelos de teclados utilizando estes switches e talvez até novos switches da marca, tal como um switch linear similar à Cherry MX Red porém com o sistema de silenciamento do Matias Quiet.

Os principais switches Matias para teclados mecânicos são:

Matias Quiet

Tipo: Táctil (Com retorno)
Distância até o Feedback tátil: 1.9mm
Distância para ativação: 2.2mm
Distância até o final da tecla: 3.5mm
Clique auditivo? Não, além de ser silenciada, o que a torna o switch mecânico menos barulhento do mercado.
Força necessária: 60 cN (pode ser afetado pela keycap utilizada), maior parte desta resistência sendo do feedback tátil e não da mola.

bnne.jpg

Ao contrário dos switches Cherry MX onde há uma gama de cores para separar modelos diferentes, a única forma de reconhecer qual é um switch Matias Quiet e qual é Matias Clicky, além de obviamente ouvir o som da tecla, é uma sutil troca de cor do "slider" que na versão "Quiet" é cinza e na versão "Clicky" é branco.

Embora os switches Matias Quiet e Matias Clicky tenham um ponto de ativação um pouco mais abaixo da Cherry MX, a impressão é justamente o contrário devido ao feedback tátil estar mais elevado e muito mais acentuado, o que lhe dá a impressão de ativar antes da Cherry MX. Também, diferente dos modelos Cherry MX que possuem uma grande variação, na verdade ambos os switches Quiet e Clicky possuem um feedback propositalmente similar, a única diferença fica realmente na presença/ausência do mecanismo de click.

Também, a principal diferença é que os switches Matias tem um feedback extremamente acentuado. A Cherry MX Brown sinceramente não chega perto do feedback do mesmo, este que faz a tecla ser firme e segura para apertar, mas extremamente suave devido à baixa de resistência de sua mola após pressionada, a tornando um switch extremamente bom até mesmo para jogos de FPS, mesmo possuindo uma força de ativação necessária similar à MX Black.

O Matias Quiet é tido por seus usuários como sendo um concorrente superior à Cherry MX Brown em termos de feedback, embora pode realmente não agradar tanto o público que tem preferência por switches lineares. Mas a sua principal característica é possui um sistema de silenciamento, que a torna o switch mecânico mais silencioso do mercado, tendo um ruído bem inferior ao dos concorrentes, até mesmo se comparado com switches Cherry MX com o-rings.

Recomendado para: Programadores, jornalistas, pessoas que tem problemas de digitação, jogadores de MMORPG, FPS, RTS e principalmente para ambientes onde não pode haver muito ruído.

Não recomendado para: Pessoas que tem preferência por switches lineares.

Matias Clicky

Tipo: Táctil (Com retorno)
Distância até o Feedback tátil: 1.9mm
Distância para ativação: 2.2mm
Distância até o final da tecla: 3.5mm
Clique auditivo? Sim.
Força necessária: 60 cN (pode ser afetado pela keycap utilizada), maior parte desta resistência sendo do feedback tátil e não da mola.

8qdx.jpg

Ao contrário dos switches Cherry MX onde há uma gama de cores para separar modelos diferentes, a única forma de reconhecer qual é um switch Matias Quiet e qual é Matias Clicky, além de obviamente ouvir o som da tecla, é uma sutil troca de cor do "slider" que na versão "Quiet" é cinza e na versão "Clicky" é branco.

Embora os switches Matias Quiet e Matias Clicky tenham um ponto de ativação um pouco mais abaixo da Cherry MX, a impressão é justamente o contrário devido ao feedback tátil estar mais elevado e muito mais acentuado, o que lhe dá a impressão de ativar antes da Cherry MX. Também, diferente dos modelos Cherry MX que possuem uma grande variação, na verdade ambos os switches Quiet e Clicky possuem um feedback propositalmente similar, a única diferença fica realmente na presença/ausência do mecanismo de click.

Porém, este sistema de click da Matias Clicky é completamente diferente da Cherry MX Blue e de seus clones, o que impede que casos como duplo-clique ou falhas em múltiplos pressionamentos consecutivos ocorram com ela, o que realmente a torna um switch durável e que pode ser recomendado para utilização em jogos.

Também, a principal diferença é que os switches Matias tem um feedback extremamente acentuado. A Cherry MX Brown ou sinceramente não chega perto do feedback do mesmo, este que faz a tecla ser firme e segura para apertar, mas extremamente suave devido à baixa de resistência de sua mola após pressionada, a tornando um switch extremamente bom até mesmo para jogos de FPS, mesmo possuindo uma força de ativação necessária similar à MX Black.

Mas infelizmente, os switches Matias Clicky estão atualmente (metade de 2014) disponíveis apenas nos modelos de teclados para Mac. Porém, a Matias tem planos para lançar no final de 2014 um modelo de teclado com Matias Clicky para PCs, o "Matias Tactile Pro PC" (layout full-size, teclado completo com numérico).

Recomendado para: Programadores, jornalistas, pessoas que tem problemas de digitação, jogadores de MMORPG, FPS, RTS.

Não recomendado para: Pessoas que não querem um teclado muito barulhento, pessoas que usam o teclado de madrugada ou em um ambiente onde outros não gostam de barulho, pessoas que tem preferência por switches lineares.

Análises de Teclados Mecânicos

CM Quick Fire Rapid: http://www.criminalcafe.com/showthread.php?t=12721

CM Quick Fire Stealth: http://www.criminalcafe.com/showthread.php?t=16245

CM Storm Trigger: http://www.criminalcafe.com/showthread.php?t=11925

Corsair Vengeance K70: http://www.criminalcafe.com/showthread.php?t=14375

Logitech G710+: http://www.criminalcafe.com/showthread.php?t=14482

Matias Mini Quiet Pro PC: http://www.criminalcafe.com/showthread.php?t=14898

Matias Secure Pro: http://www.criminalcafe.com/showthread.php?t=16290

Tt eSports Meka G-Unit: http://www.criminalcafe.com/showthread.php?t=14358

Lista com alguns Teclados e seus respectivos Fabricantes

PS: Esta não é exatamente uma "lista branca" ou "lista de teclados recomendados", mas uma lista contendo alguns dos teclados (e até marcas inteiras) que são considerados "bons" ou "razoáveis" pelo Guia do teclado mecânico.

Há sim centenas de teclados mecânicos bons que não estão mencionados nela, vários por falta de informações quanto ao fabricante (ex: teclados da Matias), ou por serem cópias dos modelos OEM (ex: Sentey Crimson Pro, que é um iOne Scorpius U9BL) ou então simplesmente porquê não tive tempo para pesquisar e acrescentar o mesmo à lista (ou me esqueci).

CM Quick Fire Rapid = Costar
CM Quick Fire Rapid-I = Solid Year
CM Quick Fire TK = Solid Year
CM Quick Fire TK Stealth = Solid Year
CM Quick Fire Stealth = Costar
CM Quick Fire XT = Costar
CM Storm Trigger = Costar
CM Storm Trigger Z = iOne
Corsair Vengeance K65 = Solid Year
Corsair Vengeance K70 (com iluminação vermelha) = Solid Year
Corsair Vengeance K95 (com iluminação vermelha) = Solid Year
Cherry = Cherry
Das Keyboard Professional S = Costar (O modelo sem teclas multimídias, fora de produção)
Das Keyboard Professional S Silent = Costar (O modelo sem teclas multimídias, fora de produção)
Das Keyboard Ultimate = Costar
Das Keyboard Ultimate Silent = Costar
Déck = TG3 Electronics
Ducky = Várias... A Costar faz a linha Shine. A linha Zero é feita em fábrica própria.
FILCO = Costar
Gigabyte Aivia Osmium = iOne
Milestone = Datacomp
Mionix Zibal = Costar
Noppoo = PLUM
Ozone Strike = Costar
Ozone Strike Pro = Solid Year
PLUM = PLUM
Razer Blackwidow 2013 = Solid Year
Razer Blacwidow Ultimate 2013 = Solid Year
Razer Blackwidow 2013 Stealth = Solid Year
Razer Blackwidow 2014 Stealth (Razer Orange) = iOne
Razer Blackwidow Ultimate 2013 Stealth = Solid Year
Razer Blackwidow Ultimate 2014 Stealth (Razer Orange) = iOne
Razer Blackwidow Tournament (modelo MX Blue) = Solid Year
Razer Blackwidow Tournament Stealth (modelo MX Brown) = Solid Year
Razer Blackwidow Tournament (modelo Razer Orange) = iOne
Rosewill RK 9000 = Costar
Rosewill RK 9100 = iOne
Rosewill RK 9200 = Costar
Steelseries 6Gv2 = Datacomp (?)
Steelseries 7G = Datacomp (?)
Tesoro = iOne
Tt eSports Meka G1 = Costar
Tt eSports Poseidon = Fábrica secundária da Ducky.
WASD = Costar

Evitar comprar estes teclados

Os seguintes teclados devem ser evitados por diversas razões, desde problemas relacionados à fabricante (lotes defeituosos, problemas de solda), keycaps de baixíssima qualidade, problemas de LEDs queimando, controladora apresentando defeito, entre outros... Não são ruins o suficiente para entrar na lista negra, até porquê alguns destes problemas ainda podem ser corrigidos ou podem não afetar alguns usuários, mas recomendo comprar outros teclados se estiverem disponíveis.

CM Quick Fire Pro = iOne
Corsair Vengeance K60 = Solid Year
Corsair Vengeance K70 (com iluminação azul) = Solid Year
Corsair Vengeance K90 = Solid Year
Corsair Vengeance K95 (com iluminação azul) = Solid Year
Das Keyboard Professional S with Media Keys = ???
Das Keyboard Professional S Silent with Media Keys = ???
Logitech G710+ = Solid Year
Razer Blackwidow (2009) = iOne
Razer Blackwidow Ultimate (2009) = iOne
Razer Blackwidow Ultimate BF3 (2009) = iOne
Razer Blackwidow Ultimate DA II (2009) = iOne
Razer Blackwidow 2014 (Razer Green) = iOne
Razer Blackwidow Ultimate 2014 (Razer Green) = iOne
Razer Blackwidow Tournament (Razer Green) = iOne
Tt eSports Meka = i-Rocks
Tt eSports Meka G-Unit = i-Rocks

PS: Se algum teclado está aqui é porquê aconteceu algo, então não ignorem a lista e qualquer dúvida podem perguntar o porquê ele está aqui. Um exemplo é o Logitech G710+, que vocês podem ver as razões aqui:
http://adrenaline.uol.com.br/forum/hardwares-em-geral/491765-review-logitech-g710.html

No caso dos teclados da Corsair, os modelos antigos (K60, K90) apresentavam defeitos na sua controladora, enquanto os novos modelos com iluminação azul possuem LEDs de baixa qualidade que queimam após pouco tempo de uso. Este problema parece ter sido corrigido na versão com iluminação vermelha, embora infelizmente a empresa nega que houveram problemas com o teclado.

LISTA NEGRA - NÃO COMPRE

Aziotech Levetron Mech4:
Lotes inteiros de teclados com defeitos por erro nos projetos e ao invés de fazerem um recall, lançaram o Mech5 e não comentaram sobre o caso.

Genius M1: Produzido pela Newmen.
Baixíssima qualidade de construção.

Newmen GM10: Produzido pela Newmen.
Baixíssima qualidade de construção.

Rapoo V7 87: Produzido pela Newmen.
Baixíssima qualidade de construção.

Zalman ZM-K500: Produzido pela Newmen.
Baixíssima qualidade de construção.

------Post reservado-----

Lembrando que o tópico ainda está em construção, então há algumas coisas que ainda devem ser organizadas (principalmente as especificações dos switches) e há muito material que está quase pronto para ser adicionado, mas precisa ser revisado.
 
Editado por um moderador:

wetto

Dissecador de Periféricos
Registrado
Post reservado para fatos e curiosidades.
 

Greengineer

Entusiasta?? Pufavô...
Registrado
Parabéns pelo guia @wetto, segue a minha colaboração para o tópico :awesome:.

Segue uma foto do Noppoo Choc Mini Red Switch (que ainda está comigo) e os 02 Triggers Ansi-US que tiveram uma rápida passagem por aqui (Brown & Blue):

dsc01482vd.jpg

Um zoom nos 03 diferentes switches (Aquele pêlo perto do switch brown já foi removido :damn:):
dsc01480tc.jpg

Segue outra foto com o Mionix Zibal 60 sobre sua caixa :coolface:

31yt.jpg


E o kit de keycaps da Ducky que comprei pelo massdrop para dar uma cara nova no Zibal

ilpx.jpg


rmdj.jpg


Também comprei o kit Ozone Grip para ver como ficava nos teclados.

e41e.jpg

No Trigger MX Blue ficou bem GAYMER :br::

y6a2.jpg


E no Filco Majestouch Ninja MX Brown ficou assim...

igyi.jpg


E finalmente aquele que reina sobre a minha mesa atualmente, Cm Storm Trigger MX Black ABNT2...

w9yh.jpg

...ao lado de sua amiga, a máquina de costura com switches OMRON :haha:

Para finalizar segue um video, no qual eu falo um monte de abobrinha sobre teclado mecânico. Foi o primeiro tutorial que meu irmão pediu para o canal de LoL dele, então :melior::


Por hoje é só pessoal

tumblr_lprkjoiS6J1qzf3pco1_400.gif
 
Última edição:

Altrunox

Uma vez...
Registrado
Keycool 84 com Cherry Mx Black.
Meu único teclado mecânico atualmente.
Só um aviso aos que gostarem do formato dele, atualmente a Keycool parou de usar a Cherry e está usando a Kailh, então acho melhor procurar outra marca.
Isso se aplica ao Noppoo do PatoVerde acima , usavam Cherry mas agora usam Kailh...


wetto, belo tópico :vinho:
 
Última edição:

Caput

New Member
Registrado
Parabéns wetto ficou muito bom :D

Vou estrear o novo tópico fazendo uma pergunta:

Saberia me dizer se esse teclado é mecanico:

2014-07-04%2020.29.05.jpg


2014-07-04%2020.42.03.jpg


2014-07-04%2020.31.58.jpg

Obrigado!
 
Última edição:

Lucifis

Seamus
Registrado
Aoooo!!!!!
Desde 2012 lendo sobre teclados mecânicos! :fuckyeah:

Obrigado ao Adrenaline, [citar]wetto[/citar] e a todos que de certa forma ajudaram na minha escolha atual e na próxima! Que venham mais 10.000 posts novamente.
 

wetto

Dissecador de Periféricos
Registrado

Não é, mas é um teclado NMB, o que não é qualquer coisa também.

A NMB fazia inúmeros trabalhos OEM e possuia apenas dois switches mecânicos, o NMB Space Invaders (que nome hein?)

marquardt03mc5.jpg


E também este switch estranho que ainda não sei o nome:

rt8255_032.jpg


Normalmente a marca coloca no nome do modelo se ele é mecânico. Se ele fosse, o modelo seria RT104C ou RTC104 (o C entrega a charada), mas ainda assim a NMB era conhecida por fazer teclados de membrana de alta qualidade, coisa bem superior ao lixo descartável que vemos hoje, então não é "qualquer teclado" também. Aliás, aposto que as teclas estão todas com impressão intactas, diferente dos modelos de 20 reais que você compra hoje e daqui pouco tempo está todo desgastado.

Aliás, outra coisa que entrega são os sliders (o plástico que vai pra baixo e pressiona a goma de borracha), este tipo é extremamente comum em teclados de membrana antigo.
 

Felipe Sena

Member
Registrado
Wetto tudo bem, o que pode me dizer dos teclados da Corsair Raptor K30, K40 achei por um preço bom, queria um teclado mecânico pois nunca tive nenhum e queria um iluminado, se nenhum desse são bons me indique um que possa ser realmente bom e irei ficar tranquilo por um bom tempo, obrigado e como belíssimo tópico.
 

wetto

Dissecador de Periféricos
Registrado
Wetto tudo bem, o que pode me dizer dos teclados da Corsair Raptor K30, K40 achei por um preço bom, queria um teclado mecânico pois nunca tive nenhum e queria um iluminado, se nenhum desse são bons me indique um que possa ser realmente bom e irei ficar tranquilo por um bom tempo, obrigado e como belíssimo tópico.

Sinceramente, a Corsair perdeu toda e qualquer credibilidade comigo depois dos casos de teclados das novas linhas Vengeance (K70 e K95) começarem a apresentar problemas nos LEDs de iluminação (queimando um atrás do outro), sem contar que pelo preço desses dois Raptors, dá pra comprar um CM Quick Fire TK ou um Tt eSports Poseidon...
 

Caput

New Member
Registrado
Obrigado pela resposta.

Então, eu e um amigo estamos garimpando pela Internet atrás de um teclado mecanico antigo da IBM, DELL e etc. Tu saberia algum lugar aqui no BR que vende esse tipo de coisa antiga?

Não é, mas é um teclado NMB, o que não é qualquer coisa também.

A NMB fazia inúmeros trabalhos OEM e possuia apenas dois switches mecânicos, o NMB Space Invaders (que nome hein?)

http://img4.imageshack.us/img4/4226/marquardt03mc5.jpg

E também este switch estranho que ainda não sei o nome:

http://www7.ocn.ne.jp/~hisao/image/rt8255_032.jpg

Normalmente a marca coloca no nome do modelo se ele é mecânico. Se ele fosse, o modelo seria RT104C ou RTC104 (o C entrega a charada), mas ainda assim a NMB era conhecida por fazer teclados de membrana de alta qualidade, coisa bem superior ao lixo descartável que vemos hoje, então não é "qualquer teclado" também. Aliás, aposto que as teclas estão todas com impressão intactas, diferente dos modelos de 20 reais que você compra hoje e daqui pouco tempo está todo desgastado.

Aliás, outra coisa que entrega são os sliders (o plástico que vai pra baixo e pressiona a goma de borracha), este tipo é extremamente comum em teclados de membrana antigo.
 

Kenhung1405

Jovem gafanhoto manjador
Registrado
Primeira página! Chupa sociedade! :haha:
Brincadeiras a parte, parabéns pelo V3 do guia Wetto!

Segue minha colaboração atual:

iPraM3f.jpg


rUUARDn.jpg


wB2YmWF.jpg


Malz, pela qualidade das fotos mas fiquei com preguiça de pegar um fundo branco (tantao que ta a zona que é a minha mesa no fundo rsrs) :p
Inclusive, é o mesmo teclado utilizado no review (http://www.criminalcafe.com/showthread.php?t=16245), vlw pela citação Wetto! rsrs

Avisando, to preparando um vídeo aqui sobre teclado mecânico pra por no meu canal, fiz a parte sobre os switchs somente, to planejando as coisas ainda!

Segue uma prévia de como será a parte dos switch (link para download de um pequeno vídeo): https://mega.co.nz/#!sd0l3LwQ!b9PUhtQyr-A8pHZ2NA2ePkU-Z3yDsITCxDI_SYnuwzw

Deixando avisado que o Wetto será o consultor do vídeo :awesome:
 
Última edição:

wetto

Dissecador de Periféricos
Registrado
Pessoal, vou ter que pedir por favor que comprimam (usem JPG e não PNG) e usem apenas imagens de baixa resolução se quiserem postar algo na primeira página, para não deixar o Guia pesado demais :joia:
 

caducool

Member
Registrado
Fala wetto!
Sou o CaDu lá do BF que te pediu um teclado mecânico rs. Tenho a mesma dúvida que o amigo ali de cima e também gostaria de saber se é possível achar fácil aqueles teclados mecânicos antigos.
 

Karin-sama

Non-Player Character
Registrado
Colaborando com o tópico:

IMG_20140706_172808791.jpg


IMG_20140706_172603856.jpg


:awesome:
 

Notsociety

New Member
Registrado
Teclados mechanics são overrated e possuem um preço totalmente abusivo por conta do HYPE em cima deles.
Não senti falta nenhuma quando precisei voltar à usar membrana de 25R$.
 

Altrunox

Uma vez...
Registrado
Teclados mechanics são overrated e possuem um preço totalmente abusivo por conta do HYPE em cima deles.
Não senti falta nenhuma quando precisei voltar à usar membrana de 25R$.

Então você está no tópico errado :melior2:

Que teclado mecânico que você tinha antes?
 
Última edição:

Altrunox

Uma vez...
Registrado
Como fui user por bastante tempo achei válido deixar minha conclusão final pós-teclados mecânicos...
Estive usando um Quickfire Rapid e TK na época

Entendo, bom pra mim é um tormento digitar em uma membrana agora.
Mas tem algumas pessoas que acabam não se dando bem com eles mesmo e voltando pras membranas depois.

Mas enfim, de qualquer jeito o teclado é a última recomendação na compra de periféricos quando se tem o objetivo principal jogar.
 

Guimao

Well-Known Member
Registrado
Postar para acompanhar as novidades..
 

blacklynx

Active Member
Registrado
Excelente tópico, parabéns Wetto. O antigo já era muito bom e esse está ainda muito melhor. Comprei meu mouse atual depois de ver seus excelentes reviews, agora será a vez de adquirir o teclado analizando os reviews feitos aqui por vc.
 

Smeagol_RP

Ligeiro fã de istrogonhoque
Registrado
Acompanhando.

Mentira, só queria postar na primeira página.
 

Pedrozun

New Member
Registrado
First page ! caraca welli 3 topico ja KKKKKK :lol2:
 

vini_raiden

Active Member
Registrado
Tópico show de bola, parabéns ao Wetto e demais envolvidos, conhecimento nunca é demais e ainda nos ajuda a evitar rasgar dinheiro em porcarias e contribuir posteriormente no fórum. Acompanhando!
 
Última edição:

Felipe Sena

Member
Registrado
Sinceramente, a Corsair perdeu toda e qualquer credibilidade comigo depois dos casos de teclados das novas linhas Vengeance (K70 e K95) começarem a apresentar problemas nos LEDs de iluminação (queimando um atrás do outro), sem contar que pelo preço desses dois Raptors, dá pra comprar um CM Quick Fire TK ou um Tt eSports Poseidon...

Olá Wetto obrigado por ter respondido, achei as recomendações bacana, principalmente o CM Quick Fire TK, porém queria algo um pouco mais robusto, parecido com o K70 porém de melhor qualidade, vai ser o primeiro teclado mecanico, quero um com excelente qualidade tanto em contrução como em iluminação, nem para isso tenha que gastar um pouco mais.Se puder me ajudar ficarei grato! Obrigado
 

wetto

Dissecador de Periféricos
Registrado
Olá Wetto obrigado por ter respondido, achei as recomendações bacana, principalmente o CM Quick Fire TK, porém queria algo um pouco mais robusto, parecido com o K70 porém de melhor qualidade, vai ser o primeiro teclado mecanico, quero um com excelente qualidade tanto em contrução como em iluminação, nem para isso tenha que gastar um pouco mais.Se puder me ajudar ficarei grato! Obrigado

Sinceramente, a case do TK não perde para nada pro alumínio do K70, mas ambos são do mesmo fabricante e tem as mesmas keycaps... Se queres algo de maior qualidade que ambos (ou qualquer modelo no Brasil), só importando um Ducky Shine III ou um Déck Hassium Pro.

Obrigado pela resposta.


Então, eu e um amigo estamos garimpando pela Internet atrás de um teclado mecanico antigo da IBM, DELL e etc. Tu saberia algum lugar aqui no BR que vende esse tipo de coisa antiga?


Infelizmente não vou poder lhe ajudar, pois não sei quem vende ou comercializa teclados mecânicos antigos no Brasil... :(


Fala wetto!
Sou o CaDu lá do BF que te pediu um teclado mecânico rs. Tenho a mesma dúvida que o amigo ali de cima e também gostaria de saber se é possível achar fácil aqueles teclados mecânicos antigos.


Como já disse acima, desconheço quem venda... :(
 
Última edição:
Status
Não esta aberto para novas mensagens.

Usuários que está vendo este tópico

Topo