Linux pra PC bem véio!!!

mestredasbios

Member
Registrado
Pessoal, to com um PC aqui e queria por um linux nele! Soh que a config dele eh bem ... bem baixa... Pentium 166, 32mb ram, HD de 2Gb. Soh que ta funcionando bem... por isso queria por linux pra ter mais experiência com ele! Qual vcs me indicam que rode legal nessa config???:thumbs_up
 

mestredasbios

Member
Registrado
Bah valeu, vou dar uma pesquisada pra ver o que eu acho!!!
 

Roman

New Member
Registrado
Este artigo tem o intuito de ajudar a comunidade a utilizar os antigos PCs com o Linux e lógico, utilizando uma interface gráfica. Como o título diz, foi instalado um Slackware 8.1 em um Pentium 100 usando interface gráfica, XMMS, Opera, etc.

Esta dica na verdade é uma ajuda para quem tem um micro antigo em casa e não quer apenas usar ele como um roteador. No meu caso, estou usando um Notebook Toshiba Pentium 100 com 16MB e HD de 1.2 GB.

Eu vou partir do princípio que seja a instalação de apenas um sistema operacional no HD, e não vou entrar a fundo em alguns tópicos. Coloque o primeiro CD do Slackware 8.1 no seu drive e reinicie o seu micro, o boot deve ser dado pelo CD. Caso o seu micro não faça boot pelo CD, crie um disco de boot com o bootmanager, pois este programa permite que você execute o boot pelo CD mesmo que a sua BIOS não faça isso.

Iniciando a instalação

A distribuição escolhida, tem o kernel 2.4.18. Ao iniciar o CD, o sistema vai pedir para que você escolha como quer dar o boot. Apenas tecle [ENTER] para ele iniciar pelo CD. Logo depois, o sistema vai pedir para você escolher o idioma do teclado. Depois vai abrir um prompt para você fazer o login. Neste prompt digite root e tecle [ENTER], ou seja, não possui senha.

Você vai precisar de uma partição para instalar o sistema e uma partição para criar a área de swap. Na minha máquina, criei uma partição de 64 MB para Swap e o restante coloquei como partição nativa do Linux. Usei o utilitário cfdisk, pois ele é bem intuitivo.

Criadas as partições, agora vamos a instalação. Digite no prompt o comando setup. Vai abrir uma tela para que você escolha o que quer fazer. A primeira opção é a ajuda do sistema. Você deve escolher a terceira opção para criação e formatação da partição swap. O sistema vai encontrar a partição que você criou e vai formatá-la, então confirme a tela que irá aparecer. Depois vai mostrar para você quais partições existem no sistema, e pedir para você escolher em qual partição vai instalar o sistema. Apenas tecle [ENTER]. Peça para formatar e criar as partições utilizando o sistema de arquivos ext3

Vão abrir algumas telas solicitando o caminho do CD de instalação, apenas tecle [ENTER] até que apareça uma tela para seleção dos pacotes que serão instalados. Escolha as séries A, AP, D, GNOME, L, N, X e XAP. Vale lembrar que esta instalação é básica. Caso use outros programas, você vai precisar instalar mais pacotes. Depois de escolhidas as séries, ira aparecer um menu com a opção expert, tecle [ENTER] em cima desta opção.
Selecionando os pacotes

A parte mais difícil para as pessoas que estão migrando para o mundo Linux, é escolher quais pacotes instalar. No caso de micros antigos, você obrigatoriamente vai ter que fazer uma seleção dos pacotes que você realmente ira utilizar.

Na instalação do Slackware 10 você pode escolher todos os pacotes primeiro, já no 8.1 você instala série por série.

Segue abaixo os pacotes que instalei. Isto não é uma regra, você quem decidi quais pacotes você vai utilizar. Marquei com um * os pacotes que não podem ficar de fora da instalação. A instalação desses pacotes leva cerca de 40 minutos.

# Da série A: kernel-ide *
# aaa_base *
# bash *
# bin *
# cxxlibs *
# dcron *
# devfsd *
# devs *
# e2fsprogs *
# etc *
# findutils
# fileutils *
# glibc-solibs
# gpm
# grep *
# gzip *
# kernel-modules *
# less *
# lilo *
# modutils *
# openssl *
# pcmcia-cs
# pkgtools *
# procps *
# sh-utils *
# shadow *
# sysklogd
# sysvinit *
# tar *
# textutils *
# util-linux *

Da série AP:
# groff
# man
# man-pages
# mc
# mpg321
# oggutils
# rexima

Da série D:
# autoconf
# automake
# bin86
# binutils
# gcc
# gcc-g++
# kernel-headers
# libtool
# m4
# make

Da série L:
# audiofile
# gdk-pixbuf
# glib
# glibc
# gtk+
# libjpeg
# libpng
# libtermcap
# libtxml2
# ncurses
# orbit
# readline
# svgalib
# t1lib
# zlib

Da série N:
# inetd
# iptables
# links
# netwatch
# openssl
# ppp
# samba
# tcpip

Da série X:
# xfree86-devel
# xfree86-fonts-misc
# xfree86-fonts-100dpi
# xfree86-fonts-scale
# xfree86

Da série XAP:
# windowmaker
# xgames
# xmms
# xpdf
# xv

Da série GNOME:
# abiword
# esound
# nautilus

Finalizando a instalação

Depois de instalar todos os pacotes, vai abrir uma tela pedindo para escolher o kernel a ser utilizado. Escolha a opção "skip".

Por segurança, crie o seu disco de boot ou então escolha a opção “skip” de novo.

Caso você tenha um modem, escolha a porta em que ele está instalado. Para maiores detalhes, procure algum tutorial a respeito de instalação de modems.

Na criação do lilo, sugiro escolher a opção "simple" que funciona na maioria dos casos. Escolha a definição 800x600x256 ou 1024x768x256, conforme a resolução da sua Placa de Vídeo. Se realmente você está usando uma máquina antiga, escolha a 800x600x256. Na próxima tela apenas tecle [ENTER], pois não vamos passar parâmetros ao lilo. Eu escolhi a opção de gravar o lilo na MBR.

Agora você precisa instalar o seu mouse. Se for um mouse modelo serial, escolha a opção "mman", se for um modelo PS/2 ou modelo de Notebook, escolha a opção PS/2. Como instalamos o pacote gpm para usar o mouse no console, o sistema ira perguntar se desejamos subir o programa gpm na inicialização da máquina. Escolha a opção YES.

A configuração de rede fica por conta do usuário. Eu por exemplo não utilizo o netconfig, prefiro fazer o script na mão, mesmo porque eu uso o Notebook na rede de casa, e em duas redes no trabalho.

As próximas telas são para configuração do timezone. Escolha a opção de acordo com sua cidade.

Na próxima tela vamos escolher o Ambiente X que iremos usar. No nosso caso é o ambiente WindowMaker. Assim que confirmar, o sistema vai pedir para você escolher uma senha de root. Digite a sua senha

Terminamos a instalação. Escolha a opção EXIT e dê um Ctrl + Alt + Del para reiniciar o computador

onfigurando e usando o Slackware


Ao iniciar o Slackware, vamos partir para algumas configurações para melhorar um pouco mais a performance e instalar alguns novos pacotes. A primeira coisa a fazer é editar o arquivo /etc/lilo.conf e alterar o parâmetro "timeout" de 1200 para 0. Assim o lilo vai carregar automaticamente o seu sistema. Execute o comando lilo para que faça efeito a alteração.

Agora entre no arquivo /etc/inittab e procure pela linha:
c1:1235:respawn:/sbin/agetty 38400 tty1 linux

Essas linhas carregam por padrão, seis consoles virtuais. Normalmente se utiliza apenas dois para cada máquina de usuário. Comente as quatro últimas opções.

Vamos para a pasta /etc/rc.d para dar uma olhada no que está sendo carregado por padrão. Os arquivos rc.0, rc.4, rc.6, rc.M e rc.S são os arquivos de configuração da inicialização do sistema. Se você não estiver seguro do que está fazendo, deixe eles do jeito que está.

Vá até o arquivo rc.modules e deixe apenas o sistema carregar os módulos que você irá usar, por exemplo, a placa de som, uma porta serial, etc... Para maiores esclarecimentos sobre isso, sugiro que você procure alguma documentação sobre o assunto.

No arquivo rc.serial, faça a mesma coisa. Deixe apenas o que você realmente precisa.

Acertado isso, vamos instalar um ambiente X mais leve, e um navegador para acessarmos a internet.

O ambiente X pode ser o Blackbox, que é super leve. Para instalar, basta você baixar o arquivo blackbox.tgz. Procure no site do Slackware:
ftp://ftp.slackware.com/pub/slackware/slackware-8.1/extra/blackbox-0.62.1/

Para instalar execute o comando:
# installpkg blackbox-0.62.1.tgz

Depois de instalar o Blackbox, execute o comando xwmconfig e escolha o Blackbox como o seu ambiente X padrão.

Para baixar o navegador opera, acesse este link:
http://www.opera.com/download/index.dml?opsys=Linux...

Se tiver algum problema entre no site www.opera.com e procure o arquivo para baixar. Lembre-se que é importante escolher a versão do sistema que você usa por causa de algumas dependências. Descompacte o arquivo que você baixou em uma pasta. Entre nesta pasta e execute o comando "./install.sh". Serão feitas duas perguntas no console, digite yes nas duas.

Vamos precisar configurar o ambiente X agora, e para isso digite o comando xf86config e responda as perguntas conforme a sua configuração de vídeo. Para maiores detalhes procure algum tutorial a respeito.

Pronto, instalação completa. Segue abaixo alguns dados sobre tudo o que fizemos:
# Configuração da máquina - Notebook Toshiba 430 CDS com HD de 1.2 GB e 16 MB de RAM;
# Distribuição - Slackware 8.1 - kernel 2.4.18;
# Espaço ocupado - 480 MB;
# Memória ocupada - com o ambiente X - 16 MB, sem o X 10 MB;
# Tempo de inicialização da máquina - 45 segundos (com o inetd, o gpm e o módulo do PCMCIA subindo também);
# Tempo para inicialização do ambiente X - 20 segundos com o Blackbox.

OBS: Você também pode baixar o Blanes, que é uma interface muito parecida com o Windows 2000


Autor: Adriano Oliveira (aoliveira_it at yahoo.com.br)
Fonte: Vivaolinux.com.br
 

Comdek

New Member
Registrado
Em computador véio, é melhor rodar Linux do que o Windows 95. :yes:
 

mestredasbios

Member
Registrado
Roman... vc me ajudou muito... cara vlw mesmo!!!
 

mestredasbios

Member
Registrado
naum ... naum instalei ainda... soh vou fazer isso no fim de semana!!! Depois de pronto vou postar aqui os resultados!!!
 

Roman

New Member
Registrado
na real, vc pode usar o slack 10.0 q ja vem com gnome no cd (se vc ja tiver uma base no linux pega o 11 e procura uma versao do gnome pra ele, só q exije mais prática)
usa esse padrao de configuração aqui... ele vem sem mouse em algumas vezes, sem som sem internet sem nada
vc q vai pesquisando e instalando aos poucos
ao mesmo tempo vai aprendendo mto .. qdo deixar seu computador redondinho, pode ter ctz q vc ja vai ter uma boa base em slack..

http://www.slacklife.com.br/article.php?sid=1333

ps: se vc usa uma conexao q pega o seu IP automaticamente, instala na seção N o dhcpcd

nao esquece de confirmar a ativação do rc.hotplug na instalação.. qdo vc instalar ja vai saber do q se trata
 

Roman

New Member
Registrado
esqueci de dizer
começa a ler só apartir de "Instalando seu Slackware"

o resto eh pra instalar o KDE, ambiente gráfico mais pesado q o gnome q no seu caso vai ser o ideal (gnome)
 

Usuários que está vendo este tópico

Topo