[Notícias] Caso USP e o verdadeiro motivo da greve!

M0Z4R7.3D

Banido
Banido
Penso igual a você. Tem que revistar todos e ponto final. Quem não deve não teme.
Mas eu ouvi um dos alunos falando isso ontem no Jornal da Gazeta. Eles pensam que só porque o cara é professor ele é imune a revistas policiais.

Sei que a Polícia de São Paulo não é a melhor do mundo em abordagem; São folgados e abusados. Mas é o trabalho deles. Querendo ou não, são autoridades. E autoridades tem de ser respeitadas.
Não concordo com tudo, só em partes, a maioria dos policiais não é folgado e abusado, tem alguns que são assim em todas ações, mas a maioria é respeitosa e educado, entretanto quando pegam alguém puxando um fuminho no meio da rua acho que a maioria muda de postura mesmo.
Pode ver no 'polícia 24 horas' da Band que o padrão deles é de ajudar e proteger, ou algo do tipo, exceto que vc ache que só são assim na frente das câmeras, porém eu já fui abordado sem cameras e fui tratado exatamente daquele jeito, digo em São Paulo.
 

FrindoN

Banido
Banido
Não concordo com tudo, só em partes, a maioria dos policiais não é folgado e abusado, tem alguns que são assim em todas ações, mas a maioria é respeitosa e educado, entretanto quando pegam alguém puxando um fuminho no meio da rua acho que a maioria muda de postura mesmo.
Pode ver no 'polícia 24 horas' da Band que o padrão deles é de ajudar e proteger, ou algo do tipo, exceto que vc ache que só são assim na frente das câmeras, porém eu já fui abordado sem cameras e fui tratado exatamente daquele jeito, digo em São Paulo.

Você já deu a resposta: São assim na frente das câmeras.
Nunca fui abordado fumando (até porque são raríssimas as vezes que fumo na rua; quando a faço, é de noite e em ruas sem movimento). Mas já fui muitas vezes abordado sem estar fazendo absolutamente nada.

Uma vez, eu estava saindo de uma padaria aqui perto de casa com uma amiga e uns amigos. Ela ficou desesperada ao ser abordada (tínhamos 14 anos aquela época) e começou a chorar. Um deles colocou uma uzi na cara da menina e mandou ela "Calar a boca".

A mais ou menos 3 ano atrás, eu estava descendo uma rua aqui perto de casa com um amigo meu. Vimos uma viatura parada na rua e imitamos o barulho de sirene (Uuuu UUuuu). Quando chegamos na praça (que tem em frente meu AP) avistamos a mesma viatura parando para nos abordar. Meu amigo quis correr mas eu falei para ele que não tinha nada de mais. Apenas tínhamos imitado barulho de sirene. (Até onde eu sei, isso não é contra nenhum tipo de lei). Mesmo com medo ele ficou.
Enquanto eles (policiais) estavam nos abordando, nos deram socos no saco e tapas na cabeça. Um desses policiais conhecia a minha mãe, porque ela trabalhava no fórum. Então o IMBECIL do policial começou a xingá-la e falar palavras que não convém colocar aqui.
No mesmo dia, fui com a minha mãe e meu amigo na delegacia prestar queixa desse porco de farda. Um mês depois do ocorrido, soube que o otário foi afastado das ruas e só fazia trabalhos internos.

Se um policial que é conhecido da minha mãe, me conhece, faz isso. O que direi daqueles que nunca me viram na vida?

Não estou generalizando. Existem sim policias de boa índole.
Eu até jogava bola com um PM. Mas depois ele mudou de delegacia e eu perdi o contato com ele.
 

Brunobra

Member
Registrado
Meu amigo, NUNCA NENHUM policial faltou com respeito comigo...nao sei se é uma excecao ou por so andar em bairro bom...Policial as vezes é *** mesmo, eles gostam de judiar de pobre, voce ja viu um policial parando alguem bem arrumado dentro de uma BMW nova? Eu nao.
 
Última edição:

FrindoN

Banido
Banido
Meu amigo, NUNCA NENHUM policial faltou com respeito comigo...nao sei se é uma excecao ou por so andar em bairro bom...Policial as vezes é *** mesmo, eles gostam de judiar de pobre, voce ja viu um policial parando alguem bem arrumado dentro de uma BMW nova? Eu nao.

Bem por aí...
Aqui onde eu moro, é uma bairro "Boêmio" (como a elite daqui costuma chamar) chamado Vila Madalena.
Aqui é um lugar onde LOTA de gente rica e famosa para beber cerveja e comer petiscos. Mas é engraçado que nao vejo blitz policial aqui. Aposto 1 real com você, que se eles fizessem 1 final de semana que fosse, prenderiam alguns playboyzinhos com seus carrinhos importados dirigindo bêbados. E olha que eu vejo MUITO disso aqui.

Agora, se passa alguém vendendo balas, toma esculacho desses vermes alegando que estão perturbando.

Polícia deveria ser para todos. Assim como a política e a justiça. Mas infelizmente não é assim que funciona. :feelbad:
 

Kam

Member
Registrado
Nunca tive problema nenhum com a policia, já fui parado algumas vezes dirigindo onde inclusive estava em velocidade acima do permitido. Sempre fui tratado com respeito, até mesmo quando amigos meus se envolveram em uma briga de bar.

Realmente existem maus policiais, mas são minoria, isso é fato. Entre eles e os maconheiros pró-cheguevara da UFSC, eu escolho eles. Quem não deve não teme.

Kam, gosto de seus posts, sempre corretos. Mas terei que discordar.

Se vocês quiserem eu posso postar uma dúzia de sites que FUNCIONÁRIOS da usp escrevem.

Obrigado pelo elogio! Bom quanto aos funcionários eu já li muitas manifestações, e a vasta maioria delas é contraria a PM mesmo. Agora não sei se isso refleta realmente a opinião da maioria ou é coisa de uma minoria sindicalista ligada a alguns partidos de esquerda, fica a dúvida.

Digo isso pois conheço sindicatos, e sei que costumam ter uma tendência mais de esquerda e um tanto revanchista contra os militares.
 
Última edição:

Brunobra

Member
Registrado
Policial acha engracado destratar gente pobre, isso é fato....
 

M0Z4R7.3D

Banido
Banido
Depende, cada um é cada um, porque são indivíduos, um que conheci de vista eu ouvi dizer: Adoro fazer operação em favela...ele cresceu na favela e admirava a policia, e queria ser 'o policial' que ele mesmo admirava quando criança sendo espelhado nos olhos das crianças...não sei se fui claro, mas ele mesmo era pobre e cresceu admirando ao invés dos bandidos a polícia!
Outros entram porque a família inteira é policial, desde os avós...outros ainda podem mesmo ser bandidos infiltrados, por isso digo que cada um é cada um, a polícia é uma corporação, mas os policiais tem suas individualidades.
 

Viktovsk72

New Member
Registrado
Vai ai um texto interessante que esta circulando no facebook.

Esclarecendo o caso USP (pra quem vê de fora)[/h]
Somos alunos da ECA-USP e visto a falta de imparcialidade da mídia com referência aos últimos acontecimentos ocorridos dentro da Universidade de São Paulo, cremos ser importante divulgar o cenário real do que realmente se passa na USP. Alguns fatos importantes que gostaríamos de mostrar: - O incidente do dia 27/10/11, quando 3 alunos foram pegos portando maconha, NÃO foi o ponto de partida das reivindicações estudantis. Aquele foi o estopim para insatisfações já existentes. - Portanto, gostaríamos de explicitar que a legalização da maconha, seja dentro da Cidade Universitária ou em qualquer espaço público, não é uma reivindicação estudantil. Alguns grupos até estão discutindo essa questão, mas ela NÃO entra na pauta de discussões que estamos tendo na USP. - Os alunos da USP NÃO são uma unidade. Dentro da Universidade há diversas unidades (FFLCH, FEA, Poli, etc.) e, dentro de cada unidade, grupos com diferentes opiniões. Por isso não se deve generalizar atitudes de minorias para uma universidade inteira. O que estamos fazendo, isso no geral, é sim discutira situação atual em que se encontra a Universidade. - O Movimento Estudantil, responsável pelos eventos recentes, NÃO é uma organização e tampouco possui membros fixos. Cada ação é deliberada em assembleia por alunos cuja presença é facultativa. O que há é uma liderança desse movimento, composta principalmente por membros do DCE (Diretório Central dos Estudantes) e dos CAs (Centros Acadêmicos) de cada unidade. Alguns são ligados a partidos políticos, outros não. - Portanto, os meios pelos quais o Movimento Estudantil se mostra (invasões, pixações, etc.) não são decisão de maiorias e, portanto, são passíveis de reprovação. Seus fins (ou seja, os pontos reais que são discutidos), no entanto, têm adesão muito maior, com 3000 alunos na assembleia do dia 08/11. - Apesar de reprovar os meio usados pelo Movimento Estudantil (invasões, depredação), não podemos desligitimar as reivindicações feitas por esses 3000 alunos. Os fatos não podem ser resumidos a uma atitude de uma parcela muito pequena dos universitários. Sabendo do que esse movimento NÃO se trata, seguem suas reinvidicações: DISCUSSÃO DO CONVÊNIO PM-USP / MODELOS DE SEGURANÇA NA USP A reivindicação estudantil não é: PM FORA DO CAMPUS, mas antes SEGURANÇA DENTRO DO CAMPUS. Os estudantes crêem na relação dessas reivindicações por três motivos: A PM não é o melhor instrumento para aumentar a segurança, pois a falta de segurança da Cidade Universitária se deve, entre outros fatores, a um planejamento urbanístico antiquado, gerando grandes vazios. Iluminação apropriada, política preventiva de segurança e abertura do campus à populacão (gerando maior circulação de pessoas) seriam mais efetivas. Mas, acima de tudo... A Guarda Universitária deve ser responsável pela segurança da universidade. Essa guarda já existe, mas está completamente sucateada. Falta contingente, treinamento, equipamento e uma legislação amparando sua atuação. Seria muito mais razoável aprimorá-la a permitir a PM no campus, principalmente porque... A PM é instrumento de poder do Estado de São Paulo sobre a USP, que é uma autarquia e, como tal, deveria ter autonomia administrativa. O conceito de Universidade pressupõe a supremacia da ciência, sem submissão a interesses políticos e econômicos. A eleição indireta para reitor, com seleção pessoal por parte do governador do Estado, ilustra essa submissão. O atual reitor João Grandino Rodas, por exemplo, era homem forte do governo Serra antes de assumir o cargo. POSTURA MAIS TRANSPARENTE DO REITOR RODAS / FIM DA PERSEGUIÇÃO AOS ALUNOS Antes de tudo, independentemente de questões ideológicas, Rodas está sendo investigado pelo Ministério Público de São Paulo por corrupção, sob acusação de envolvimento em escândalos como nomeação a cargos públicos sem concurso (inclusive do filho de Suely Vilela, reitora anterior a Rodas), criação de cargos de Pró-Reitor Adjunto sem previsão orçamentária e autorização legal, e outros. No mais, suas decisões são contrárias à autonomia administrativa que é direito de toda universidade. Depois de declarar-se a favor da privatização da universidade pública, suspendeu salários em ocasiões de greve, anunciou a demissão em massa de 270 funcionários e, principalmente, moveu processos contra alunos e funcionários envolvidos em protestos políticos. Rodas, em suma: foi eleito indiretamente, faz uma gestão corrupta e destrói a autonomia universitária. Você pode estar pensando… MAS E O ALUNO MORTO NO ESTACIONAMENTO DA FEA-USP, ENTRE OUTRAS OCORRÊNCIAS?Sobre o caso específico, a PM fazia blitz dentro da Cidade Universitária na noite do assassinato. Ainda é bom lembrar que a presença da PM já vinha se intensificando desde sua primeira entrada na USP, em Junho/2009 (entrada permitida por Rodas, então braço-direito de Serra). Mesmo assim, ela não alterou o número de ocorrências nesse período comparado com o período anterior a 2009.Ao contrário, iniciou um policiamento ostensivo, regularmente enquadrando alunos, mesmo em unidades nas quais mais estudantes apoiam sua presença, como Poli e FEA. MAS E A DIMINUIÇÃO DE 60% NA CRIMINALIDADE APÓS O CONVÊNIO USP-PM?São dados corretos. Porém a estatística mostra que esta variação não está fora da variação anual na taxa de ocorrências dentro do campus ( [url]http://bit.ly/sXlp0U]Bem-vindo ao Facebook - acesse, cadastre-se ou saiba mais.
). A PM, portanto, não causou diminuição real da criminalidade na USP antes ou depois do convênio. Lembre-se: ela já estava presente no início do ano, quando a criminalidade disparou. MAS, AFINAL, PARA QUE SERVE A TAL AUTONOMIA UNIVERSITÁRIA?Serve para que a Universidade possa cumprir suas funções da melhor maneira possível. De maneira simplista, são elas:- Melhorar a sociedade com pesquisas científicas, sem depender de retorno financeiro imediato. - Formar cidadãos com um verdadeiro senso crítico, pois mera especialização profissional é papel de cursos técnicos e de tecnologia. Importante: autonomia universitária total não existe. O dinheiro vem sim do Governo, do contribuinte, porém a autonomia universitária não serve para tirar responsabilidades da Universidade, mas sim para que ela possa cumprir essas responsabilidades melhor. COMO ISSO ME AFETA? POR QUE EU DEVERIA APOIA-LOS?As lutas que estão ocorrendo na USP são localizadas, mas tratam de temas GLOBAIS. São duas bandeiras: SEGURANÇA e CORRUPÇÃO, e acreditamos que opiniões sobre elas não sejam tão divergentes. Alguém apoia a corrupção? Alguem é contra segurança? O que você acha mais sensato:- Rechaçar reivindicações justas por conta de depredações e atos reprováveis de uma minoria, ou;- Aderir a essas mesmas reivindicações, propondo ações mais efetivas? Você tem a liberdade de escolher, contra-argumentar ou mesmo ignorar.Mas lembre-se de que liberdade só existe com esclarecimento.Esperamos ter contribuído para isso. Se você se interessa pelo assunto, pode começar lendo este depoimento: Entrar | Facebook Bárbara Doro ZachiJannerson Xavier Borges
[/URL]
 

leocampogrande

Banido
Banido
PAra mim teve conversa demais!!
Se fosse pobre fazendo isso já estaria todos presos, mas não! quem fez isso tem dinheiro e acha que não dá em nada !!

Acho que a USP deveria ter expulsados todos os estudantes que fizeram isso, chamar de vagabundos e prender todos....

Dano ao patrimonio público não justifica de forma alguma, ao invez de reclamar isso deveriam está estudando e procurando coisas produtivas, participar de ações para ajudar pessoas ...

Eu fiquei revoltado quando soube a verdade! e achei que a imprensa cobriu os fatos! a Globo principalmente pois a maioria dos filhos deles estudam lá na USP...
 
Última edição:

Mitchell1985

Active Member
Registrado
Se algum dos manifestantes teve a intenção de usar a maconha como ato político, a culpada ainda continua sendo a maconha, visto que sem ela a "revolução" não teria começado

Na verdade o que desencadeou a "revoluçao", revolta ou como quiser chamar isso foi a presença da polícia na universidade, que é algo que é repudiado desde a época da ditadura militar.

Devido a acusações (falsas) de corrupção a um reitor aqui na UFMG, vários estudantes ocuparam prédios. Uma das diretoras de um dos prédios chamou a polícia militar para retirar os estudantes. Os estudantes piraram, pq polícia militar invadir universidade é algo que não se fazia nem em época de ditadura. Invadiram a reitoria e o escambau. Nada de maconha no meio.

O resultado foi que a polícia foi retirada, a coordenadora perdeu o cargo e o reitor ganhou uma **** indenização do jornal Estado de Minas por tê-lo difamado sem provas, o que gerou a confusão.

Obrigado pelo elogio! Bom quanto aos funcionários eu já li muitas manifestações, e a vasta maioria delas é contraria a PM mesmo. Agora não sei se isso refleta realmente a opinião da maioria ou é coisa de uma minoria sindicalista ligada a alguns partidos de esquerda, fica a dúvida.

Digo isso pois conheço sindicatos, e sei que costumam ter uma tendência mais de esquerda e um tanto revanchista contra os militares.

Vc tem dúvidas de que a opinião deles reflete a opinião da maioria? Se vc colocar policial militar dentro de qualquer universidade federal, os estudantes piram. Não precisa ter nenhuma tendência esquerdista para querer policiais fora da universidade.

E outra coisa, a polícia é boa com você por uma razão. Queria ver se vc fosse negro, usasse dreads e andasse de chinelo e bermuda por aí. Ou mesmo se fosse homossexual. Nenhum ato criminoso aí, mas o tratamento é completamente diferente.
 
Última edição:

leocampogrande

Banido
Banido
Na verdade o que desencadeou a "revoluçao", revolta ou como quiser chamar isso foi a presença da polícia na universidade, que é algo que é repudiado desde a época da ditadura militar.

Devido a acusações (falsas) de corrupção a um reitor aqui na UFMG, vários estudantes ocuparam prédios. Uma das diretoras de um dos prédios chamou a polícia militar para retirar os estudantes. Os estudantes piraram, pq polícia militar invadir universidade é algo que não se fazia nem em época de ditadura. Invadiram a reitoria e o escambau. Nada de maconha no meio.

é ! mas o problema na usp é o aumento de crimes ! isso porque bandidos estão indo lá vender maconha e todo tipo de drogas....

O mal do jovem que estuda em faculdades é se achar o direito de fazer o que quer, sem limites e viver a vida da forma que bem entender....

Se não tivesse tantos crimes envolvidos nas areas próximas da USP que até concordava com a retirada da PM do local! afinal tem muito lugar em SP que precisa mais de P.M que ficar tomando conta de fililho de papai...

Bem em todo caso eu não tenho ninguém conhecido na USP e por mim poderia retirar sim P.M de lá e deixar eles fumar e se matar... quem fica queimado é faculdade mesmo....

Agora tenho pena de quem quer estudar realmente...

Muitos dos que entram em faculdades concorridas só estudam para entrar mesmo, depois lá dentro que se divertir e viver.... Não sou contra pois fiz isso também quando estava na UFRRJ, porém lá onde estudei naõ ocorria crimes e nem tinha bandido entregando drogas....
 

Counterparts

Praise Death
Registrado
Geralmente PM (dependendo do cara) te leva pra DP por pouca coisa sem humilhar, basta um mini-baseado. Já o da Rota pode pegar até cocaína (em pouca quantidade) contigo e não fode com sua ficha, mas o esculacho e a humilhação é GRANDE. Se for abordado no carro eles tiram os tapetes, deixam tudo de cabeça pra baixo, roubam dinheiro que estiver no painel/porta-luvas, abrem o capô e fodem o motor, etc. Meus colegas do serviço que curtem um fininho e dar um "tiros" relatam isso.

Nunca pararam viatura pra me revistar, somente uma vez à pé, me viram puxando uma carteira de cigarro e já imaginaram um baseado escondido lá dentro. Quebraram a cara obviamente, mas foram respeitosos.
 

F0el

0.o
Registrado
E a culpada (Novamente) é a MACONHA.
Mídia sensacionalista que faz de tudo pra vender notícia.
Eu lí essa e a reportagem da Veja São Paulo também. Culpam a maconha como se ela fosse o grande problema.

Essa BADERNA que esses playboys estão fazendo é ATO POLÍTICO. Não estão reivindicando o uso da Maconha.

Mas claro, pra se vender notícia precisa culpar a droga.

Uso o mesmo argumento daqueles que se sentem no direito de portar uma arma.
"Maconha não mata as pessoas. O Tráfico mata."
Pior que isso, só a falta de informação. ;)


Maconheiro na area. Papo de fumador de baseado. Eu estudei ciencias sociais na ufrj e sei do que to falando, pessoal la e 90% maconheiro mesmo, querem dar festa e fazer suruba dentro do predio da facul, ROUBAM a chave das salas pra fumar baseado e ate fud** la dentro no horario de expediente da noite. Tem que geral se fud** mesmo, e por causa desse tipo de gente que estamos fodid**.

Vamos aplicar o raciocinio do maconheiro a outros tipos de liberdades individuais e reivindicacoes.

Muita gente fuma maconha, povo e preconceituoso com os usuarios, entao libera o consumo e regulamenta. E melhor pra sociedade e pro país, ainda vai gerar emprego e impostos.

Muita gente rouba e furta, povo e preconceituoso com ladrao, entao libera o furto e o roubo e regulamenta. E melhor pra sociedade e pro país, ainda vai gerar emprego e impostos.

Muita gente usa cocaina e crack, povo e preconceituoso com os usuarios, entao libera o uso da droga e regulamenta. E melhor pra sociedade e pro país, ainda vai gerar emprego e impostos.

Muita gente faz sexo com criancinha de 10 anos, povo e preconceituoso com os pedofilos, entao libera o sexo com menores de 10 anos e regulamenta. E melhor pra sociedade e pro país, ainda vai gerar emprego e impostos.

Muita gente pratica crimes financeiros, povo e preconceituoso com quem desvia verba da saude ou da educacao, entao libera o desvio e regulamenta. E melhor pra sociedade e pro país, ainda vai gerar emprego e impostos.

Entendeu o principio estupido que o maconheiro quer aplicar? Eu conheço MUITO fumador de maconha que tem filho pequeno. Primeira coisa que eu pergunto, maconha e legal, ne?! Entao manda teu filho fumar, tu quer?! "Deus que me livre!" :poker:
 

Marx_St

Illuminati Operandium
Registrado
Sinceramente para mim pouco importa se eram maconheiros ou filhinho de papai, vamos nos ater aos fatos.

O fato que gerou o início de tudo: houve um latrocínio e antes disso era comum ter notícias de roubos, furtos e até estupro nos domínios da USP. A ação comum a ser tomada em situações como essa é ter rondas de prevenção, seja ela privada ou pública, no caso a PM.

A PM aceitou o que seria sua obrigação, fez as rondas e, como de costume, não admitiu e nunca admitirá qualquer tipo de contravenção. Estudantes? Esses vagabundo são muito burros para achar que a PM faria vistas grossas para o uso de droga ilícita, fizeram o seu trabalho, pouco importa se é usuário, todos sabiam o que aconteceria se pegos no ato. Um fato que as reportagens pró baderneiros não informam é que a quantidade encontrada era acima da "classificação" de usuário.

O resto é falácia de mentes fracas, qualquer protesto precisa ter algum argumento válido e nem mesmo os organizadores conseguiam passar isso para a mídia e muito menos para a sociedade. Uma falha grave que teve seus frutos.

Tentaram uma manobra de guerrilha muito conhecida, provocar o inimigo para que a fúria sofrida vire o motivo inicial e principal para o protesto ainda sem sentido. Inteligentemente (caso raro) a polícia agiu de modo estratégico, virou o jogo e não deram aos "revoltosos" o desfecho que eles esperavam, um banho de sangue. Isto justificaria tudo mas não aconteceu.

Hoje se discute se foi a maconha ou os mimos ou seja lá o que for a causa de tudo mas a verdadeira causa foi mesmo uma galera deslocada de seu tempo, claramente influenciada por mentes presas num passado longínquo, que apesar de achar estar lutando por uma democracia ainda não percebeu que ela já está instalada no país e o pior de tudo, esqueceram da democracia quando aconteceu uma votação onde a maioria decide por fim ao "protesto".

A truculência da Polícia nunca foi o motivo, causa que eu até apoiaria se fosse esse o problema, só que quase sempre há exageros dos "abordados" pela PM, acham que é um abuso ser revistado e muitas vezes não sabem como se comportar numa revista, vemos isso todo dia mas não entendem que é uma prática normal e necessária usado pelos agentes de segurança.

Enfim houve erros e foram todos cometidos pelos "revoltados", nenhum argumento pró-protesto tinha ou tem fundamento, é a minha conclusão.
 
Última edição:

M4IN

F.O.D.A-S.E.
Registrado
Na verdade o que desencadeou a "revoluçao", revolta ou como quiser chamar isso foi a presença da polícia na universidade, que é algo que é repudiado desde a época da ditadura militar.

Devido a acusações (falsas) de corrupção a um reitor aqui na UFMG, vários estudantes ocuparam prédios. Uma das diretoras de um dos prédios chamou a polícia militar para retirar os estudantes. Os estudantes piraram, pq polícia militar invadir universidade é algo que não se fazia nem em época de ditadura. Invadiram a reitoria e o escambau. Nada de maconha no meio.

O resultado foi que a polícia foi retirada, a coordenadora perdeu o cargo e o reitor ganhou uma **** indenização do jornal Estado de Minas por tê-lo difamado sem provas, o que gerou a confusão.

Então é mais frescura do que revolução.
.
.
Hoje na academia tinha um monte de MACONHEIRO da USP passando na frente da academia bem na hora do meu treino... até aí tudo bem, mas alguns bostas adentraram a academia e começaram a gritar sobre o governo, a polícia, essas porr.as todas. Meu Personal (que é coordenador da academia também) foi lá com o cara pedir para ele se retirar na boa, e o cara já encrespou. Gritando cada vez mais, até que juntou uns "pequeninos" e os caras vazaram.
.
.
Sem generalizar, mas no contexto geral universitário se acha intocável por pensar que fará a diferença para o país, mas se ele (o maconheiro universitário) andasse na linha até concordaria; só que os caras só vivem na cachaça, promovem festas com o intuito de sacanear os calouros, comer as minas e fumar 150kg de maconha e outros 200kg de cocaína. Daí vem a polícia, fecha a festa e o cara se acha no direito de reclamar porque estão feriando a "LIBERDADE DE EXPRESSÃO".
E pra mostrar a revolta, eles fazem quebradeiras, destroem patrimônio público, encostam no estado (lê-se policiais), são pegos com drogas ilícitas e querem se sentir os vitimados.
.
.
Quando a polícia parar de fazer a segurança do local e começar a ter assaltos, estupros e tráfico pesado, vão reclamar que falta policiamento.
 

R.Hellmann

New Member
Registrado
Sinceramente para mim pouco importa se eram maconheiros ou filhinho de papai, vamos nos ater aos fatos.

O fato que gerou o início de tudo: houve um latrocínio e antes disso era comum ter notícias de roubos, furtos e até estupro nos domínios da USP. A ação comum a ser tomada em situações como essa é ter rondas de prevenção, seja ela privada ou pública, no caso a PM.

A PM aceitou o que seria sua obrigação, fez as rondas e, como de costume, não admitiu e nunca admitirá qualquer tipo de contravenção. Estudantes? Esses vagabundo são muito burros para achar que a PM faria vistas grossas para o uso de droga ilícita, fizeram o seu trabalho, pouco importa se é usuário, todos sabiam o que aconteceria se pegos no ato. Um fato que as reportagens pró baderneiros não informam é que a quantidade encontrada era acima da "classificação" de usuário.

O resto é falácia de mentes fracas, qualquer protesto precisa ter algum argumento válido e nem mesmo os organizadores conseguiam passar isso para a mídia e muito menos para a sociedade. Uma falha grave que teve seus frutos.

Tentaram uma manobra de guerrilha muito conhecida, provocar o inimigo para que a fúria sofrida vire o motivo inicial e principal para o protesto ainda sem sentido. Inteligentemente (caso raro) a polícia agiu de modo estratégico, virou o jogo e não deram aos "revoltosos" o desfecho que eles esperavam, um banho de sangue. Isto justificaria tudo mas não aconteceu.

Hoje se discute se foi a maconha ou os mimos ou seja lá o que for a causa de tudo mas a verdadeira causa foi mesmo uma galera deslocada de seu tempo, claramente influenciada por mentes presas num passado longínquo, que apesar de achar estar lutando por uma democracia ainda não percebeu que ela já está instalada no país e o pior de tudo, esqueceram da democracia quando aconteceu uma votação onde a maioria decide por fim ao "protesto".

A truculência da Polícia nunca foi o motivo, causa que eu até apoiaria se fosse esse o problema, só que quase sempre há exageros dos "abordados" pela PM, acham que é um abuso ser revistado e muitas vezes não sabem como se comportar numa revista, vemos isso todo dia mas não entendem que é uma prática normal e necessária usado pelos agentes de segurança.

Enfim houve erros e foram todos cometidos pelos "revoltados", nenhum argumento pró-protesto tinha ou tem fundamento, é a minha conclusão.

Marx, eu concordo com o que você escreveu, realmente a partir do momento que usaram como estopim a maconha, eles começaram perdendo crédito. Quando começaram a depredar patrimônio público piorou.

Contudo, se você ler os textos que eu postei na página anterior verá que a reclamação contra a PM é antiga, não é recente. Professores, Pesquisadores (Doutorados e Mestrados) estão em greve agora, justamente pois são contra a PM.

Só pra deixar claro, eu não sou de esquerda, porém com tudo que eu li até agora, acredito que houve tanto um erro dos estudantes radicais de ultra esquerda, e erro por parte da polícia.

310457_2602300098137_1273881851_3029024_1808440471_n.jpg


Abraços.
 

Marx_St

Illuminati Operandium
Registrado
Marx, eu concordo com o que você escreveu, realmente a partir do momento que usaram como estopim a maconha, eles começaram perdendo crédito. Quando começaram a depredar patrimônio público piorou.

Contudo, se você ler os textos que eu postei na página anterior verá que a reclamação contra a PM é antiga, não é recente. Professores, Pesquisadores (Doutorados e Mestrados) estão em greve agora, justamente pois são contra a PM.

Só pra deixar claro, eu não sou de esquerda, porém com tudo que eu li até agora, acredito que houve tanto um erro dos estudantes radicais de ultra esquerda, e erro por parte da polícia.

http://a6.sphotos.ak.fbcdn.net/hpho...300098137_1273881851_3029024_1808440471_n.jpg

Abraços.

O único erro da Polícia foi fazer seu trabalho, aliás foram convocados para faze-lo visto que antes a Polícia não entrava no campus como regiam os velhos costumes da USP.

Acho que deveria haver um bom senso, esses mesmo "professores" e funcionários da USP que reclamam da Polícia deviam perder o direito a proteção fornecida pela PM nos arredores do campus mas é só algum deles sofrer com a criminalidade e estarão fazendo protesto pelo descaso da segurança pública e o que é pior, ninguém vai lembrar que eles protestavam contra a permanência da PM na universidade. Desculpe o radicalismo mas tem coisas que me tiram a paciência...

Até hoje tem gente que não sabe seus direitos e deveres e, penso eu, pelo menos numa universidade as pessoas deviam ser mais informadas a esse respeito, parece que só os direitos são ensinados e aí que mora o perigo.

Muitos reclamam por sofrer abordagem policial a ponto de se indignar, de achar que estão sendo humilhados e querer processar quando revistados mas não entendem (ou se fazem de ignorantes) que isso faz parte da forma de agir da polícia, ou seja, é uma ferramenta de trabalho e amparado pela lei, o que falta talvez é informar como se deve comportar nessas situações.
 
Última edição:

R.Hellmann

New Member
Registrado
O único erro da Polícia foi fazer seu trabalho, aliás foram convocados para fazer isso visto que antes a Polícia não entrava no campus como regiam os velhos costumes da USP.

Acho que deveria haver um bom senso, esses mesmo "professores" e funcionários da USP que reclamam da Polícia deviam perder o direito a proteção fornecida pela PM nos arredores do campus mas é só algum deles sofrer com a criminalidade e estarão fazendo protesto pelo descaso da segurança pública e o que é pior, ninguém vai lembrar que eles protestavam contra a permanência da PM na universidade. Desculpe o radicalismo mas tem coisas que me tiram a paciência...

Até hoje tem gente que não sabe seus direitos e deveres e, penso eu, pelo menos numa universidade as pessoas deviam ser mais informadas a esse respeito, parece que só os direitos são ensinados e aí que mora o perigo.

Muitos reclamam por sofrer abordagem policial a ponto de se indignar, de achar que estão sendo humilhados e querer processar quando revistados mas não entendem (ou se fazem de ignorantes) que isso faz parte da forma de agir da polícia, ou seja, é uma ferramenta de trabalho e amparado pela lei, o que falta talvez é informar como se deve comportar nessas situações.

Quanto a última frase espero que não tenha sido para mim, pouco me importa se é drogado, mimado ou abonado como eu deixei claro no meu comentário anterior.

Não foi pra você não, fique tranquilo. Foi apenas para ilustrar o tópico.

Então por esse pensamento, eu posso muito bem ser contra o sistema público de saúde, criticá-lo e tudo. Logo não vou poder usá-lo?:awesome:

O que acontece lá, é que a guarda universitária é incapaz de garantir a segurança. Ela não está preparada para combater a criminalidade, diferentemente da polícia. Contudo o modo de abordagem é extremamente forte. Veja https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=10150356279003335&id=596563334

Sim, eu concordo Marx com você. Veja divergimos em um pequeno ponto, mas que é grande(que paradoxal?).

Eu só acho que a galera está criticando muito, pegando pesado com as pessoas que são contra a PM, mas não participaram da depredação, fizeram uma manifestação pacífica. Acredito que esteja ocorrendo muito mais coisa do que a mídia está falando. E, a partir do momento que os estudantes começaram a lutar com PM, eles se perderam pois o foco deles seria desmoralizar a PM, mas isso não aconteceu, e o tiro saiu pela culatra.

Abraços.
 

Marx_St

Illuminati Operandium
Registrado
Não foi pra você não, fique tranquilo. Foi apenas para ilustrar o tópico.

Então por esse pensamento, eu posso muito bem ser contra o sistema público de saúde, criticá-lo e tudo. Logo não vou poder usá-lo?:awesome:

O que acontece lá, é que a guarda universitária é incapaz de garantir a segurança. Ela não está preparada para combater a criminalidade, diferentemente da polícia. Contudo o modo de abordagem é extremamente forte. Veja https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=10150356279003335&id=596563334

Sim, eu concordo Marx com você. Veja divergimos em um pequeno ponto, mas que é grande(que paradoxal?).

Eu só acho que a galera está criticando muito, pegando pesado com as pessoas que são contra a PM, mas não participaram da depredação, fizeram uma manifestação pacífica. Acredito que esteja ocorrendo muito mais coisa do que a mídia está falando. E, a partir do momento que os estudantes começaram a lutar com PM, eles se perderam pois o foco deles seria desmoralizar a PM, mas isso não aconteceu, e o tiro saiu pela culatra.

Abraços.

Desculpe R.Hellmann, estava editando, percebi que não era comigo, aliás até reescrevi que fui radical no pensamento sobre as reclamações da PM mas tem coisas que eu não entendo, gosto de protestos e reclamações com fundamentos, meu modo de ver as coisas de maneira lógica as vezes me desqualifica em certos assuntos...
 

Darth Caedus

All I Do is Win !
Registrado
Pra mim quem fuma maconha na rua já merecia tomar um sacode, e deviam proibir cigarro tbm, nao dou obrigado a agüentar chaminés ao meu lado.
Agora maconheiros vândalos merecem mesmo é tomar bala de borracha nas costas.

Quem compra droga financia o trafico , as armas , a exploração de menores , enquanto playboyzinho filho da p*** compra droga o traficante ganha mais poder para coagir a comunidade que vive .

Quer usa maconha use isso pouco me importa , nao usando na rua nem comprando do traficante f**a-se
 

M4IN

F.O.D.A-S.E.
Registrado
Pra mim quem fuma maconha na rua já merecia tomar um sacode, e deviam proibir cigarro tbm, nao dou obrigado a agüentar chaminés ao meu lado.
Agora maconheiros vândalos merecem mesmo é tomar bala de borracha nas costas.

Quem compra droga financia o trafico , as armas , a exploração de menores , enquanto playboyzinho filho da p*** compra droga o traficante ganha mais poder para coagir a comunidade que vive .

Quer usa maconha use isso pouco me importa , nao usando na rua nem comprando do traficante f**a-se

Comprando maconha direta ou indiretamente vai financiar o tráfico. Ainda assim, a maconha não dá tanta grana quanto a cocaína, no entanto, a maconha deve render mais por ser (bem) mais barata, ocasionando em um volume de vendas maior.
.
É mais fácil se safar se tiver com uma bituca de maconha do que um pacote de cocaína.
.
Mas sobre a revolta dos maconheirinhos da USP, realmente eles não tinham unicamente retirar a PM, mas o diretor/reitor (sei lá) também.
.
Unf, e ainda tem gente do forum com mais de 25 anos que acha que conspiração não existe.
 

Darth Caedus

All I Do is Win !
Registrado
Toda forma de financiar o trafico é repuguinante.

Compre uma vez e plante para seu consumo de quiser usar...

Cada um com sua saúde .
 

Sucrilhus

Café com Bolacha
Registrado

farbus

Active Member
Registrado
Nessas pontuais situaçoes é qeu eu queria que estivessemos numa ditadura repressiva e bem sanguinaria...
 

Sucrilhus

Café com Bolacha
Registrado
Pessoal,

Tem um vídeo muito legal sobre essa revolta na USP que realmente abriu meus olhos.

Pirulla25 traz uma abordagem TOTALMENTE imparcial sobre esse caso.

Mudou um pouco minha visão, espero que mude a de muitos aqui.

[video=youtube;IRatXo2zit0]http://www.youtube.com/watch?v=IRatXo2zit0[/video]
 

Usuários que está vendo este tópico

Topo