O CPU Power6 da IBM passará de 4 GHz

Soufly3xtr3m3

Loading...
Registrado
O próximo processador da IBM, o Power6, deverá poder superar a barreira dos 4 GHz, que nem AMD, nem Intel, tiveram sucesso em passar com as suas diferentes arquiteturas (pelo menos sem o overclocking dos usuários).

Durante uma entrevista concedida ao site CNet, Ross Mauri, responsável pelos servidores UNIX da IBM, confirmou as intenções da companhia. A IBM declarou o desejo de passar da barreira dos 4 GHz no último mês de fevereiro, e Mauri destacou que o Power6 terá uma freqüência "com certeza entre 4 e 5 GHz".

O Power6 está previsto para 2007, e ele será dual core, além de colocar a estounica sobre a economia de energia. Em seguida, a IBM espera poder aumentar o número de cores num mesmo processador, passando rapidamente para 4 cores, e depois um pouco mais, explicou Mauri tomando como exemplo o Cell.

O próximo processador da IBM será concebido principalmente para ser integrado nos servidores da linha System p, que rodam sob o Linux. Ele integrará principalmente a tecnologia de virtualização e, além disso, a IBM confirmou o seu desejo em ajudar no desenvolvimento do Linux sobre o PowerPC, para que ele possa se adaptar as novas versões do Power6.

Em seguida, tudo dependerá dos rendimentos da produção, e consequentemente do preço desta fera. O Power6 será gravado em 65 nm, contra os 90 nm do Power5, o que talvez poderá ajuda-lo a melhorar as freqüências. Quem viver verá.

Fonte: www.presencepc.com
 

ByPeters

Like a Boss
Registrado
A IBM bem q podia entrar na briga INTEL vs AMD, os usuários só sairiam ganhando.

Deus me ouça hehehe
 

AlettoGrosso

\o/
Registrado
opa, blz

seria legal a IBM lançar CPU e brigar com AMD e intel!!!

so que esse proc ai tem 4ghz mas tem que ver o desenpenho dele, afinal, clock naum diz mais nada!!!

falow
 

FMM

Banido
Banido
Realmente seria muito bom para os consumidores mesmo, mas acho que ela não pensa que vale a pena.:thumbs_up
 

ngz

New Member
Registrado
Realmente seria muito bom para os consumidores mesmo, mas acho que ela não pensa que vale a pena.:thumbs_up

como vc disse, ela pensa.
 

Fla3DMadness

Active Member
Registrado
opa, blz

seria legal a IBM lançar CPU e brigar com AMD e intel!!!

so que esse proc ai tem 4ghz mas tem que ver o desenpenho dele, afinal, clock naum diz mais nada!!!

falow
Os CPUs da IBM existem, Power4 e Power5, tanto que a notícia trata do sucessor desse, o Power6. O rpoblema é que é um processador RISC, totalmente incompativel com os processadores x86 que usamos, ou seja, não roda windows nem nenhum programa que temos pra ele. O processador usado nos Mac G5 é um processador feito pela IBM derivado do Power5, só que a Apple está abandonando ele migrando para intel e sistema x86.

E esse processadores são caros sim, mas em ambiente unix tem excelente performance. ;)
 

HackteK

Paz para nosso tempo!
Registrado
mas apenas supondo que se eles tivessem instruções x86, ele seriam melhores/piores que AMD e intel?

ps: e por que ela não lança processadores com as instruçoes para rodar o windows?

é impossivel arriscar um palpite se seria mais rapido ou mais lento pois é uma arquitetura absolutamente diferente!
 

Fla3DMadness

Active Member
Registrado
mas apenas supondo que se eles tivessem instruções x86, ele seriam melhores/piores que AMD e intel?

ps: e por que ela não lança processadores com as instruçoes para rodar o windows?
É dificil fazer essa comparação entre um processador risc e outro x86, primeiro pq esses riscs atuais são voltados pra processar multiplas tarefas simultaneas (SMT - Simultaneous Multi-Thread) então em geral um x86 executando só uma tarefa (ou duas no caso dos dual core) costuma ser melhor, enquanto um Power5 é melhor executando multiplas tarefas simultaneas, acaba que um é melhor pra servidor e outro pra desktop.

E não basta ter só as instruções x86 pra rodar o windows, um processador risc trabalha com instruções curtas e isso influi na forma como ele é feito, um x86 hoje em dia mistura sisc com risc, não da mais pra chamar dele de sisc pq ele não processa mais só intruções longas e essa forma hibrida dos x86 é que torna ele tão diferente e incompativel com risc. Então a IBM teria que fazer um processador novo em x86 se quisesse entrar nesse mercado, mas ela prefere vender poucos processadores mas extremamente caros e lucrativos para servidores do que tentar vender em massa mas com lucro menor que é o atual mercado x86 do windows.
 

Usuários que está vendo este tópico

Topo