[TVs 202x] Melhores modelos com telas 4k e HDR para 202x

unibero

Active Member
Registrado
Copiei esse tópico do fórum PXB do autor Marcus_007 http://www.pxb.net.br/comunidade/in...16-melhores-modelos-com-telas-4k-e-hdr.30736/
( todos os créditos e informações são dele), então sem mais delongas, vamos lá:
Vejo que muitos aqui no Adrenaline tem dúvidas sobre qual TV 4K com HDR comprar, em virtude dos novos consoles ( PS4 Pro e Xbox One S e futuramente Xbox Scorpio ).Esse tópico é grande,então se você não tem paciência de ler,esse tópico não é pra você.
Com essa informações, espero contribuir e desmitificar todas as dúvidas sobre as novas TVs, ajudando a todos a fazerem as compras certas, pois tem muita TV de 3000 reais ou menos que nem 4K verdadeiro tem, quanto menos HDR.

Como eu prometi na seção do PS4 resolvi fazer um apanhado dos melhores modelos disponíveis de TV este ano. Entretanto esta não será uma lista extensa e exaustiva enumerando e qualificando todas as TVs atualmente, pelo contrário, as TVs aqui citadas obrigatoriamente devem ter sido lançadas em 2016, ter tela de 4K e HDR satisfatório. Ou seja, são todas TVs focadas para extrair o máximo possível dos novos PS Neo, Xbox One S e Xbox Scorpio. O texto é meio longo mas essa é a ideia, criar um FAQ para solucionar dúvidas dos usuários, então não faz sentido postar algo reduzido e simplificado.

O que é HDR?
HDR ou (Grande Alcance Dinâmico) é um recurso desenvolvido para que dispositivos eletrônicos gerem ou reproduzam imagens que apresentem cores bem mais vivas, com melhores níveis de contraste, brilho mais intenso e os mais densos tons de preto já apresentados numa TV. Em suma, é uma técnica que produz imagem com cores, sombras e brilhos bem mais vivos e vibrantes. Enquanto TVs "normais", ditas SDR (Alcance Dinâmico Padrão), são limitadas por 16 milhões de cores, as com HDR possuem mais de 1 bilhão. Mas antes de entrar em mais detalhes sobre HDR é preciso dizer que não basta a TV ser 4K para ela ter HDR, e além disso, não basta a TV ter HDR para ela mostrar bom conteúdo HDR. Existem exigências mínimas a serem atendidas pelo aparelho para que o recurso possa brilhar de verdade. Se a TV for LED ela deve ter brilho acima de 1000 nits e tons pretos abaixo de 0,05 nits, se for OLED deve ter brilho acima de 500 nits e tons pretos abaixo de 0,0005 nits. Quanto mais distante dessas exigências, pior é o HDR da TV.

Se você comprou uma TV 4K modelo 2015 é praticamente certo que sua TV não suporta HDR, ou se suportar, ela tem altas chances de não atender aos requisitos mínimos necessários para uma boa experiência. Em geral, só os modelos mais caros da LG e Samsung em 2015 tiveram esse recurso implementado (o HDR de 1º geração), e apesar de não possuírem os padrões exigidos, ainda têm um HDR perfeitamente aceitável: LG OLED EF9500, LG OLED EG9600, Samsung JS9500, Samsung JS9000 e Samsung JS8500. Todos os demais modelos de telas 4K até podem ter HDR mas não conseguem reproduzir o efeito de forma tal que o diferencie de conteúdo SDR.

Quais são os benefícios reais do HDR?
Como falei anteriormente, o HDR permite visualizar uma gama bem maior de cores com destaques a brilhos intensos e pretos bem mais profundos, preservando detalhes em todos os tons médios mesmo com os três elementos presentes na mesma cena. Isto permite uma apresentação mais "verdadeira" da imagem, que mais se aproxima às variações de cor, pequenos detalhes e níveis de sombra que o olho humano é capaz de enxergar. Além disso, filmes em particular, ganham uma maior preservação das cores do material original em comparação com as TVs comuns, onde a compressão de cor reduz enormemente a quantidade de tons diferentes exibidos na tela.

A utilização de gamas de cores mais elevadas desempenha um papel fundamental no HDR, com o processamento de cor de 10 e 12 bits usado para melhorar a imagem e dar bem mais detalhes. Por exemplo, cores de 10 bits fornece 1024 tonalidades para cada cor primária em comparação com apenas 256 tons para Blu-rays padrão HD, que são criados em cores de 8 bits. Como resultado, a precisão de cores ampliada permite que detalhes mais intrincados sejam mostrado na tela - e não apenas em cenas com alto contraste entre as áreas claras e escuras.

A este respeito, 4K não se trata de apenas aumentar a densidade de pixels na tela, mas a criação de melhores pixels que replicam de forma mais precisa o material de origem, sejam filmes, shows ou jogos, aproximando-se de forma mais real como vemos o mundo com os nossos próprios olhos. Mesmo o Xbox One S não rodando jogos nativamente em 4K, o uso de HDR e as gamas de cores mais amplas devem fornecer qualidade visual extra para todos os títulos de 1080p que possuam suporte prévio para HDR, e que depois sofrerão upscale para a resolução UHD. Há o potencial para perceber detalhes extras em luzes fortes, efeitos de lens flare, god rays, bloom e em áreas escuras perceber mais detalhes sem que o preto ofusque tudo ao redor. Não se engane, a revolução que o pulo do SD para o Full HD fez com resolução e qualidade geral da imagem, o pulo de SDR para HDR fará pelas cores, brilho, sombras e detalhes. É a inovação mais significativa, aguardada e excitante da última década.


imagem-em-hdr.jpg

suhd-hdr-na-tv.jpg

phpsvnvsm.png

hdr_example_1.jpg


Existe mais de um tipo de HDR?
Sim. Neste momento, existem vários padrões de implementação de HDR no mercado competindo para se tornar o padrão definitivo - é a boa e velha guerra de formatos, igual ocorreu com Blu-Ray versus HD-DVD, DVD versus VHS etc. O HDR-10 e o Dolby Vision são os dois principais correntes, com a diferença entre eles sendo a profundidade de cor e brilho máximo. A versão da Dolby é a mais avançada dos dois, mas também requer hardware adicional de processamento integrado à TV. Essencialmente a performance de ambos é muito próxima, com uma pequena vantagem da Dolby Vision nos modelos de TV mais caros (Samsung Série 9000, 8000, 7000, Sony Série 900, 800 etc), entretanto o Dolby Vision produz um resultado bem melhor em modelos de TVs medianos e mais baratos. Toda TV com Dolby Vision automaticamente suporta HDR-10 por padrão, mesmo que a TV não especifique. Entretanto o contrário não ocorre. Se uma TV mencionar que possui HDR e mais nada, é certeza que ela suporta apenas o HDR-10 mas não o Dolby Vision. Já está confirmado que o Xbox One S virá com suporte padrão para HDR-10 mas não para Dolby Vision. E é praticamente garantido que PS Neo e Scorpio utilizem HDR-10, mas Dolby Vision é uma incógnita.

Então, para garantir o máximo de compatibilidade no futuro faz sentido ir atrás de TVs que apoiem o maior número de formatos possível. Entretanto, no Brasil em 2016, apenas as LG topo de linha (em particular as OLED) possuem suporte a Dolby Vision. Há que se falar também que Samsung, Sony e a maior parte dos estúdios de cinema preferem o HDR-10 por ser um formato aberto, ao contrário do Dolby Vision que exige compra de chips da Dolby e pagamento de royalties. Outro ponto é que a vasta maioria de conteúdo HDR hoje em dia está disponível apenas em HDR-10 (incluindo Blu-rays UHD) e não Dolby Vision. TVs Samsung e Sony em 2016 só apoiam HDR-10. Por causa da força por trás dele, as chances do HDR-10 ganhar a guerra de formato são grandes. Mas não desconsidere o Dolby Vision ainda. A Dolby é extremamente influente no meio cinematográfico e já convenceu a Sony Pictures, MGM, Warner Bros. e Universal a lançarem filmes compatíveis com Dolby Vision, o que já deve ocorrer no fim desse ano. E apesar deste ano apenas a LG suportar o formato, existe uma boa aposta que Sony e Samsung acabem cedendo e ano que vem lancem aparelhos com Dolby Vision também. Netflix, Hulu e Amazon também confirmaram suporte ao Dolby Vision, além do HDR-10.

Já existe conteúdo disponível (jogos, filmes, séries)?
Atualmente, a principal fonte de HDR são Blu-rays UHD (4k). A maioria dos filmes mais recentes lançados no novo formato 4k suportam este recurso. Serviços de streaming também estão recebendo conteúdo, embora o catálogo de opções que suporta tanto 4K e HDR ainda é pequeno. Até o fim do ano mais de 150 horas de conteúdo 4k HDR estará disponível no Netflix, com Bloodline, Daredevil, Jessica Jones e tantos outros. Marco Polo já está disponível no formato mas a implementação não ficou muito boa e tem recebido críticas. O Netflix promete melhores resultados nas conversões futuras de suas séries. Mas note que isso não se aplica aos Blu-Rays UHD, com vastos elogios à versão HDR de filmes como The Revenant, The Martian, Life of Pi e Mad Max Fury Road. Em suma, estamos nos estágios iniciais aqui. Conteúdo HDR está começando a ser lançado agora, mas o apoio ainda é irregular para dizer o mínimo e pode variar muito de um conteúdo para outro.

Jogos com HDR é onde as coisas começam a ficar realmente interessantes, e o Xbox One S será a primeira plataforma a rodar títulos com HDR - apesar da nova geração de placas de video (GTX 1000 e RX 400) garantir suporte ao PC nos próximos meses. Forza Horizon 3, Gears 4, Rise of the Tomb Raider e Deus Ex Mankind Divided já tem suporte a HDR garantidos, sendo que Tomb Raider receberá um patch com as devidas modificações para rodar o recurso no futuro. Mais jogos entrarão na lista e vários estúdios (Naughty Dog, CD Projekt, Rockstar, EA, Square Enix e outras...) já demonstraram intenção de implementar HDR em seus futuros jogos. Não pense que HDR em jogos será algo como 3D ou VR, com um ou outro game apresentando esse recurso. HDR será a regra! Pois sua implementação é relativamente fácil e praticamente todas as Engines modernas já conseguem criar jogos com essa gama de cores extra. Em 2016 já serão ao redor de 10-15 jogos com o recurso, em 2017 mais de 1/3 de todos os jogos lançados terão HDR, e de 2018 para a frente não devem mais ser feitos jogos sem ele. Isso não é crença minha, é declaração de desenvolvedores na última GDC e na E3 desse ano.

Vale a pena já trocar minha TV por um modelo 2016 com 4k e HDR?
Talvez. Se você possuir um painel LCD comum, de 2012 ou antes, ao invés de modelo com tela LED, você tem MUITO a ganhar em termos de cores e imagem se adquirir um modelo 2016 com 4k e HDR. Mas se você tem algum dos modelos mais caros de 2013 para cá (Sony W900, W800, X900, X800, Samsung 9000, 8000, LG OLED) eu aconselharia esperar pelos modelos 2017 ou 2018. Não que os modelos novos não sejam melhores que sua Sony W900 ou Samsung JS9500, alguns deles são, mas não numa proporção que justifique um gasto de 5-6 mil reais. A não ser que você seja um tech geek que precisa sempre ter a última novidade, se já tiver uma boa TV topo de linha, pode esperar mais alguns anos sem problemas, pois o HDR das TVs está começando de verdade agora e ainda está meio que num estágio "quebra-galho", e só vai melhorar, ficando cada vez mais impressionante.

Ainda vale a pena comprar TVs de 1080p (Full HD)?
A não ser que você esteja comprando um modelo abaixo de 49", NÃO! E em 2017 eu diria que não vale à pena comprar nenhuma TV Full HD, independente do tamanho e independente de você achar que vê diferença na imagem ou não. Explico. Nós já passamos o limiar da mudança de resolução (de 1080p para 4k) e ela será concretizada nos próximos 20 meses. Em 2015, 1/3 de todos os modelos de TV vieram com telas UHD, e em 2016,quase 70% da oferta total está disponível apenas em 4k, e isso inclui todos os modelos de topo e medianos...TODOS! Soma-se a isso o fato das empresas estarem abandonando cada vez mais as telas de menor polegadas que, não por coincidência, não apresentam tantos benefícios em 4k. Quem tenta achar telas de 30", 32", 39", 40", 42", 43" e até mesmo 46" sabe que elas já não são mais ofertadas nos modelos melhores e mais caros de LG, Sony, Samsung, Panasonic, Philips etc. Hoje em dia é reservado à estes tamanhos apenas os painéis de TV mais fracos e mais baratos de cada marca. 49", 50" e 55" são o novo mínimo para os melhores modelos, e é justamente ai que o 4k faz sentido.

Por isso, se você for comprar uma nova TV hoje, ou no segundo semestre, ou ano que vem, pense seriamente em comprar uma TV 4k, e se seu orçamento permitir, uma com bom HDR. O abandono do formato Full HD não ocorrerá num futuro hipotético distante, pelo contrário, ele já está acontecendo hoje! Nem se trata mais de resolução apenas, mas sim de recursos e tecnologias novas que telas Full HD não vão receber já em 2016. Nenhuma tela de 1080p tem ou terá HDR, e a LG não lançará nenhuma tela OLED Full HD em 2016, fora isso, alguns modelos 1080p da marca nem receberão a atualização do sistema smart deles, o WebOS 3.0. Em menos de 2 anos, telas Full HD, terão a mesma disponibilidade de modelos que telas de 720p (HDTV Ready) tem hoje em dia, ou seja, 1-2 modelos de alguns poucos fabricantes e apenas com telas de refugo, as piores e mais baratas.

Então se você me pedir uma sugestão de uma boa TV Full HD modelo 2016 para comprar, eu não posso te recomendar nenhuma. Todos os modelos 2016 desse tipo de painel são significativamente piores que suas contrapartes de 2015, 2014 e até mesmo 2013. A era das TVs Full HD acabou! Quem já tem uma, continue aproveitando a sua até sentir necessidade de trocar, mas para quem vai comprar um aparelho novinho e está pensando em gastar entre 3 e 5 mil por uma boa tela, é besteira investir em TV 1080p; a não ser que seja uma segunda tela, ou uma TV para o quarto das crianças, ou para colocar na fazenda, ou uma TV quebra-galho num escritório ou coisa do tipo. Mas como sua TV principal, àquela que você assiste seus filmes, novelas, seriados e jogos, tire Full HD da sua mente e considere apenas 4k.

Ainda que você busque comprar boas telas Full HD de 2014 e 2015, como a Sony W600B ou W835C de 49" ao redor de 3~3,5 mil, pelo mesmo valor você pega uma Samsung JU6500 4k de 55". Se quiser gastar menos ainda, entre de 2~2,5 mil, a Samsung H6400 48" pode parecer uma boa pedida, mas a versão 48" da JU6500 custa o mesmo. E a tela da JU6500 é equivalente à dessas 1080p que citei (ou até melhor em alguns aspectos, como brilho, cores e input lag), com o benefício de maior resolução e pelo mesmo preço.

Durante 2015 eu defendi várias vezes que ainda não era hora de de pular para telas 4k, mas as realidades do mercado de TVs de 2016 me obrigaram a rever minha posição. Eu tinha imaginado que as duas resoluções seguiriam calmamente até 2017-18, mas esse não é o caso. As grandes marcas decidiram descartar de vez as telas Full HD, e esse caminho não tem volta. Abaixo um quadro indicando quais os tamanhos de tela ajustados a distância que você assiste te permite desfrutar ao máximo a resolução UHD:
captura_de_tela_2016-04-19_as_17.12.35.png

***
[ATUALIZAÇÃO 16/AGO/2016]
Uma matéria recente da Eurogamer e da HDTVTest.UK confirmam que quase a totalidade das TVs de 2016 não suportam HDR ativado no "Modo Game". Ou seja, para usar HDR tem que deixar no modo específico, seja "Modo HDR", "Modo Cinema", "Modo Dinâmico" etc, onde o lag é bem maior que o Modo Jogo e perceptível para a vasta maioria dos jogadores, principalmente em jogos MP como corrida, esporte, tiro e luta. Este ano apenas as Panasonic Vieras DX900 e DX700 foram lançadas com a capacidade de implementar o recurso independente do modo de imagem. A Samsung KS7000 lançou sem essa capacidade mas a empresa se pronunciou no twitter falando que vai implementar por update de firmware. Sony e LG ainda não se pronunciaram.

Essa restrição inclui favoritas como LG OLED E6 (HDR ativado com lag de 51ms), LG OLED B6 (HDR ativado com lag de 62ms) e Sony X935D (HDR ativado com lag de 51ms). Estas TVs não são ruins, muito pelo contrário, estão entre as melhores TVs disponíveis atualmente, o ponto é que gamers que busquem justamente o HDR em jogos, neste momento, terão que aceitar lags mais altos (51-62ms) se quiserem ficar com esses modelos específicos. Isso certamente pode mudar no futuro através de algum update de firmware da TV, já que no passado alguns modelos receberam redução de até 15-20ms no input lag, mas de maneira alguma é uma certeza.

Até o momento, as únicas opções este ano de 4k+HDR em jogos, são a LG OLED E6, a B6, a Panasonic DX900, a Panasonic DX700 e a LG UH8500. E mesmo assim cada uma tem pontos negativos consideráveis.

http://www.hdtvtest.co.uk/news/tx65dx902b-201608144320.htm
http://www.eurogamer.net/articles/digitalfoundry-2016-the-best-4k-screens-for-hdr-gaming

[ATUALIZAÇÃO 19/SET/2016]
A Samsung atualizou o firmware dos modelos KS nos EUA e deve chegar aqui ainda este mês. Então a KS7000 passa a integrar as TVs que ativam HDR em jogos.

Análises recentes em alguns sites como CNET e Rtings apontam que o lag na LG OLED B6 pode ter caído nos últimos updates de firmware. O CNET fala em 37ms, mas eles admitem que a TV deles pode ser um modelo pré-lançamento e não utilizar exatamente os mesmo componentes do modelo vendido. Já usuários do AVForum mencionam 44-45ms, mas ninguém lá deu provas fotográficas desse fato no medidor de lag Leo Bodnar. E agora o Rtings menciona que, apesar da LG não ter se pronunciado sobre esse fato, as OLEDs reconhecem sim HDR no modo jogo, desde que estejam recebendo o sinal apropriado. Eles retestaram a TV e descobriram que ao ligar um bluray UHD com filme HDR e colocar no modo jogo, a B6 marca 38ms de lag, o que é excelente. Mas eles fizeram uma ressalva curiosa. Se o sinal recebido não tiver metadata HDR, se mantem os mesmos 54ms de sempre no modo jogo, mas se for um jogo com HDR o lag cai para 38ms e vai aumentando gradualmente até 54ms, quando ele cai para 38ms novamente e reinicia o processo. Então a B6 está meio que uma incógnita neste momento.

***

Melhores modelos de 2016, com telas 4k e HDR para jogos

1) LG OLED E6 65" (preço lançamento - a partir de R$ 28 mil)
e6-design-medium.jpg

Curva
: Não
Painel: 120Hz
Tipo: OLED
3D: Passivo
HDR: HDR-10 e Dolby Vision
Pico de brilho: 640 nits
Input Lag: 34ms (modo "Game" e mudando o ícone do input para "Game Console") - Bom
Input Lag com HDR: 51ms (modo HDR) - Mediano (era 64ms, mas a LG reduziu 13ms através de um update de firmware recente)
Motion Blur: 0.1ms - Excelente!

Pontos Fortes:
+É a melhor imagem já reproduzida independente de tipo de painel, marca ou data, ponto final! É a nova TV-Referência
+Melhor experiência HDR da atualidade
+3D excelente
+Suporta ambos os formatos de HDR
+Excelente para games e programas de esporte
+Nenhuma TV LED chega perto de seus tons pretos e sombreados
+WebOS 3.0 é rápido e prático
+Som acima da média para uma TV. Inclui subwoofer
Pontos Fracos:
-Não ativa HDR no modo jogo, mas o lag fora do modo jogo é aceitável (51ms)
-Preço alto
-Pico de brilho abaixo de alguns outros modelos de OLED como a LG OLED B6
-Tela causa um pouco de retenção de imagem após imagens estáticas prolongadas. Então "Burn In" é teoricamente possível
-Pode ocorrer "judder" (micro-pausas) em alguns conteúdos, principalmente em filmes/seriados rodando em PCs e pendrives conectados à TV
O preço caríssimo da tela é um dos seus maiores empecilhos. E como o modelo de 55" não será vendido no Brasil, esta TV, mesmo em promoção, dificilmente cairá abaixo dos 17-18 mil. Mesmo tendo um Modo Jogo com lag aceitável de 34ms, só tem HDR se jogar em outros modos, o que eleva o lag para 51ms, ou seja, não é o preferível mas também não é o fim do mundo. A boa notícia é que os demais modos da TV tinham lag acima de 64ms até início de agosto mas um update de firmware recente da LG reduziu esses valores em 13ms (segundo o Rtings). 51ms é um pouco alto para MP competitivo, principalmente de luta e FPS "twitch", mas a vasta maioria dos jogadores não se incomodarão muito, especialmente em jogos SP. A esperança é justamente a LG conseguir reduzir ainda mais o lag nos demais modos. Mas nada garante quando, ou se, esse update realmente ocorrerá.

2) LG OLED B6 55" (preço lançamento - a partir de R$ 13 mil)
b6-design-medium.jpg

Curva
: Não
Painel: 120Hz
Tipo: OLED
3D: Não
HDR: HDR-10 e Dolby Vision
Pico de brilho: 750 nits
Input Lag: 54ms (modo "Game" e mudando o ícone do input para "Game Console") - Mediano
>>>Existe um ponto conflitante aqui. Alguns sites como o CNET encontraram 37ms (valor próximo da LG E6), mas o Rtings.com testou duas vezes o lag, inclusive após um update de firmware recente, e encontrou 54ms. Entretanto eles afirmaram que se a TV estiver recebendo sinal HDR o lag cai realmente para 37-38ms, mas vai aumentando lentamente até 54ms, quando cai novamente e reinicia o processo.
Input Lag com HDR: 63ms (modo HDR) - Ruim
Motion Blur: 0.1ms - Excelente!

Pontos Fortes:
+A imagem é essencialmente a da LG E6, mas sem 3D e com input lag maior
+Melhor experiência HDR da atualidade
+Suporta ambos os formatos de HDR
+Maior pico de brilho dentre as novas OLEDs, o que é excelente para HDR
+Excelente para programas de esporte
+Nenhuma TV LED chega perto de seus tons pretos e sombreados
+WebOS 3.0 é rápido e prático
+Som acima da média para uma TV, mas sem subwoofer
Pontos Fracos:
-Preço alto
-Não ativa HDR no modo jogo, e o lag em outros modos tem indesejáveis 62-63ms.
-Lag no modo jogo mais alto do que a maioria dos gamers gostariam. Ainda é perfeitamente jogável para a maior parte dos gamers, mas MP de luta e FPS "twitch" podem sofrer
-Tela causa um pouco de retenção de imagem após imagens estáticas prolongadas. Então "Burn In" é teoricamente possível
-Pode ocorrer "judder" (micro-pausas) em alguns conteúdos, principalmente em filmes/seriados rodando em PCs e pendrives conectados à TV
-Processador é um pouco mais lento que o da E6 então apps demoram um pouco mais para abrir
Análises recentes em alguns sites como CNET e Rtings apontam que o lag na LG OLED B6 pode ter caído nos últimos updates de firmware. O CNET fala em 37ms, mas eles admitem que a TV deles pode ser um modelo pré-lançamento e não utilizar exatamente os mesmo componentes do modelo vendido. Já usuários do AVForum mencionam 44-45ms, mas ninguém lá deu provas fotográficas desse fato no medidor de lag Leo Bodnar. E agora o Rtings menciona que, apesar da LG não ter se pronunciado sobre esse fato, as OLEDs reconhecem sim HDR no modo jogo, desde que estejam recebendo o sinal apropriado. Eles retestaram a TV e descobriram que ao ligar um bluray UHD com filme HDR e colocar no modo jogo, a B6 marca 38ms de lag, o que é excelente. Mas eles fizeram uma ressalva curiosa. Se o sinal recebido não tiver metadata HDR, se mantem os mesmos 54ms de sempre no modo jogo, mas se for um jogo com HDR o lag cai para 38ms e vai aumentando gradualmente até 54ms, quando ele cai para 38ms novamente e reinicia o processo. Então a B6 está meio que uma incógnita neste momento.

3) Panasonic DX900 65" (preço lançamento - a partir de R$ 13 mil)
UHDP_65DX900_room-970-80.jpg

Curva: Não
Painel: 120Hz
Tipo: LED VA com Full Array Local Dimming (512 áreas distintas)
3D: Ativo
HDR: HDR-10
Pico de brilho: 1190 nits
Input Lag: 39ms (modo "Game") - Bom
Input Lag com HDR: 39ms (modo "Game") - Bom
Obs.(Controle de Backhlight Adaptativo deve estar desligado, caso contrário, lag de 51ms - Mediano)
Motion Blur: 18ms - Mediano

Pontos Fortes:
+É a TV LED com melhor imagem HDR em 2016!
+Por causa do painel Full Array Local Dimming, tem os melhores tons pretos e sombreados já vistos em telas LED
+Excelentes cores, bem vivas, das melhores já reproduzidas em telas LED graças ao novo chip HCX
+3D ativo de boa performance
+HDR no modo jogo ativado com lag bom
+Processamento de imagem e upscaling de material Full HD referência no mercado
Pontos Fracos:
-Preço alto. Pelo mesmo valor se compra a LG OLED B6, que produz imagens bem melhor que TVs LED
-Suporta apenas HDR-10, mas é o tipo de HDR mais aceito até o momento
-Motion Blur não é dos melhores, mas a vasta maioria dos usuários não vai perceber muito borrão na imagem
-Ângulo de visão pequeno, típico de TVs LED. Quem está nas laterais perde definição, cores etc.
A Sony Z9D, X940D e Samsung KS9800 estão essencialmente no mesmo patamar que a DX900 e dividem o título de melhor tela LED 2016, entretanto, estes modelos não estão programados para serem lançados no Brasil. Então em terras canarinhas a melhor LED será a Panasonic DX900.

Sem opção de tamanhos menores que 65" deixam essa TV MUITO cara, meio osso pagar por uma LED preço que daria para levar uma OLED, como a LG acima. Se houvessem as opções de 58" ou 50" como tem lá fora ela se tornava a vencedora disparada, mas apenas com 65" por 13-14 mil? Tenso :/ E mesmo assim o sujeito tem que fazer concessões, porque apesar do modo jogo com HDR ativado ter aceitáveis 39ms, deve-se desligar a opção "Controle de Backhlight Adaptativo" (que impede que tons negros fiquem "lavados" em cenas HDR que misturam fontes de luz em locais escuros), caso contrário o lag sobe para indesejáveis 51ms, entretanto, sendo bem honesto, ainda é perfeitamente aceitável pela maioria.

4) Sony X935D 65" (preço lançamento - a partir de R$ 13 mil)
x930d-design-medium.jpg

Curva: Não
Painel: 120Hz
Tipo: LED VA com Edge-lit Local Dimming
3D: Ativo
HDR: HDR-10
Pico de brilho: 1050 nits
Input Lag: 36ms (modo "Game") - Bom
Input Lag com HDR: 51ms (modo HDR) - Mediano
Motion Blur: 11ms - Bom

Pontos Fortes:
+Excelente imagem, cores bem vivas e efeitos HDR bem acima da média. Nas TVs LED só perde para a Panasonic DX900
+Mesmo sendo apenas Edge-lit ao invés de Full Array, a X935D consegue tons pretos e sombreados bem melhores que TVs similares, como a KS7000
+3D ativo de boa performance
+Excelente para programas de esporte
+100% judder-free
+Processamento de imagem e upscaling de material Full HD referência no mercado
Pontos Fracos:
-Preço alto. Pelo mesmo valor se compra a LG OLED B6, que produz imagens bem melhor que TVs LED
-Não ativa HDR no modo jogo, mas o lag fora do modo jogo é aceitável (51ms)
-Suporta apenas HDR-10, mas é o tipo de HDR mais aceito até o momento
-Ângulo de visão pequeno, típico de TVs LED. Quem está nas laterais perde definição, cores etc.
-Clouding (em algumas partes da tela o preto é mais esbranquiçado)


5) Samsung KS7000 49" 55" (preço lançamento - a partir de R$ 4,2 mil)
ks8000-design-medium.jpg

Curva: Não
Painel: 120Hz
Tipo: LED VA com Edge-lit Local Dimming
3D: Não
HDR: HDR-10
Pico de brilho: 1400 nits
Input Lag: 21ms (modo "Game") - Excelente
Input Lag com HDR: 22ms (modo HDR) - Excelente
Motion Blur: 18ms - Mediano

Pontos Fortes:
+Excelente imagem, cores bem vivas e efeitos HDR bem acima da média. Nas TVs LED só perde para a Panasonic DX900 e Sony X935D
+Baixo Input Lag, até mesmo para os gamers mais exigentes, excelente para jogos MP
+Excelente para programas de esporte
+100% clouding-free
+Função HDR+ (que cria artificialmente o efeito em qualquer vídeo) é o único elogiado dentre todos os fabricantes
Pontos Fracos:
-Ao contrário da Sony X935D, DX900 e DX700, a Samsung KS7000 tem mais dificuldade em controlar brilho em cenas mais escuras/noturnas então o HDR dela nessa área sofre
-Imagens escuras são mais "lavadas" que as das competidoras aqui (exceto a UH8500), podendo produzir halos e blooming
-Possui judder leve em filmes/seriados
-Flicker (piscadas extremamente rápidas de luz) no modo jogo, deve-se elevar a Backlight para 10-12 e abaixar o Led Inteligente para Low
-Suporta apenas HDR-10, mas é o tipo de HDR mais aceito até o momento
-Motion Blur não é dos melhores, mas a vasta maioria dos usuários não vai perceber muito borrão na imagem
-Ângulo de visão pequeno, típico de TVs LED. Quem está nas laterais perde definição, cores etc.


6) Panasonic DX700 58" (preço lançamento - a partir de R$ 5,7 mil)
36e74_phpcc5fqz.jpg

Curva: Não
Painel: 120Hz
Tipo: VA com Edge-lit Local Dimming
3D: Não
HDR: Não suporta HDR oficialmente, mas conteúdos em HDR-10 serão reproduzidos
Pico de brilho: 600 nits
Input Lag: 44ms (modo "Game") - Mediano
Input Lag com HDR: 44ms (modo "Game") - Mediano
Obs.(Controle de Backhlight Adaptativo deve estar desligado, caso contrário, lag de 57-60ms - Mediano)
Motion Blur: 18ms - Mediano

Pontos Fortes:
+Boa imagem, cores e efeitos HDR perceptíveis, principalmente em cenas escuras/noturnas, mas esta TV é o limite aceitável do recurso. Ela perde para quase todas as demais TVs da lista em termos de HDR de qualidade (exceto a LG UH8000, que é inferior)
+Possui pouco judder e apenas em alguns programas
+Chip HCX 2016 da linha Viera é absolutamente fenomenal. Padrão de cores bem mais abrangente que TVs da mesma categoria, ou até mais caras
+Tons de preto e contraste bem mais profundos que TVs da mesma categoria
+HDR no modo jogo ativado com lag mediano, mas ainda aceitável para a maioria dos gamers
+Processamento de imagem e upscaling de material Full HD referência no mercado
Pontos Fracos:
-Brilho abaixo do exigido para bom conteúdo HDR, mas ainda consegue impressionar bastante e reproduzir efeitos bem melhores que TVs SDR
-Suporta apenas HDR-10, mas é o tipo de HDR mais aceito até o momento
-Motion Blur não é dos melhores, mas a vasta maioria dos usuários não vai perceber muito borrão na imagem
-Ângulo de visão pequeno, típico de TVs LED. Quem está nas laterais perde definição, cores etc.
Esta TV não suporta oficialmente HDR, por não possuir o tipo de painel necessário (10bits real) e conseguir alcançar o pico de brilho exigido (1000nits), entretanto características particulares do painel, como padrões de cores mais abrangente, excelentes tons pretos e contraste maior por causa do novo chip HCX da Panasonic, fazem com que ela, mesmo não reproduzindo HDR "oficialmente", consiga exibir imagens com cores bem mais intensas que outros modelos de TV SDR e HDR. Seria algo como um "meio HDR" - bem melhor que TVs sem o recurso mas abaixo do que uma DX900 consegue fazer. O HDR dela em cenas escuras/noturnas consegue bater até mesmo a KS7000 que possui o dobro do brilho. Já o HDR em cenas claras/diurnas não chega perto do da KS7000. Mas note que isso não é característica de qualquer TV com HDR "falso", a Panasonic DX700 é exceção da exceção, e seus pares mais baratos (como LG UH7500, KU6400 ou Panasonic DX650) não conseguem atingir a mesma façanha. A DX700 é uma TV melhor que a LG UH8000.

7) LG UH8000 55" 65" (preço lançamento - a partir de R$ 6 mil)
uh8500-design-medium.jpg

Curva: Não
Painel: 120Hz
Tipo: IPS com Edge-lit Local Dimming
3D: Passivo
HDR: Não suporta HDR oficialmente, mas conteúdos em HDR-10 e Dolby Vision serão reproduzidos
Pico de brilho: 600 nits
Input Lag: 31ms (modo "Game") - Bom
Input Lag com HDR: 48ms (modo HDR) - Mediano
Motion Blur: 11ms - Bom

Pontos Fortes:
+Boa imagem, cores e efeitos HDR perceptíveis, mas esta TV é o limite aceitável do recurso. Ela perde para todas as demais TVs da lista em termos de HDR de qualidade
+3D um pouco abaixo da qualidade dos modelos OLED, mas ainda muito bom
+Suporta ambos os formatos de HDR
+Excelente para games e programas de esporte
+WebOS 3.0 é rápido e prático
+Painel IPS, então ângulo de visão é maior do que usualmente se encontra em TVs LED e as cores são bem vivas
Pontos Fracos:
-Das TVs LED desta lista, a LG UH8500 tem o pior Edge-lit e fica atrás das demais em controlar brilho em cenas mais escuras
-Não ativa HDR no modo jogo
-Brilho abaixo do exigido para bom conteúdo HDR, mas ainda consegue produzir efeitos melhores que TVs SDR
-Painel IPS, então tons pretos são ruins e contraste é baixo
-Clouding (em algumas partes da tela o preto é mais esbranquiçado)
-Pode ocorrer "judder" (micro-pausas) em alguns conteúdos, principalmente em filmes/seriados rodando em PCs conectados à TV
Esta TV não suporta oficialmente HDR, por não possuir o tipo de painel necessário (10bits real) e não conseguir alcançar o pico de brilho exigido (1000nits), entretanto características particulares do painel, como padrões de cores mais vivos, fazem com que ela, mesmo não reproduzindo HDR "oficialmente", consiga exibir imagens mais intensas e impressionantes que outros modelos SDR. Seria algo como um "meio HDR" - bem melhor que TVs sem o recurso mas abaixo do que uma KS7000 consegue fazer, por exemplo. Mas note que isso não é característica de qualquer TV com HDR "falso", tanto a LG UH8000 quanto a Panasonic DX700 são exceções das exceções, e seus pares mais baratos (como LG UH7500 ou Panasonic DX650) não conseguem atingir a mesma façanha.

***

Melhor escolha para TV 4k c/ HDR para jogos em SET/2016

Samsung KS7000 49" 55"
Representa o melhor custo benefício nesse momento. Ela não tem a melhor imagem dentre as LEDs topo de linha como Panasonic DX900, Sony X935D e Samsung KS9500, mas ela chega bem próximo (90%) e tem brilho altíssimo (garantindo excelentes efeitos HDR). O excesso de brilho é em parte o culpado por seus tons de preto mais "lavados" frente as outras TVs da lista (com exceção da LG UH8500 que é inferior), mas não se engane, a imagem desta TV é melhor que 95% das TVs já lançadas até hoje. Se comparadas aos modelos 2015 ela perde apenas para a Samsung JS9500 e telas OLED da LG. Seu input lag é baixíssimo, e sua tela não tem clouding, mas pode ter um judder leve. A Samsung recentemente implementou HDR no modo jogo, transformando esse modelo na TV HDR com menor lag dentre todas as opções em 2016. Mas infelizmente, nesse momento, não é o caso. Muitas pessoas já estão conseguindo comprar o modelo de 49" por 3,8 mil, em menos de 1 mês de lançamento. Não me admiraria se na Black Friday ela já esteja sendo ofertada perto dos 3 mil reais.


Panasonic DX700 58"
Mesmo ela tendo vários pontos fracos ainda é uma das duas melhores opções em termos de custo x benefício de jogos em 4k e HDR de 2016. O pior defeito dela é não ter HDR de verdade por falta do painel de 10bits e brilho de apenas 500-600nits. Ainda sim todas as reviews apontam que o tal do chip HCX faz milagres nesse modelo específico conseguindo reproduzir algo como um "meio-HDR". O outro ponto negativo é o lag da TV. Apesar de 44-45ms no modo jogo ainda ser perfeitamente aceitável, pessoas que são muito sensíveis à lag já começam a sentir a lentidão extra. Uma outra concessão que o comprador deve fazer é que para manter o lag nos 44ms deve-se desligar a opção "Controle de Backhlight Adaptativo" (que impede que tons negros fiquem "lavados" em cenas HDR que misturam fontes de luz em locais escuros) nas opções de imagem, caso contrário o lag sobe para indesejáveis 58ms. Muitas pessoas já estão conseguindo comprar o modelo de 58" por 5,8 mil, e na Black Friday ela já deve sair abaixo dos 4 mil reais.
Samsung KS7000 versus Panasonic DX700
Comparando as duas TVs, em termos de imagens, tons pretos, sombras etc, as duas são basicamente a mesma TV, com uma leve vantagem para a DX700 no processamento de imagens full HD e cores. Mas sendo bem honesto, a diferença é bem sutil. O processamento produz uma imagem levemente mais clara e limpa nas fontes sub-4k, e as cores são um pouco mais intensas, mas como disse, não é muito e apenas percebido se você colocar uma do lado da outra e ficar comparando. HDR em cenas claras é consideravelmente melhor na KS7000 por causa de seu brilho extremo, nesse caso a falta de brilho da Panasonic se torna óbvia, mas em contrapartida a DX700 produz um efeito um pouco melhor em cenas escuras com HDR, em parte porque seu brilho é bem menor que a Samsung. É mais fácil a tela segurar 500-600nits de brilho do que 1300-1500.

Em análises da DX700 e KS7000 onde foram usados Blurays UHD e HDR, apesar de muitas críticas contra o tipo de painel escolhido para os dois modelos (edge lit), os sites cedem que ficaram impressionados com o que esses modelos conseguiram fazer. A verdade é que nenhuma TV edge lit lida bem com HDR em cenas escuras, e quanto maior o brilho, mais ela produz halo, blooming e aparência "lavada" nas cores. O brilho extra da KS7000, nesse tipo de cena, é um empecilho e não uma vantagem. Mas a Samsung permite que se escolha o brilho máximo na versão HDR da imagem, então uma calibrada para assegurar uma cena escura melhor é possível. Por fim, a KS tem bem mais recursos "abarcados" dentro da TV. Além do menor lag no mercado (21ms contra 44ms da DX), tem 4 entradas HDMI 2.0 (enquanto a DX tem apenas 2), o OS Tizen é mais rápido que o OS Firefox da DX, tem suporte ao V9P Profile 2 que permite assistir vídeos HDR pelo youtube (o que a DX não tem) dentre outros pormenores.


***

Considerações Finais
1) Existirão outras TVs em 2016 com HDR? Sim! Tem mais uns 20 modelos que eu não citei aqui como Samsung KU7000, KU6000, KU5000, Sony X85D, X83D, X75D, S85D, LG UH77, UH75, UH66, UH65, UH63, Panasonic DX650 dentre vários outros. Alguns destes inclusive tem painéis e imagens lindíssimas, mas o HDR deles é 100% porcaria. A LG UH8000 e Panasonic DX700 já não conseguem mostrar HDR direito, mas suas telas ainda conseguem reproduzir um ganho de cores acima do que se encontra em telas SDR, mas em TVs de modelos abaixo delas, não espere perceber ganhos significativos. Por isso, se você pegar uma Samsung KU6000 baratinha por 1,5~1,6k, vai estar escrito na caixa dela 4k e HDR, mas esteja consciente que ela não exibe HDR de verdade.

2) Como sempre, não se deve esquecer que gamers tem que ficar de olho no Input Lag. TVs com lag até 20ms são excelentes, entre 21 e 41ms são boas, entre 42 e 62ms são medianas, e acima de 63ms são ruins. Se você for um jogador casual, compre a que mais se ajusta ao seu bolso, e com a imagem que você achar melhor. Mas se MP for coisa séria p/ você, ou se você for mais sensível a lag alto, considere TVs abaixo de 40ms. Dito isso, alguns fabricantes no passado já reduziram lags em TVs através de updates de firmware, mas isto foi restrito aos modelos mais caros de cada marca e não ocorreu de forma imediata. Algo entre 5 e 10ms é praxe, mas há relatos de até 15-20ms sendo retirados de alguns modelos. Então algo assim é certamente uma possibilidade, mas de forma alguma uma certeza.

3) As OLEDs sempre tem preço alto, mas não se desespere, ao longo de 1 ano esses preços costumam variar bastante e nunca foi tão "barato" comprar uma. Mesma coisa com as demais TVs LED. A LG OLED 55EG9100 Full HD de 2015, por exemplo, lançou em julho do ano passado por R$ 10 mil e em dezembro já era possível comprá-la por 6,5 mil, valor que ela repetiu várias vezes no primeiro semestre de 2016. Então, se alguma OLED 2016 fisgou seu olhar e você tem 6-7 mil para gastar numa nova TV fique alerta entre o final desse ano e início do próximo. A LG OLED B6 55" (2° do ranking) é particularmente interessante, e uma queda dela para a casa dos 6 mil nos próximos 6-7 meses é inevitável ;)
 

renatope

Member
Registrado
Belo post. Infelizmente pra mim essas TVs de qualidade são uma realidade distante, quem sabe no futuro com uma boa promoção eu troco a minha LCD guerreira de 2010.
 

dmfalcao

New Member
Registrado
Parabéns pelo post:bat:

Ajudou muito em minhas pesquisas.
Antes mesmo de ver sua conclusão ja havia optado pela Samsung KS7000 55"

Em verdade, estou monitorando o preço da Smart TV Curva 55 Samsung 4K Ultra HD 55KS7500. Acredito que, em se tratanda da mesma série, a conclusão seja a mesma.
 

P_I_N_G_A

Active Member
Registrado
Parabéns pelo post!!!

As OLED´s da LG são fantásticas mas, em se tratando de LG, investir R$ 20.000 nessa marca, fica complicado pelo histórico de problemas com tv´s com menos de 1 ano de uso. Em relação a 4k aqui no Brasil, encontrei uma reportagem de uma entrevista(site da HomeTheater ) com o Diretor responsável da Samsung sobre os player´s de blu ray 4K, onde ele cita a possibilidade de não lançar toda linha ou simplesmente não lançar.

Na minha opinião, como amante do cinema, 4k aqui no Brasil será um mercado de nicho, ou seja, para quem tem capital para queimar e montar um setup digno 4k (TV, blu ray player, cabos HDMI e HT) para tirar proveito. Isso sem falar das mídias em 4K(blu ray), onde as distribuidoras brasileiras, nem se quer mencionam o lançamento de alguns títulos no mercado brasileiro. Quem quer comprar blu ray em 4k terá que importar na Amazon ou seller´s e pagar a bagatela de mais de R$ 200,00 po rum filme.
 

AlvinhoSC

Pussy Lover
Registrado
Obrigado pelo excelente tópico! KS7000 aí vamos nós! Só não sei quando. Só consigo pegar parcelado, e 10x de R$500 é muito pesado, na minha opinião!
 

Frenhan

since 09/2009
Registrado
Rapaz, eu estou pesquisando sobre TVs ha algumas semanas para trocar a minha em breve e sinceramente quanto mais eu lia, mais duvida eu ficava...

Esse tópico veio pra matar a pau! Já sei qual TV comprar agora e tbm sei diferenciar o que vem por ai.... Deu uma ótima clareada!
 

unibero

Active Member
Registrado
Obrigados a todos, só de saber que pude ajudar na escolha certa das TVs 4K, já fico agradecido.
Bem que poderia fixar o tópico para facilitar a leitura.
 

Alonso94

Member
Registrado
Excelente tópico. Obrigado!
 

japa

Ecologicamente correto
Membro Honorário
[ATUALIZAÇÃO 19/SET/2016]
A Samsung atualizou o firmware dos modelos KS nos EUA e deve chegar aqui ainda este mês. Então a KS7000 passa a integrar as TVs que ativam HDR em jogos.
Tentei jogar Shadow Warrior 2 que tem habilita a opção HDR quando detecta uma TV compatível com a função, e o HDR funciona mesmo se a TV estiver configurada no modo Game, testei alternando entre o modo PC e Game Console (configurado com a opção Game em Special Viewing Mode). Como informado no site do rtings.com, o modelo da minha TV (55KS7500 com firmware 1142) suporta HDR no modo Game se colocar o backlight no máximo, color space em native e smart led no máximo, pelo teste que fiz o smart led não precisa estar ligado. Deve funcionar no modelo KS7000 também.

Obrigados a todos, só de saber que pude ajudar na escolha certa das TVs 4K, já fico agradecido.
Bem que poderia fixar o tópico para facilitar a leitura.
Fixado!
 

XXJONNYXXX

Member
Registrado
vi a ks 7000 na loja e eh realmente uma coisa maravilhosa, tanto a imagem como o formato da tv, optei por uma uh da lg pois é aonde meu braco alcançava, mas vi tb a oled 4k por 10 mil, fora da realidade mais é perfeita tb.
 

Cirillo

Membro
Registrado
vi a ks 7000 na loja e eh realmente uma coisa maravilhosa, tanto a imagem como o formato da tv, optei por uma uh da lg pois é aonde meu braco alcançava, mas vi tb a oled 4k por 10 mil, fora da realidade mais é perfeita tb.
Qual modelo da LG pegou?
 

unibero

Active Member
Registrado
Tentei jogar Shadow Warrior 2 que tem habilita a opção HDR quando detecta uma TV compatível com a função, e o HDR funciona mesmo se a TV estiver configurada no modo Game, testei alternando entre o modo PC e Game Console (configurado com a opção Game em Special Viewing Mode). Como informado no site do rtings.com, o modelo da minha TV (55KS7500 com firmware 1142) suporta HDR no modo Game se colocar o backlight no máximo, color space em native e smart led no máximo, pelo teste que fiz o smart led não precisa estar ligado. Deve funcionar no modelo KS7000 também.


Fixado!
Obrigado Japa!
 

Lagado

Member
Registrado
Obrigado por compartilhar o post no fórum.

Estou procurando a Samsung KU6000 baratinha por 1,5~1,6k, mas só achei por R$2.399 no Carrefour. Vou comprar uma TV nova dia 7 de novembro, não sei qual pegar! Full HD ou 4k, tanto faz. Vou usar o aparelho da NET HD, o PC para ver filmes em Full HD, e o Xonão para jogar Forza. Muita dúvida!
 

XXJONNYXXX

Member
Registrado

matheusvp0

Member
Registrado
peguei a lg 49uh6500, por 2789 no ponto frio, esperando chegar para testar apenas.
Putz que caro, peguei uma dessas a exatamente um ano atras por 1.8k se não me engano :S
 

XXJONNYXXX

Member
Registrado
Putz que caro, peguei uma dessas a exatamente um ano atras por 1.8k se não me engano :S

cara acredito que seja outro modelo, pois segundo os buscadores de preço o minimo que ja esteve este modelo eh 2.699,00, claro que posso estar enganado, mas uma 4k de 49 por 1,8 eh meio improvável.
 

entocado

Amigo de TELEGRAM E WHATSAPP do Vito92
Registrado
Pessoal me ajuda ai. la em casa minha sala tem 3.5 x 4.8 qual um tamanho recomendado por
experiencia de vcs para uma TV 4K, pq essa tabela ai não da pra seguir não. Muito caro uma de 65...kkkkkk
 

P_I_N_G_A

Active Member
Registrado
Pessoal me ajuda ai. la em casa minha sala tem 3.5 x 4.8 qual um tamanho recomendado por
experiencia de vcs para uma TV 4K, pq essa tabela ai não da pra seguir não. Muito caro uma de 65...kkkkkk
No primeiro post deste tópico tem essa informação.
 

entocado

Amigo de TELEGRAM E WHATSAPP do Vito92
Registrado
No primeiro post deste tópico tem essa informação.
Fala Pinga..vc ta falando essa tabela?
captura_de_tela_2016-04-19_as_17.12.35.png

Eu queria uma opinião pq uma tela de 65 é muito cara.
Alguem que ja tenha uma tv menor e que tenha uma distancia parecida.
 

esrdias

New Member
Registrado
E quanto ao modelo da Samsung 49KU6400? muito recomendado e com input lag de 19ms e mais barata que a ks7000
 

unibero

Active Member
Registrado

Usuários que está vendo este tópico

Topo