Vivo fibra - [ Tópico Dedicado ]

Continua após a publicidade

Status
Não esta aberto para novas mensagens.

acarvalho

Active Member
Registrado
Para quem não viu ainda:
Vivo suspende venda de TV via fibra e lança nova plataforma - EXAME.com

Bye bye fibra...quem tem parabéns, quem não tem... agora só não sei se vão continuar tendo ou se a vivo telecomica vai acabar parando com o serviço de vez...

"Paramos de vender TV na rede de fibra quando decidimos trocar a plataforma e há um ano estamos trabalhando para relançar o serviço de IPTV no terceiro trimestre com a plataforma Mediaroom, da Microsoft"

Eles só vão mudar a plataforma, vai continuar sendo iptv.

E não é a toa que eles tem poucos assinantes de fibra, na minha rua por ex tem fibra, mas eles nao querem puxar para o predio :chan:
 

Continua após a publicidade

j4nus

Active Member
Registrado
"Paramos de vender TV na rede de fibra quando decidimos trocar a plataforma e há um ano estamos trabalhando para relançar o serviço de IPTV no terceiro trimestre com a plataforma Mediaroom, da Microsoft"

Eles só vão mudar a plataforma, vai continuar sendo iptv.

E não é a toa que eles tem poucos assinantes de fibra, na minha rua por ex tem fibra, mas eles nao querem puxar para o predio :chan:

Estou na mesma situação.... mudei de predio... tem uma caixa de emenda de fibra optica da telefonica..
tem o sinal e tals porem não querem cabear o predio... azar o deles continuo com a net rs
 

1ronM4n

Member
Registrado
Tem uma entrevista com o presidente da Telefônica onde ele dá a entender o seguinte:

Aos 3 minutos e alguns segundos. Dá a entender que nas cidades onde a rede de fibra foi implantada faz tempo que a expansão se houver será muito pequena, pois ela quer entrar em cidades do interior de São Paulo com mais de 500 mil e 1 milhão de habitantes.

Aos 4 min ele deixa claro que NUNCA vai fibrar todas as cidades do estado de São Paulo, assim como as outras empresas não investirão em mercados "pequenos", então para quem mora em cidades com menos de 500 mil habitantes no estado de São Paulo, é uma péssima notícia.

Aos 5min ele acha que eles irão entrar em alguma nova cidade ainda este ano com serviços baseados em FTTH/FTTB.

Link para a entrevista: Atvnaweb
Não pode ser tão simples como parece, "não implantaremos fibra em cidades com menos 500.000 habitantes". Acontece que o estado de São Paulo tem um enorme potencial de consumo, inclusive no interior do estado, e principalmente em cidades médias, do porte de 300mil para 500mil. Acho simplesmente IMBECIL a política da telefônica em relação a essas cidades, cidades em que a NET atua e vende geralmente uma velocidade "apenas" 5x superior em média do que a Telefônica. Menos de 500mil não é nada pequeno, tendo em vista que cobertura da fibra não chega a metade disso em todo estado, temos regiões do interior em que se espera um consumo muito maior do que em partes da Grande SP e da própria capital, é uma questão de estudo, e certamente a telefônica sabe disso, porém, não sei pq motivo, ela simplesmente não está conseguindo suportar esse mercado.

Suas concorrentes estão muito a frente em cidades como: Sorocaba, Bauru, Rio Preto, Pres. Prudente, Araçatuba, Marília, Araraquara, Barretos, Rio Claro, São Carlos... etc.. São mercados importantes para a empresa, mas ela simplesmente até agora não conseguiu mostrar alguma resposta em relação as suas concorrentes. Porque a NET consegue vender 10mbps a rodo em todas essas cidades e a telefônica raramente passa dos 4mbps ? Será que a NET ta perdendo dinheiro ? Ou a Telefônica que não consegue mais investir ?

Não é atoa que GVT/Virtua investem pesado nesses mercados, e a Vivo se quer deu um passo, estão parados no tempo, é hora de acordar, ou investem pesado em atualizações no minímo pro ADSL2/VDSL pra venderem velocidades "comparaveis", ou então boa parte das operações no interior do estado (principalmente TV e banda larga) serão seriamente afetadas, o que já ocorre, e vem acentuando cada vez mais.
 

dreamkatana

New Member
Registrado
"Paramos de vender TV na rede de fibra quando decidimos trocar a plataforma e há um ano estamos trabalhando para relançar o serviço de IPTV no terceiro trimestre com a plataforma Mediaroom, da Microsoft"

Eles só vão mudar a plataforma, vai continuar sendo iptv.

E não é a toa que eles tem poucos assinantes de fibra, na minha rua por ex tem fibra, mas eles nao querem puxar para o predio :chan:
Mesmo aqui.
Na rua tem fibra a mais de 5 anos, foi um dos bairros pioneiros. Só que não querem instalar, bando de F D P. Tive que ir até o JEC para pegar o $$ em dobro de volta pq começaram a cobrar sem instalar.:fuckyeah:
 

doobice

New Member
Registrado
aqui no site so vai vivo speedy até 10mbps, isso é fibra ou nao?

se caso não for, da muita diferença dos 10mb da net??
 

mucci

Active Member
Registrado
aqui no site so vai vivo speedy até 10mbps, isso é fibra ou nao?

se caso não for, da muita diferença dos 10mb da net??

Estes 10MB não é fibra, é via cabo, antigo ajato.

Este é tão estável quanto a NET, só não tem limite de download.
 

Mosqueteirors

Equipe Adrenaline
Administrador

Mosqueteirors

Equipe Adrenaline
Administrador
entao a velocidade das 2 sera parecida certo?

A tecnologia é o de menos, a velocidade depende de muitos fatores como rotas, negociação de peering e servidores de onde vem o download.

Abraços.
 

j4nus

Active Member
Registrado
descobri que o novo predio que estou tem fibra optica
inclusive hoje de manha vi os técnicos da telefonica mexendo no dg do prédio
fazendo a fusão da fibra optica. e ai perguntei sera era cliente residencial e outros detalhes
ele falou que sim e é so pedir no telefone 0800 da vivo que eles vem instalar. pois o predio todo
esta cabeado.


porem os valores ainda não cabem para min.

estou pagando atualmente 20mb por 49, 90 + 14,90 do netfone = 64,80..

a telefonica\vivo me ofereceu 15mb por 89,90, 30mb, 119,90 e 229,90 por 100mb... confesso que gostaria logo instalar os 100mb
com roteador N e taxa de instalação e não tem fidelidade segundo a atende. e sim tamem que o prazo é 30 dias para acertar todas as burocracias e ver se realmente ter viabilidade e tals etc. e pela
complexidade da instalação.
mais atualmente esta caro e não cabe no meu orçamento. mais assim que possível eu instalo. e adeus net
 
Última edição:

Danesh_italiano

Antigo By_Zaca
Registrado
descobri que o novo predio que estou tem fibra otica
inclusive hoje de manha vi os técnicos da telefonica mexendo no dg do prédio
fazendo a fusão da fibra optica. e ai perguntei sera era cliente residencial e outros detalhes
ele falou que sim e é so pedir no telefone 0800 da vivo que eles vem instalar. pois o predio todo
esta cabeado.


porem os valores ainda não cabem para min.

estou pagando atualmente 20mb por 49, 90 + 14,90 do netfone = 64,80..

a telefonica\vivo me ofereceu 15mb por 89,90, 30mb, 119,90 e 229,90 por 100mb... confesso que gostaria logo instalar os 100mb
com roteador N e taxa de instalação e não tem fidelidade segundo a atende. e sim tamem que o prazo é 30 dias para acertar todas as burocracias e ver se realmente ter viabilidade e tals etc. e pela
complexidade da instalação.
mais atualmente esta caro e não cabe no meu orçamento. mais assim que possível eu instalo. e adeus net

Para o Mercado brasileiro nao está caro nao, visto que é fibra optica!
 

j4nus

Active Member
Registrado
com cetreza conheco gente com 2m pagando 140 reais
 

thomaz_br

Active Member
Registrado
Não pode ser tão simples como parece, "não implantaremos fibra em cidades com menos 500.000 habitantes". Acontece que o estado de São Paulo tem um enorme potencial de consumo, inclusive no interior do estado, e principalmente em cidades médias, do porte de 300mil para 500mil. Acho simplesmente IMBECIL a política da telefônica em relação a essas cidades, cidades em que a NET atua e vende geralmente uma velocidade "apenas" 5x superior em média do que a Telefônica. Menos de 500mil não é nada pequeno, tendo em vista que cobertura da fibra não chega a metade disso em todo estado, temos regiões do interior em que se espera um consumo muito maior do que em partes da Grande SP e da própria capital, é uma questão de estudo, e certamente a telefônica sabe disso, porém, não sei pq motivo, ela simplesmente não está conseguindo suportar esse mercado.

Suas concorrentes estão muito a frente em cidades como: Sorocaba, Bauru, Rio Preto, Pres. Prudente, Araçatuba, Marília, Araraquara, Barretos, Rio Claro, São Carlos... etc.. São mercados importantes para a empresa, mas ela simplesmente até agora não conseguiu mostrar alguma resposta em relação as suas concorrentes. Porque a NET consegue vender 10mbps a rodo em todas essas cidades e a telefônica raramente passa dos 4mbps ? Será que a NET ta perdendo dinheiro ? Ou a Telefônica que não consegue mais investir ?

Não é atoa que GVT/Virtua investem pesado nesses mercados, e a Vivo se quer deu um passo, estão parados no tempo, é hora de acordar, ou investem pesado em atualizações no minímo pro ADSL2/VDSL pra venderem velocidades "comparaveis", ou então boa parte das operações no interior do estado (principalmente TV e banda larga) serão seriamente afetadas, o que já ocorre, e vem acentuando cada vez mais.

Muitas vezes eu vejo aqui no fórum o povo reclamando da Vivo e da Oi, pois elas realmente não estão investindo o quanto deveriam nas redes de telefonia que receberam concessão. Lembrem-se que elas não são as donas das redes. Daqui a alguns anos, elas voltarão ao governo... E é aí que mora o problema. Quando o governo concedeu, havia a esperança das empresas que o marco regulatório sobre o que deveria ser retornado ao governo (e o quanto seria pago às empresas pelos bens que ainda não tivessem tido tempo de dar retorno) fosse ser definido em pouco tempo, mas isso até hoje não aconteceu! O governo já legislou mecanismos de juntar todas as autorizações e concessões das empresas concessionárias em uma única empresa, mas Oi, Vivo, Embratel, e outras nunca lançaram mão desse regulamento porque elas têm medo de que todo seu patrimônio de licenças e empresas volte junto com a concessão de telefonia simplesmente porque o governo ainda não definiu o que volta! Por isso, juridicamente, essas empresas isolaram as empresas de telefonia fixa em uma empresa separada do resto do grupo. E é por isso que essas empresas até hoje tem medo de investir pesado "no que não é delas".

Graças às autorizações de telefonia celular e as tv por assinatura, essas empresas começaram a investir em redes mais capazes (como HFC - onde a Telefonica comprou a TVA e a Oi a Way Brasil - e Fibra - Vivo Speedy Fibra e o novo "Oi Velox Fibra", a ser lançado até o final do ano). Assim, essas redes novas ficam penduradas nas empresas autorizatárias, onde os bens em si não voltam ao governo. Só que, como sabemos, as redes HFC são relativamente pequenas e ainda é mais custoso cabear por fibra do que nas redes de cobre.

Por fim, ignorem nosso lado de consumidor e pensem no lado puramente capitalista: eu deveria investir tanto em um mercado em competição crescente e não saber o quanto de retorno eu terei nas redes de cobre até o fim da concessão? Ou é melhor ir mais devagar, criando uma rede mais moderna e que será sempre minha? Eu sou grande, tenho muitos bilhões para gastar e gordura para queimar, acho que posso me dar ao luxo de perder alguns usuários xDSL, não? Até mesmo porque minha taxa de crescimento de assinantes ainda é positiva... E estando positiva, isso não afeta o valor de minhas ações na Bovespa. \o/

Todo esse meu texto acima não foi para tentar justificar a falta de avanços das empresas concessionárias, mas sim para que todos tenhamos uma ideia de como elas pensam e o porquê delas pensarem assim.
 
Última edição:

TIGOS

Tem que transar pra isso acontecer.
Registrado
De boa, que desculpa esfarrapada kkkk

Sério mesmo que você acredita nisso? Com o lucro exorbitante da Telefonica? Salvando a Telefonica Espanha inclusive?

Se fosse assim a GVT não investiria em nada, não teria a melhor conexão pf do Brasil, seria uma Vivo/Oi da vida.

Mesmo como empresa a Vivo/Telefonica sempre foi muquirana em investimentos, bem no inicio do Speedy vinha modem novo na caixa pelas Americanas ou outro parceiro. Agora só vem modem usado (remanufaturado), e eles tem fama terrível de pressionar fortemente os fornecedores para obter o menor custo em equipamento e que óbviamente virão equipamentos muito inferiores.

Cheguei a pagar 89$ por 2mb, de tanto brigar to pagando 36$. Se eu não fizesse isso taria pagando 89$ até hoje e ja atendi a empresas que tinham Speedy Business que pagavam mais de 200$ por 512k (isso mesmo 512Kbps) quando o preços praticados para "novos usuários" era de 80$ por 2mb.
 

thomaz_br

Active Member
Registrado
De boa, que desculpa esfarrapada kkkk

Sério mesmo que você acredita nisso? Com o lucro exorbitante da Telefonica? Salvando a Telefonica Espanha inclusive?

Se fosse assim a GVT não investiria em nada, não teria a melhor conexão pf do Brasil, seria uma Vivo/Oi da vida.

Mesmo como empresa a Vivo/Telefonica sempre foi muquirana em investimentos, bem no inicio do Speedy vinha modem novo na caixa pelas Americanas ou outro parceiro. Agora só vem modem usado (remanufaturado), e eles tem fama terrível de pressionar fortemente os fornecedores para obter o menor custo em equipamento e que óbviamente virão equipamentos muito inferiores.

Cheguei a pagar 89$ por 2mb, de tanto brigar to pagando 36$. Se eu não fizesse isso taria pagando 89$ até hoje e ja atendi a empresas que tinham Speedy Business que pagavam mais de 200$ por 512k (isso mesmo 512Kbps) quando o preços praticados para "novos usuários" era de 80$ por 2mb.

A GVT não é concessionária, mas sim autorizatária.
Em momento nenhum disse que as operações não eram lucrativas. Não confunda retorno sobre investimento com prejuízo fiscal da operação no país.
 
Última edição:

jklpuzo

New Member
Registrado
Muitas vezes eu vejo aqui no fórum o povo reclamando da Vivo e da Oi, pois elas realmente não estão investindo o quanto deveriam nas redes de telefonia que receberam concessão. Lembrem-se que elas não são as donas das redes. Daqui a alguns anos, elas voltarão ao governo... E é aí que mora o problema. Quando o governo concedeu, havia a esperança das empresas que o marco regulatório sobre o que deveria ser retornado ao governo (e o quanto seria pago às empresas pelos bens que ainda não tivessem tido tempo de dar retorno) fosse ser definido em pouco tempo, mas isso até hoje não aconteceu! O governo já legislou mecanismos de juntar todas as autorizações e concessões das empresas concessionárias em uma única empresa, mas Oi, Vivo, Embratel, e outras nunca lançaram mão desse regulamento porque elas têm medo de que todo seu patrimônio de licenças e empresas volte junto com a concessão de telefonia simplesmente porque o governo ainda não definiu o que volta! Por isso, juridicamente, essas empresas isolaram as empresas de telefonia fixa em uma empresa separada do resto do grupo. E é por isso que essas empresas até hoje tem medo de investir pesado "no que não é delas".

Graças às autorizações de telefonia celular e as tv por assinatura, essas empresas começaram a investir em redes mais capazes (como HFC - onde a Telefonica comprou a TVA e a Oi a Way Brasil - e Fibra - Vivo Speedy Fibra e o novo "Oi Velox Fibra", a ser lançado até o final do ano). Assim, essas redes novas ficam penduradas nas empresas autorizatárias, onde os bens em si não voltam ao governo. Só que, como sabemos, as redes HFC são relativamente pequenas e ainda é mais custoso cabear por fibra do que nas redes de cobre.

Por fim, ignorem nosso lado de consumidor e pensem no lado puramente capitalista: eu deveria investir tanto em um mercado em competição crescente e não saber o quanto de retorno eu terei nas redes de cobre até o fim da concessão? Ou é melhor ir mais devagar, criando uma rede mais moderna e que será sempre minha? Eu sou grande, tenho muitos bilhões para gastar e gordura para queimar, acho que posso me dar ao luxo de perder alguns usuários xDSL, não? Até mesmo porque minha taxa de crescimento de assinantes ainda é positiva... E estando positiva, isso não afeta o valor de minhas ações na Bovespa. \o/

Todo esse meu texto acima não foi para tentar justificar a falta de avanços das empresas concessionárias, mas sim para que todos tenhamos uma ideia de como elas pensam e o porquê delas pensarem assim.
Concordo com você, é um jogo de quem ganha mais entre governo e operadoras, e só quem perde somos nós.

E só estou concordando, pois estou dando um tempo "pós-plc116". Porque se a Oi até o final do ano lançar sua fibra, é pq os empresários tinham um pouco de razão mesmo.

O governo é o principal culpado, mas a GVT é a prova de que se o empresário quizer ele pode sim "dar algo a mais", na época ela conseguiu sugar o necessário para crescer(mesmo que burlando alguns impostos). Tudo bem que agora ela estagnou, mas há uns 3 anos atrás ela deu bom levante como empresa e concorrente pelo Brasil.
 
Última edição:

perubira

Active Member
Registrado
Novo IPTV da Telefônica chegará ao mercado em outubro

Tudo indica que o serviço de IPTV da Telefônica será relançadono mercado brasileiro já em outubro deste ano, usando agora a plataforma Mediaroom, da Microsoft.

Para o diretor geral da companhia, Paulo Cesar Teixeira, a chegada do novo IPTV deve impactar positivamente a venda de
TV por assinatura, serviço este que teve perda de 4,6% nos acessos e encerrou o segundo trimestre de 2012 com 650 mil
assinantes. As receitas de pay TV do grupo caíram 20% na comparação com igual período de 2011, para R$ 150,7 milhões.

Lançada em 2008, a operação de IPTV da Vivo/Telefônica sobre uma rede de fibra óptica na cidade de São Paulo não conseguiu
fazer com que os potenciais clientes da tele percebessem valor no serviço. O desempenho foi bem aquém do esperado e a solução
encontrada pela operadora foi trocar a plataforma e parar de vender TV na rede de fibra.

Segundo Paulo Cesar Teixeira, a plataforma estará pronta em setembro e também "deve melhorar a competitividade da empresa
no segmento de banda larga fixa". O serviço de banda larga fixa fechou o segundo trimestre com 3,717 milhões de clientes e forte
desaceleração nas adições líquidas no período: entre abril e junho, o Speedy ganhou 32 mil novos assinantes, enquanto em
igual intervalo de 2011 foram somados 93 mil assinantes à base de usuários.

Fonte: Pay-TV News

------------------

Tomara que isso venha aliado a novas velocidades também!
 

wander_jarra

Overclocker de Plantão
Registrado
Rota internacional e de alguns server mesmo no Brasil estão horriveis....

189.1.174.37 esse aqui menos de 150ms nao rola, alguem mais com problemas ????
 

perubira

Active Member
Registrado
Rota internacional e de alguns server mesmo no Brasil estão horriveis....

189.1.174.37 esse aqui menos de 150ms nao rola, alguem mais com problemas ????

Esse problema é da hostlocation, não da telefonica. Vários servers de CS migraram pra outras empresas porque ficou 3-4 offline e rotas zuadas
 

Danesh_italiano

Antigo By_Zaca
Registrado
Esse problema é da hostlocation, não da telefonica. Vários servers de CS migraram pra outras empresas porque ficou 3-4 offline e rotas zuadas

se vc visse o datacenter da hostlocation vc entenderia o porque de ter ficado offline por 3~4dias offline hahaha
 

kerberos2001

Active Member
Registrado
Então cara, eu e o By_Zaca trabalhavamos no mesmo datacenter que terceirizou alguns serviços de Co-lo da Hostlocation/Maxihost (é importante frisar que as 2 são a mesma empresa, e ficam no mesmo local). Na época, iriamos trabalhar com servers de jogos, pois o link deles ainda era razoavel a essa altura.

keep on mind que a empresa tinha 2 NOCs, sendo um em SP, e outro em BH, sendo o NOC principal em SP com a equipe de engenharia e TI, e a equipe de BH com o suporte, e a administração de sistemas da empresa e o gamemaster do serviço de jogos, todos trabalhando remotamente.

No inicio, em 2010, hospedamos o primeiro servidor lá, um Supermicro Xeon 3440 com 8Gb de ram, com um link de 100mbps (não dedicado, e nunca chegava a 100mbps, sendo a média uns 50mbps). Não sabemos como o datacenter conseguiu autorização de funcionamento da prefeitura de SP, e do CBM-SP (se é que há autorização).

A situação lá é de extremo desleixo, com bateria de no-break num armário de madeira, apenas 3 ou 4 ar-condicionados de 1000 btus pra um salão de mais de 1km2, o que deixava o local insuportavelmente quente, e servidores EMPILHADOS, que não eram montados nos racks... Com isso, começaram a surgir os problemas, como travamentos do servidor e quedas de link. As quedas na época, eram ocasionadas por aquecimento dos equipamentos de rede.

Posteriormente, ainda teimamos e colocamos mais 4 servidores, e pra que? Ae começaram as quedas gerais de link por DDoS, pois eles não tinham nenhum sistema de FW, e (chuto) 80% dos clientes deles na época eram servers de jogos!

Negociamos a movimentação para outro IDC deles, que possuia link com a Intelig (Esse em questão é com o PTT-SP e mais alguns IDCs como redundancia, mas q provavelmente não são suficientes, pois quando o link com o PTT caia, a perda de pacotes chegava a 90% na maior parte do tempo).

Quer que eu termine a narrativa? =p

Conte-nos mais !:hmm:
 
Última edição:

RHBH

Active Member
Registrado
Então cara, eu e o By_Zaca trabalhavamos no mesmo datacenter que terceirizou alguns serviços de Co-lo da Hostlocation/Maxihost (é importante frisar que as 2 são a mesma empresa, e ficam no mesmo local). Na época, iriamos trabalhar com servers de jogos, pois o link deles ainda era razoavel a essa altura.

keep on mind que a empresa tinha 2 NOCs, sendo um em SP, e outro em BH, sendo o NOC principal em SP com a equipe de engenharia e TI, e a equipe de BH com o suporte, e a administração de sistemas da empresa e o gamemaster do serviço de jogos, todos trabalhando remotamente.

No inicio, em 2010, hospedamos o primeiro servidor lá, um Supermicro Xeon 3440 com 8Gb de ram, com um link de 100mbps (não dedicado, e nunca chegava a 100mbps, sendo a média uns 50mbps). Não sabemos como o datacenter conseguiu autorização de funcionamento da prefeitura de SP, e do CBM-SP (se é que há autorização).

A situação lá é de extremo desleixo, com bateria de no-break num armário de madeira, apenas 3 ou 4 ar-condicionados de 1000 btus pra um salão de mais de 1km2, o que deixava o local insuportavelmente quente, e servidores EMPILHADOS, que não eram montados nos racks... Com isso, começaram a surgir os problemas, como travamentos do servidor e quedas de link. As quedas na época, eram ocasionadas por aquecimento dos equipamentos de rede.

Posteriormente, ainda teimamos e colocamos mais 4 servidores, e pra que? Ae começaram as quedas gerais de link por DDoS, pois eles não tinham nenhum sistema de FW, e (chuto) 80% dos clientes deles na época eram servers de jogos!

Negociamos a movimentação para outro IDC deles, que possuia link com a Intelig (Esse em questão é com o PTT-SP e mais alguns IDCs como redundancia, mas q provavelmente não são suficientes, pois quando o link com o PTT caia, a perda de pacotes chegava a 90% na maior parte do tempo).

Quer que eu termine a narrativa? =p

Vixe... Até a rede da minha casa ta melhor que essa dai... HAHAHAHAH!

Ar Condicionado Central Rulez!
 
Status
Não esta aberto para novas mensagens.

Usuários que está vendo este tópico

Topo